Sixers comemora primeira vitória na temporada: “Grande alívio”

https://www.youtube.com/watch?v=QL2JPRU2GOY

Foi por pouco. Na última chance, o Philadelphia 76ers evitou igualar o pior início de temporada da história da NBA ao encerrar uma série de 17 derrotas consecutivas derrotando o Minnesota Timberwolves, nesta quarta-feira. A partida não foi agradável de assistir – como o placar de 85 a 77 evidenciou –, mas o que importava para o Sixers era o resultado positivo. Sair do zero na coluna de vitórias era mais importante do que qualquer outra coisa.

“Eu acho que é um grande alívio. É um peso tirado das costas para mim. E acredito que seja o mesmo para todos aqui, agora que temos um triunfo”, comemorou o armador Michael Carter-Williams, que liderou o time com 20 pontos, nove rebotes e nove assistências. O Sixers tem o elenco mais jovem da liga em média de idade e, para vários integrantes do elenco, essa foi a primeira vitória da carreira.

Assim como Carter-Williams, o treinador Brett Brown é remanescente da última temporada e participou da equipe que igualou a marca de maior sequência de derrotas da história da NBA (26). Mais do que não colocar novamente seu nome nos livros de recordes, ele acredita que evitar mais um recorde negativo foi importante para manter o otimismo e entrega diária dos jogadores.

“Nós sentimos que esse resultado valida o trabalho que estamos fazendo. Eu tenho um grande respeito pelo fato do elenco nunca desistido ou pegado leve em um treinamento. Sem dúvidas, nossos atletas foram premiados hoje”, exaltou o técnico, que completou 100 jogos a frente do Sixers conquistando seu 20º triunfo.

A vitória dos visitantes veio com um rendimento ofensivo abaixo até dos seus padrões. O time da Philadelphia converteu apenas 39% de aproveitamento nos arremessos, cometeu 19 erros de ataque e anotou nove pontos no segundo período para “queimar” uma diferença de dígitos duplos construída nos minutos iniciais. O contexto em que o revés aconteceu deixou o ala-armador Corey Brewer absolutamente irritado nas entrevistas pós-jogo.

“Esqueça todo o resto, porque isso é o que faz essa derrota realmente ruim: eles jogaram mal e nós ainda conseguimos perder. Temos que nos olhar no espelho. É duro. Simplesmente não podemos perder um jogo como esse e ponto final”, desabafou o atleta, que anotou apenas sete pontos em 39 minutos de ação pelo Twolves.

Agora, o Sixers passa a enfrentar o desafio de evitar a pior campanha da história da NBA. A equipe precisa de, no mínimo, mais nove vitórias nos próximos 64 jogos (uma a cada sete partidas) para não colocar mais um recorde negativo em sua trajetória recente. Mas, pelo menos, o primeiro passo já foi dado.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Murilo Moore

    Beleza o time é jovem e inexperiente, mas se participasse de uma edição do NBB brigaria pelo título… Sem mais!

    • Rodrigo

      Brigaria não, seria campeão calmo e tranquilo.

    • Lucas

      Brigaria nada, seria vice do Flamengo – Campeão do Mundo.
      Certeza.

  • danielzera

    Pô, agora vai! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Obs: Iverson da zuera huauhuahuhauha

  • luan

    65-17. #RUMOAOANEL

    • Murilo Moore

      KKKKKKKKKKKK

  • Galvão

    Essa vitória contra os timberwolves já tava sendo cantada pro um pessoal aqui do blog desde quando os sixers tava com 0-11.

    • More

      verdade sahushuashua

  • Álvaro S.R.

    Hoje com seus 39 anos o Allen Iverson seria titular nesse time do 76ers.

    • Joao Rafael Barros

      FATO!

  • More

    Não existe motivo nenhum pra comemoração, só alívio mesmo… Minessota tá desfalcado e num jogo justo obviamente ganharia. Mas como foi dito, é a primeira vitória de muitos jovens ali, tem uma certa emoção envolvida, tem que deixar os guris comemorarem, também pq sabe-se lá quando vão vencer de novo…

  • Lucas Ottoni

    Chego à conclusão de que o Wolves é o Botafogo da NBA. Tem coisas que só acontecem a ele.

  • Junior Andrade

    Eu olho para esse time do 76ers e penso: Quais desses prospectos em Philadelphia podem vir a ser um futuro astro, role player ou verdadeiros bust. Esse MCW parece ser um bom PG, acho que nada mais que isso. Embiid não estreou então não há como saber. Noel parece cru ainda, meio sem fundamentos, mas promissor. Wroten parece um otimo PG, potencial para ser um dos melhores da liga em 4 ou 5 anos. Mas olhando para outras equipes como Wolves, Bucks, Jazz e Magic, os prospectos dessas franquias parecem ser melhores do que esses em Philadelphia, eu não sei, mas se não adicionar bons veteranos de liga vai ficar tankando até 2060 e nunca vai dar em nada.