Empurrado por sua torcida, o San Antonio Spurs conseguiu uma improvável reação no último período para derrotar o Golden State Warriors por 101 a 95. A vitória de virada manteve um tabu: o time de Oakland não vence os texanos fora de casa há 27 confrontos – ou quase 15 anos.

Embora tenha tido um bom início de jogo, os comandados de Gregg Popovich perderam o controle das ações no fim do primeiro período e permitiram que os visitantes abrissem vantagem antes do intervalo. O time da casa voltou melhor dos vestiários e passou a pressionar mais o adversário no segundo tempo, mas só conseguiria concretizar a reação no último quarto.

Com as boas entradas do armador T.J. Ford e do ala Danny Green, o Spurs encostou de vez no placar e colocou o oponente sob pressão. Com quatro minutos para o fim, os texanos anotaram duas cestas seguidas para tomar a liderança e abrir três pontos de frente. Liderado por Monta Ellis, o Warriors esboçou uma reação, mas acabou esbarrando no armador Tony Parker – com oito pontos consecutivos, o francês sacramentou o resultado.

Apesar da derrota, Ellis saiu de quadra como o cestinha da noite: 38 pontos. Pelo lado vencedor, Parker anotou 21. Ele foi ajudado por Richard Jefferson, que fez 17 pontos e converteu os cinco arremessos de três pontos que tentou na partida.

Golden State

Monta Ellis: 38 pontos, sete assistências

Stephen Curry: 20 pontos, oito assistências

David Lee: 13 pontos, dez rebotes

San Antonio

Tony Parker: 21 pontos, oito assistências

Richard Jefferson: 17 pontos, cinco rebotes

Tim Duncan: 15 pontos, 11 rebotes

DeJuan Blair: 12 pontos, nove rebotes

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.