Spurs e Raptors fecham troca centrada em Kawhi Leonard e DeMar DeRozan

O astro Kawhi Leonard é o novo atleta do Toronto Raptors. De acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN, a franquia canadense acertou a aquisição do ala de 27 anos em negociação finalizada com o San Antonio Spurs, na manhã desta quarta-feira. A troca, que já vinha sendo discutida nos últimos dias, levará um “pacote” liderado pelo all star DeMar DeRozan para o time texano.

Além de Leonard, o time de Toronto receberá o veterano Danny Green no negócio. Já a equipe de San Antonio vai adquirir ainda o pivô Jakob Poeltl e uma escolha de primeira rodada protegida para as 20 primeiras posições do draft do ano que vem. Caso caia na proteção estabelecida, o retorno é convertido em duas seleções de segunda rodada de recrutamentos futuros.

A negociação ainda dependerá dos exames médicos do MVP das finais de 2014, que disputou só nove partidas da temporada passada por conta de uma controversa e mal explicada lesão no quadríceps. Isso não deverá ser um grande empecilho, no entanto, se considerarmos que o ala já pretenderia participar dos treinamentos da seleção norte-americana nesta offseason.

Agora, a questão a ser observada é a reação dos dois atletas principais envolvidos na troca. Segundo Chris Haynes, da ESPN, Leonard não tem nenhum interesse em atuar pelo Raptors e pretende testar o mercado como agente livre irrestrito no ano que vem. A esperança dos canadenses é usar os próximos meses para convencê-lo a permanecer e assinar uma extensão contratual.

Já DeRozan está revoltado com a saída do único time que defendeu na NBA porque, supostamente, recebeu promessa da direção de Toronto de que não seria trocado. “Eles te dizem uma coisa e fazem outra. Você não pode confiar neles, pois não há lealdade nesse jogo. Em breve, vocês entenderão. Não se preocupem!”, postou o jogador, na manhã desta quarta, em sua conta no instagram.

A transação torna Leonard inelegível para uma extensão máxima na offseason de 2019, mas o Raptors ainda terá vantagem financeira na tentativa de mantê-lo no elenco. A equipe poderá oferecer vínculo de cinco temporadas e cerca de US$190 milhões em salários, enquanto os concorrentes vão ficar limitados à projeção de contratos de US$141 milhões por quatro anos.

O declarado interesse do ala em atuar por um dos times de Los Angeles – Lakers ou Clippers – e cogita-se que possa ameaçar (ou até estar disposto) para não se apresentar ao novo time para a pré-temporada. O acordo coletivo de trabalho da NBA estipula a possibilidade de pesadas multas, que até ultrapassem seu salário, para um jogador com tal postura em um caso extremo.

DeRozan chega ao Spurs para ser um titular imediato, enquanto Poeltl vai disputar minutos em um garrafão que inclui opções como LaMarcus Aldridge e Pau Gasol. Os texanos diminuem sua folha salarial em cerca de US$3 milhões com o negócio. Donos de contratos expirantes, os novos reforços chegam para serem titulares em Toronto, que terá quase US$30 milhões em multas a pagar na próxima temporada.

Confira como ficou a troca entre Raptors e Spurs, com informações contratuais dos atletas envolvidos e suas médias na última temporada:

Raptors recebe:

Kawhi Leonard (US$41.4 milhões em duas temporadas, último ano como opção do atleta): 16.2 pontos, 4.7 rebotes e 2.0 roubos de bola em 23.3 minutos de ação por nove partidas.
Danny Green (US$10 milhões na próxima temporada): 8.6 pontos, 3.6 rebotes e 1.1 tocos em 25.6 minutos de ação por 70 jogos.

Spurs recebe:

DeMar DeRozan (US$83.2 milhões em três temporadas, último ano como opção do jogador): 23.0 pontos, 3.9 rebotes e 5.2 assistências em 33.9 minutos de ação por 80 partidas.
Jakob Poeltl (US$11.6 milhões em três temporadas, últimos dois anos sendo opção do atleta): 6.9 pontos, 4.8 rebotes e 1.2 tocos em 18.6 minutos de ação por noite por 82 jogos.
Escolha de primeira rodada do draft de 2019 (protegida TOP 20)

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.