Sem Ben Wallace e Chris Webber, Hall da Fama anuncia classe de eleitos de 2019

E, mais uma vez, não foi dessa vez que Ben Wallace e Chris Webber entraram no Hall da Fama. O Naismith Memorial anunciou a lista de dez ex-atletas e técnicos, além de duas equipes universitárias, escolhidos para a classe deste ano do templo máximo do basquete sem a inclusão dos dois ídolos recentes da NBA. A relação é encabeçada pelos veteranos Sidney Moncrief, Jack Sikma e Vlade Divac.

“O globalmente celebrado jogo de basquete não seria o que é hoje sem os vários homens e mulheres que quebraram barreiras e abriram caminho para as atuais gerações. A classe de 2019 é abrilhantada por nomes que tiveram um significante impacto histórico o esporte e queremos agradecer suas contribuições”, declarou o presidente do Naismith Memorial, John Doleva.

Moncrief e Sikma são acompanhados por mais cinco eleitos através da votação do comitê de honra do Hall da Fama. Os ex-jogadores Bobby Jones e Paul Westphal, as equipes universitárias de Tennessee A&I entre 1957 e 1959, o ex-treinador Bill Fitch e a ex-jogadora Teresa Weatherspoon também receberam aprovação de 18 dos 24 membros da comissão.

Confira a lista completa dos seis ex-jogadores e técnicos selecionados pelo comitê de honra do Hall da Fama, que compõem a relação ao lado do time de Tennessee A&I:

Os outros cinco eleitos são homenageados pelos comitês especiais de elegibilidade do Naismith Memorial, que sempre tem direito à indicação direta de uma lenda do esporte. A lista de ilustres é liderada pelo ex-pivô Vlade Divac, escolhido deste ano do comitê internacional e que possui carreira destacada tanto internacionalmente, quanto na NBA. Confira a lista completa dos indicados diretos:

Comitê internacional – Vlade Divac

Ex-pivô sérvio. Tricampeão europeu, bicampeão mundial e duas vezes medalhista de prata olímpico (Seul-1988 e Atlanta-1996) com a antiga seleção da Iugoslávia. Atuou por 16 temporadas na NBA e tem camisa aposentada pelo Sacramento Kings, onde ocupa posição de gerente-geral hoje. Um dos sete atletas da história da NBA a anotar 13.000 pontos, 9.000 rebotes, 3.000 assistências e 1.500 tocos.

Comitê dos pioneiros afro-americanos – Chuck Cooper

Cooper foi o primeiro afro-americano selecionado em um draft da NBA, em 1950. Atuou por seis temporadas na liga e um ano por uma equipe de exibição (muito semelhante ao Harlem Globetrotters) antes de deixar o esporte definitivamente. Indicação póstuma, uma vez que morreu em 1984, aos 57 anos.

Comitê dos contribuintes do jogo – Al Attles

Attles é uma das lendas vivas da NBA, cuja trajetória quase se confunde com a história do Golden State Warriors. Ele foi jogador, técnico, consultor e atualmente considerado um patriarca da franquia. Jogou dez temporadas e, em seguida, seria treinador do time por 13 anos. Possui camisa aposentada e comandou a equipe na conquista do título da liga em 1975.

Comitê dos veteranos – Carl Braun

Ex-atleta que disputou 13 temporadas na BAA e NBA, Braun foi um dos melhores armadores da década de 1950 e primeiros ídolos do Knicks. Eleito para cinco Jogos das Estrelas seguidos (53-57) e permanece até hoje como quinto maior pontuador da história da equipe nova-iorquina (10.449). Encerraria a carreira como campeão da liga pelo Boston Celtics, em 1962. Falecido em 2010, aos 82 anos.

Comitê das veteranas – Time de Wayland Baptist University

Equipe universitária feminina que fez história ao ficar 131 jogos invicta no período entre 1953 e 1958, antes da era NCAA. As Flying Queens conquistaram dez títulos nacionais em um intervalo de 20 anos e ainda tiveram cinco jogadoras eleitas para o Hall da Fama. Comandada pelo lendário técnico Harley Redin, já múltiplas vezes finalista da lista do Naismith Memorial.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Caseh

    Mais uma ótima matéria do Jumper, legal saber mais sobre nomes não tão comentados atualmente.

  • felipe fernando Oliveira

    Essa classe estava forte. Mas ainda acho uma injustiça Big Bem Wallace não ser HOF. Ele merece muito mais que T-Mac ou Grant Hill. Dos melhores jogadores defensivos da historia da liga.

    • RAMON DA SILVA RODRIGUES DE SO

      Moncrieef foi melhor que o Big Ben, por favor né.

  • Gustavo

    Estranho o Ben Wallace n ter entrado, um dos melhores defensores da historia da liga, 4x DPOY, 4x All-Star e 5x All-NBA, Campeão. Os caras n dão o devido valor a jogadores defensivos.

    • Ricardo Stabolito Junior

      Moncrief foi um dos melhores jogadores defensivos de perímetro da história, duas vezes DPOY. Bobby Jones teve oito seleções para quinteto ideal de defesa.

      • Gustavo

        Concordo, mas esses caras eram muito melhores que o Ben no ataque, ele foi um jogador q sobreviveu na liga através da defesa, diferente desses caras.

  • Rafael Victor

    2 jogadores e 1 jogadora selecionados se destacam pelo lado defensivo, então… COMO É QUE O BEN WALLACE NÃO ENTROU NESSA PORRA!!!???

  • djwhites

    pra mim HOF deveria ser pra nata do basquete……e o big ben não esta nesse nivel….porem depois que o T Mac entrou o ben poderia ter entrado tambem……

    • Diego Costa

      T-Mac teve um dos melhores auges que a liga já viu. Em conquistas foi pobre, mas se fosse avaliar como jogador, é óbvio que ele ganha do Ben de 100 x 0.

      Agora, conquistas coletivas pesam demais. E o BW tem anel e ainda por cima conseguiu 4x vencer o DPOY. Apesar dele ter sido um jogador nível Lonzo Ball no ataque, tem que considerar tudo no geral. Então eu acho que ele merece o HOF.

    • Llipe LeDrain

      Concordo plenamente, ate hoje acho a entrada do t-mac um absurdo.

  • Elias Ferreira

    Mais uma lenda do Seattle Super Sonics no HOF, muito massa.
    Espero que esse time volte um dia!

  • TRUETHIAGO

    Interessante essa entrada do Bobby Jones, como o Maurice Cheeks já tinha entrado na eleição do ano passado, agora todos os jogadores que possuem camisas aposentadas no Sixers estão no Hall da Fama.

    • Adriano Goveia

      Também tem sua importancia para a história do Denver… Fez parte da equipe que talvez tenha tido mais chance de ser campeã pelo Nuggets, formando BIG-3 com Thompson e Issel… perdeu as finais da ABA para os Nets, e, quando a ABA fundiu com a NBA e achavam que os times da ABA ia ser mais fracos, chegaram nas finais de conferencia, perdendo para o Supersonics de Sikma (me surpreendi de ser HOF só agora, acho que reclamam com razão dos jogadores recentes que não são HOF, mas tem muito cara lá de trás ainda que não é e merecia)

  • vsr.snake

    Questão de tempo Wallace e Webber entrarem no Hall da Fama, não tem porque ficarem ansiosos. Bela classe de 2019, diga-se de passagem.