Sixers renova com Tobias Harris e fecha acordo com Al Horford

O Philadelphia Sixers mostrou, no primeiro dia da agência livre, que está disposto a continuar nas primeiras posições da Conferência Leste e, quem sabe, brigar até pelo título da NBA. A franquia da Pensilvânia não poupou dinheiro e acertou a renovação contratual com o ala Tobias Harris e ainda trouxe o pivô Al Horford.

De acordo com o jornalista Adrian Wojnarowski, da ESPN, Harris fechou um contrato de US$180 milhões, válido por cinco temporadas. O valor acordado é o maior da história da franquia e o maior dado a um atleta que ainda não foi selecionado para o All-Star Game. Na última temporada, o ala de 26 anos disputou 27 jogos com a camisa do Sixers e angariou médias de 18.2 pontos e 7.9 rebotes.

Já Horford, de 33 anos, acertou um vínculo de US$97 milhões por quatro temporadas, segundo Wojnarowski. O jogador dominicano ainda pode receber US$12 milhões de bônus vinculados à conquista de títulos. No Sixers, ele deverá atuar na posição 4, formando a dupla titular de garrafão com o pivô camaronês Joel Embiid. Em 2018/19, pelo Boston Celtics, Horford obteve médias de 13.6 pontos, 6.7 rebotes e 4.2 assistências, em 68 partidas.

Além da dupla, o Sixers finalizou o retorno do ala-pivô Mike Scott, importante para o espaçamento de quadra da equipe. De acordo com Shams Charania, do site The Athletic, o jogador de 30 anos vai receber US$9.8 milhões por um contrato válido por duas temporadas.

Em contrapartida, o time da Philadelphia perdeu o veterano ala-armador J.J. Redick, que fechou contrato de dois anos, no valor de US$26.5 milhões, com o New Orleans Pelicans, e está acertando uma sign-and-trade para mandar o ala Jimmy Butler para o Miami Heat. Nesta negociação, o ala-armador Josh Richardson será enviado para o Sixers. Os times precisam de um terceiro time para finalizar a troca.

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.