Steve Kerr: “Não poder jogar ‘destruiu’ Klay Thompson nesta temporada”

Klay Thompson viveu, inquestionavelmente, a temporada mais difícil da carreira nos últimos meses. Em recuperação de grave lesão no joelho sofrida durante as finais do ano passado, o craque não entrou em quadra na campanha e assiste ao pior rendimento do Golden State Warriors em anos. O técnico Steve Kerr conta que, para o moral do ala-armador, foi melhor que tivesse menor contato possível com o elenco nesse período.

“Essa foi uma temporada realmente dura para Klay. Ele ama tanto jogar basquete que não poder jogar o destruiu. Sabemos que não ficou tanto tempo com o elenco nos últimos meses porque doía ver os outros treinando e não conseguir entrar em quadra. Eu compreendi sua postura por saber o quão frustrado sentia-se. Na maior parte do tempo, ver os nossos jogos era torturá-lo”, confidenciou o treinador, em entrevista ao site The Athletic.

A decisão de fechar os centros de treinamento da NBA indefinidamente trouxe uma consequência importante para Thompson: ele “perdeu” o acompanhamento presencial com os médicos da franquia e, agora, conduz o fim de sua recuperação por orientações remotas. Kerr sabe que isso pode ter reflexos negativos, mas, ao lembrar da condição do comandado antes da pausa da liga, continua bem otimista sobre o seu retorno.

“Nas últimas semanas, Klay já estava arremessando e fazendo alguns treinos com o resto do elenco. Sua felicidade era visível. Ele vai estar preparado para jogar na próxima temporada e estamos empolgados com a evolução de sua recuperação. Não tenho dúvidas que, ao lado de Stephen Curry, estará em grande forma em outubro”, previu o ex-armador.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.