Por Airton Ferreira

Jogando no AT & T Center, o San Antonio Spurs recebeu o Los Angeles Clippers, e aproveitando da inspiração de Manu Ginobili nas bolas de três pontos, venceu o adversário sem dificuldades por 115 a 90.

A primeira metade da partida foi vencida por 58 a 54 pelo Spurs, que teve em Ginobili (com 16 pontos de seus 24 pontos antes do intervalo), sua fonte para bolas de três acertando quatro em seis tentativas. O time visitante teve em Blake Griffin, com 28 pontos seu maior destaque no quesito ofensivo, pois Chris Paul e Chauncey Billups foram pouco efetivos.

No retorno do intervalo, o Spurs seguia imprimindo seu ritmo contra um Clippers oprimido. Griffin, único jogador que tinha lampejos pelo lado angelino, seguia pontuando sem importar-se com o experiente Tim Duncan. Notando a situação o armador francês Tony Parker decidiu conduzir a equipe a uma diferença maior, fazendo 38 a 17 no período.

No último período, a situação já estava resolvida, e os técnicos colocaram apenas os reservas em quadra.

O Spurs volta a quadra amanhã, quarta-feira contra o Houston Rockets, enquanto o Clippers volta a jogar na sexta-feira, contra Chicago Bulls, jogo televisionado pela ESPN.

Destaques

Los Angeles Clippers

Blake Griffin: 28 pontos, nove rebotes
Caron Butler: 12 pontos, 40% em arremessos de quadra
Chris Paul: dez pontos, nove assistências
Mo Williams: 12 pontos
Caron Butler: 12 pontos

San Antonio Spurs

Manu Ginobili: 24 pontos, seis assistências, cinco cestas de três pontos
DeJuan Blair: 20 pontos, seis rebotes
Tony Parker: 14 pontos, nove assistências
Richard Jefferson: 19 pontos
Tim Duncan: dez pontos, oito rebotes
Tiago Splitter: quatro pontos, um bloqueio, um rebote, 20 minutos

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • Henrique

    Passamos por cima do badalado Clippers, defesa sólida mesmo com os reservas, muito bom.

  • Rivo

    Valeu Spurs. Jogou muito ontem.