“Sempre senti que seria a próxima grande sensação da NBA”, revela Antetokounmpo

Poucas histórias de superação na NBA atual comparam-se àquela vivida por Giannis Antetokounmpo. Filho de imigrantes nigerianos que viviam ilegalmente na Grécia, o astro do Milwaukee Bucks chegou a passar fome na infância – muito antes de ser descoberto pelos recrutadores da liga, em 2013. Sua situação era totalmente crítica quando criança, mas ensinou-o a “agarrar” seus sonhos sem hesitação.

“Eu sempre senti que seria a próxima grande sensação da NBA, desde que o Bucks escolheu-me no draft. Então, nunca estive pressionado. Sabe o que é pressão? Não ter o que comer. Se você trabalhar e não desistir, o que posso dizer é que todos os sonhos se realizam. Sempre haverá dias ruins, mas, se você acredita, vai dar tudo certo”, afirmou o craque de 23 anos, em entrevista ao site Eurohoops.

A trajetória de sucesso de Antetokounmpo na NBA alcançou mais um marco nessa offseason, depois de tornar-se o primeiro jogador não-americano a ter um tênis personalizado lançado pela Nike. Eleito para o Jogo das Estrelas e o segundo time ideal neste ano, o ala acumulou médias de 26.9 pontos, 10.0 rebotes e 4.8 assistências em 75 partidas disputadas na temporada passada.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.