O fracasso do Los Angeles Clippers nos playoffs causou a queda do treinador Doc Rivers, a exposição de problemas internos e o surgimento de diversos rumores. É um panorama de desorganização e falta de resultados que, para Shaquille O’Neal, também exigem alterações significativas no elenco. Shaq acredita que o Clippers deveria pensar em uma troca envolvendo Paul George para equilibrar o elenco.

“Eles precisam se livrar de alguém – e, sim, seria Paul. É preciso utilizá-lo em uma negociação para trazer dois jogadores sólidos de apoio, pois Kawhi [Leonard] tem que ser o cara desse time. Não quero vê-lo em um papel secundário, vez ou outra, para que Paul assuma as ações. Ter esse outro jogador que crê estar em patamar semelhante, mas não está, só atrapalha”, avaliou o lendário ex-pivô em edição do seu podcast, o “The Big”.

Nunca houve um relato de “duelo de forças” entre Leonard e George no vestiário do Clippers, mas O’Neal entende esse tipo de dinâmica. Após ganhar três títulos com o Los Angeles Lakers, no início desse século, o integrante do Hall da Fama foi trocado com o Miami Heat por conta do desgaste da relação com o ídolo Kobe Bryant, com quem formou uma das parcerias mais icônicas da história recente da NBA.

O péssimo desempenho nos playoffs – atribuído, entre outros motivos, a depressão – trouxe especial atenção para a situação de George, mas, para Shaq, a troca do ala pelo Clippers funcionaria mais como movimento de afirmação para uma equipe que quer ser vista como candidata ao título. “Quando Kawhi estava em Toronto, todos sabiam que ele era o líder e deu certo. As coisas precisam ser assim”, concluiu um dos maiores pivôs de todos os tempos.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook