Nem o mais otimista dos torcedores do Golden State Warriors poderia imaginar que o início de trabalho de Steve Kerr seria tão indiscutível. A equipe ganhou 19 dos primeiros 21 jogos sob o comando do técnico novato, melhor início de temporada da história da franquia e de qualquer treinador estreante na NBA. O que isso diz sobre sua atuação até o momento? Para o próprio ex-armador, que ele precisou fazer menos do que se imagina.

“Nossa campanha significa que eu sou o técnico mais sortudo da história da NBA, pois herdei um time que já era ótimo”, afirmou Kerr, após o triunfo sobre o Houston Rockets e a conquista do 14º resultado positivo seguido. Esta é a quarta maior série invicta de um técnico em primeiro ano de trabalho na história da liga.

Com o novo comando, o Warriors está entre os cinco melhores times da liga em eficiência nos dois lados da quadra e surge como um dos favoritos ao título. Os olhos da torcida já estão nos playoffs e conter a empolgação é quase impossível, mas o treinador tenta manter os pés no chão. “No Oeste, você só quer acumular o máximo de vitórias. Só se pode querer aumentar seu número na coluna de triunfos, porque ainda há 61 jogos pela frente”, ponderou.

O excelente começo faz com que até o que deveria ser razão de polêmica ou chateação seja encarado com descontração e bom humor. Dennis Rodman, campeão da NBA ao lado de Kerr pelo Chicago Bulls, disse que o ex-companheiro nem trabalha direito em Oakland e só precisa ficar sentado à beira da quadra assistindo aos comandados acertarem bolas de três pontos.

“Na verdade, Dennis parece bem preciso na descrição”, finalizou, aos risos. Kerr e a equipe do Warriors viajam até Dallas neste sábado para tentar dar mais um passo em seus inícios históricos contra o Mavericks.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Felipe Martins

    Inteligente, competitivo e equilibrado. Steve Kerr é um cara mto bacana.
    Minhas previsões otimistas no começo da temporada apontavam pra um 4o lugar no oeste, mas pelo visto o céu é o limite mesmo. Tô torcendo mto pra não rolar nenhuma lesao importante até o fim da temporada.

    • Felipe Martins

      E que delícia hj gsw @ dallas as cinco hein, vai ser um jogão. Normalmente é complicado acompanhar os warriors com os horarios da bay area.
      No começo da temporada tava assistindo quase tudo mas agora o sono tá complicando muito. o condensed replay do league pass no dia seguinte tem salvado mtas vezes.. hehe

  • AlexT-Wolves

    o Kerr tá falando isso tambem pra acabar com a polemica sobre o Mark Jackson. ele é muito esperto.

    Mas Hoje vai ser o jogo mais dificl do Warriors no ano. fora o adversario pelo jeito o Bogut não joga e logo contra o melhor ataque da NBA.

    • More

      Na verdade, acho que é o contrário, Warriors que tem a vantagem de jogo.
      Dallas tem problemas seríssimos contra times com bom ataque e bom armador, nesse caso é os dois. Parsons e Nelson são dúvida para o jogo, então…
      Eu sinceramente não vejo o meu Dallão vencendo hoje.

    • More

      E esqueci de mencionar, a gente leva muita bola de 3 tbm.

  • More

    Tá contente né? O cara tá rindo atoa kkk
    Tô sentindo que ele vai jantar a nossa defesa hoje, tô até com medo de ver o jogo…

  • Lucas Ottoni

    Tudo bem que ele tem um baita elenco nas mãos, mas o Kerr está mostrando justamente o que o Derek Fisher não consegue mostrar, ou seja, que é técnico de basquete. Ponto.

  • Nicolas Dias

    Obviamente ele tem seus méritos mas o fato do GSW ser um time com jovens talentos, com um núcleo que já joga junto há uns 3 anos, já ser um time razoavelmente pronto quando ele chegou ajuda a ele ter esse começo tão bom, tudo que o time precisava era um técnico que jogasse em um esquema adequado as características de cada um coisa que o Kerr fez, diferente do Mark Jackson queria transformar o GSW em um time dos anos 90, o que não tem nada a ver com os jogadores da equipe