Steve Kerr polemiza ao deixar atletas do Warriors conduzirem tempos técnicos

Steve Kerr surpreendeu os jogadores do Golden State Warriors e a comunidade da NBA com uma prática inédita nesta segunda-feira. O técnico resolveu passar a responsabilidade de comandar a equipe durante a vitória sobre o Phoenix Suns para os próprios comandados, entregando-lhes a prancheta e decidindo ficar sem dar orientações nos tempos. Os atletas responderam o voto de confiança à altura, vencendo a partida por 46 pontos de diferença

“Esse time é dos jogadores e eles precisam se responsabilizar, pois determinam o próprio destino. O trabalho dos treinadores não é controlá-los, mas só guiá-los na direção certa. Não acho que eles estavam focados no último mês e essa resolução foi uma tentativa de ‘motivá-los’. Esses caras estão cansados de ouvir minha voz, então pensamos que era o momento de fazer algo mais inventivo”, explicou o ex-armador, em entrevista depois do jogo.

A atitude pouco usual trouxe reações diversas e polêmicas ao redor da liga. O ala Jared Dudley, do Suns, definiu a postura “desrespeito justificado” por parte dos oponentes. “Isso mostra falta de respeito pelo adversário e, no momento, talvez nós não mereçamos o respeito mesmo. Quando você é derrotado por 40 pontos múltiplas vezes, times não vão respeitá-los e isso é algo que precisamos mudar”, refletiu o veterano.

O treinador do Suns, Jay Triano, viu a situação com naturalidade e não acredita ter havido qualquer tipo de falta do respeito do amigo para com sua equipe. “É preciso fazer o que for necessário para fortalecer o seu elenco. Se Steve acha que isso vai ajudá-los, eu tiro meu chapéu para ele. Não tenho nenhum problema com isso. Eu até notei que eles estavam jogando melhor que de costume depois dos tempos técnicos hoje”, brincou o adversário.

A abordagem incomum foi recebida, de uma forma geral, positivamente entre os técnicos da NBA – que, logicamente, foram questionados sobre o assunto nesta terça-feira. Os atletas do Warriors admitiram não terem se sentido totalmente confortáveis na posição, mas aprovaram a decisão do comandante. “Nós temos tantos jogadores inteligentes nesse elenco que todos realmente utilizaram essa oportunidade para tentar coisas novas”, contou o ala Omri Casspi.

E, para quem não gostou, Kerr já adianta: ele pretende implementar o expediente mais vezes. “Fui lembrado hoje de como vivemos em um mundo louco, onde todos querem julgar e criticar uns aos outros. Eu não acho que seja uma abordagem para uso constante, mas é um bom exercício para evitar a monotonia. É preciso fazer de tudo para deixar as coisas o mais leve possíveis após sete, oito meses de trabalho. Então, se puder usar mais vezes, vamos pensar nisso”, garantiu o atual campeão da NBA.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Albert Medeiros

    O cara tem crédito para fazer isso, melhor técnico da NBA nos últimos 4 anos…

    • Doug

      Cara, pra mim, ser campeao e etc não o faz o melhor técnico não…

      • Albert Medeiros

        Mas a minha opinião não se baseia só nisso….

        • Doug

          Sim. Sem problema, meu velho. É que da forma que vc disse, parece simples. Eu tb só dei a minha opinião, de que ele não é o melhor técnico. Tranquilo.

          • Albert Medeiros

            Tranquilo, cara, é bom ter uma opinião diferente, acho ele o melhor técnico no momento, mas pelo histórico vou com Pop…

          • Doug

            Entendo, mas pra mim, Stevens, Snyder, Pop e até Spoesltra, por incrível que pareça, no momento, estão melhores que ele…e veja que contam com times inferiores, mas o que conseguem tirar dos caras e o padrão do jogo que imprimem é sensacional… gostaria de ver o que o Kerr pode fazer em um time mais limitado, para ter a real noção se o cara é bom…lembra qdo muita gente falava do Luke? E hoje? O que dizem?

          • Albert Medeiros

            Pois é, mas saber administrar vários talentos em único time não é fácil, vide Lue,todas as combinações, a ousadia de usar os novatos, a confiança nos jogadores é umas das coisas que admiro nele…

          • Doug

            Vai depender muito dos caras, meu velho…a personalidade de cada um e etc…tem gente que é mais fácil de lidar, principalmente se tem objetivo em comum com outra, um ego mais controlável e etc, que parecer ser o caso…bem, enfim, eu não acho ele td isso…simples assim…não é ruim, mas tb não é o melhor…

          • Albert Medeiros

            Entendi,cara, vários fatores que contribuem para o sucesso do GSW e ele com certeza é um deles…

    • Diego Costa

      Crédito pra cometer desrespeito eu nunca vi. E melhor dos últimos 4 anos é algo bem discutível, esse ano ele não é nem a pau por exemplo.

      • Albert Medeiros

        Bem não achei desrespeitoso o que ele fez, então o crédito que dou não é pra isso e sim de usar o sistema que ele quiser para motivar os seus jogadores…

        • Diego Costa

          Você acha que ele faria isso contra o Thunder ou Rockets? Até parece. O kerr e os Warriors acham que vão ganhar os jogos a hora que quiserem, esse tipo de comportamento não surpreende ninguém visto que ele fica o todo tempo sentado com sorriso de lado, olha bem o game 7 x Cavs, ele sentado como se estivesse vencendo o jogo por 20 pontos, aí quando Kyrie faz a bl3, ele vê a merda e se levanta batendo palma. O mesmo Iggy que tá aí dando uma de técnico, é o mesmo que levou o toco mais humilhante na história do basquete numa final. E o valentão Green deve agradecer aos céus todos os dias por não ter sua carreira encerrada naquela dunk que o Lebron quase acertou em cima dele. O mundo da voltas amigo.

          • Albert Medeiros

            Cara, não curto os caras do GSW , .as infelizmente eles fazem o trabalho deles no final do dia, fazer o quê….

    • Thiago pereira dos santos

      Pra mim tambem ele é o melhor tecnico atualmente.

  • Daniel Nogueira

    Não assisti ao jogo. Me tirem uma dúvida: os jogadores foram “técnicos” durante toda a partida ou foi apenas em um tempo técnico?

    • João Vitor – Heat Nation

      Pelo que foi falado foi na partida, ou seja o tempo inteiro.

  • Caíque Paro

    Só tem cuzão nesse time. Se liga nos nomes: D. Green (o mais cuzão da liga), Durant, Curry, Thompson… Os caras são craques, mas são um bando de cuzão!

  • Albert Medeiros

    Sou torcedor do Cavs,mas pensando aqui acho q o Kerr não recebe o crédito que merece, mas o melhor tipo de crédito deve ser o título da NBA…

    • Doug

      E Mark Jackson?

      • Albert Medeiros

        Reparou como a franquia é incrível?? Vai dos donos,passando pelo GM, pelo comissão técnica e pelos jogadores, não dou credito sozinho ao Kerr, não sou tão tolo,kkk

        • Doug

          Sim. Sinceramente, só não acho o Kerr td isso que dizem…

          • Albert Medeiros

            Na verdade, não são muitos que tem a minha opinião, kkkk…

          • Doug

            Já vi muitos, hein…

          • Albert Medeiros

            Sei não ,hein, geral paga pau pro Stevens e Pop…

          • Doug

            Não é nem pagar madeira não…o trabalho dos caras fala por si próprio…não vejo esse “trabalho” vindo do Kerr…quem sabe, futuramente…

          • Albert Medeiros

            Mas o Pop e Stevens ja recebem o devido reconhecimento, e merecem isso….grandes técnicos.

          • Doug

            Pois é…não acho que o Kerr mereça o mesmo que eles, pelo menos até o momento…

    • Daniel

      Acho que o único mérito do kerr foi pegar um esquema criado pelo don nelson e amplificar num time que já estava quase pronto.

      • Albert Medeiros

        Ok.

    • vsr.snake

      Pra mim cai no mesmo caso do Spoelstra. Pessoal contestava a verdadeira capacidade dele por ter treinado um time com 3 estrelas muito inteligentes dentro de quadra, Inclusive, eu levantava essas dúvidas tb. Mas vimos que com o time limitado do Heat esses últimos tempos ele vem fazendo um trabalho excelente. Treinadores badalados, como Popovich e Carlisle, já provaram que podem tirar leite de pedra, assim como o Stevens atualmente no Celtics. Vamos ver quando esse time do Warriors perde o talento que tem, pra ver se o Kerr é tudo isso mesmo.

      • Albert Medeiros

        Não acho que seja a mesma situação, GSW é um time com mais recursos, mesmo que uma das estrelas não joguem ele sabe deixar o time competitivo, é só lembrar do time campeão na orimprim vez com ele e da regular em seguida…

        • vsr.snake

          Mas o Warriors sem o Durant tinha um dos melhores bancos da liga, até melhor do que o próprio Warriors tem hoje, tanto é que foi o banco dele que ganhou aquelas finais. Ele sempre teve um roster muito completo na mão.

    • Fabrica de Vassilo

      Eu lembro da era Mark Jackson no time, que o time já era bom é tinha uma puta duma defesa. Trocaram Mark por ele e ele conseguiu levar o time pra outro lvl. O ápice foi “descobrir” Draymond Green, é acho que nenhum outro treinador da liga conseguiria desenvolver o Green do jeito que ele desenvolveu.

      • TRUETHIAGO

        Na verdade, a princípio o Kerr iria começar a temporada com o David Lee. A única mudança dele em relação ao time do Mark Jackson seria o Barnes de titular; Iggy vindo banco. Só que o Lee sofreu uma lesão muscular justamente no último jogo dos Warriors na PRESEASON…

        O Green naturalmente ganhou a posição, afinal de contas ele já vinha pedindo passagem no time, fez uma boa Serie contra os Clippers nos playoffs, a despeito deles terem perdido (4×3) teve destaque pela defesa em cima do Griffin, que estava deitando em cima do Lee nos primeiros jogos.

        Aí, o GSW encaixou perfeitamente, teve aquele início de temporada devastador (22-3 ou 23-4, algo assim, não lembro agora de cabeça, com sequência de 15 vitórias nesse meio) e quando o Lee estava recuperado para voltar, obviamente tinha perdido o lugar, e Kerr manteve o Draymond Green.

        Claro, o Kerr também poderia fazer essa mudança no decorrer da campanha, mas do jeito que aconteceu meio que no acaso, o próprio David Lee não fez bico e aceitou seu papel mais reduzido no time campeão.

        • Fabrica de Vassilo

          Sim, eu lembro disso tbm, que meio que foi por acaso. Mas a decisão de dar mais espaço ao Green ao invez de usar outro jogador mais experimentado (por exemplo, Iggy como SF e Barnes como PF) foi dele, é acho que ele quem deu o aval pra ele ter essa liberdade que tem hj.

    • Thiago pereira dos santos

      Verdade cara,jogam tudo na conta do M.Jackson como se ele fosse o grande responsavel por fazer esses jogadores todos evoluirem,e por ter mudado o jeito deles jogarem, mas na verdade nao é. é claro que o M.Jackson tem os seus meritos e foi o grande responsavel pela montagem desse elenco,mas vejo mais meritos do Kerr nisso tudo que o GSW é hoje do que dele.

      • Doug

        Eu já acho que o Jackson que não levou nada do merecido…raramente vejo alguém dando algum crédito a ele, ou ao menos, fazendo menção à importância do trabalho que teve à frente do time…

        • Thiago pereira dos santos

          Nao é bem assim,pra muitos ele tem bem mais meritos que o Kerr nisso tudo,inclusive aqui mesmo no jumper,no que eu acho um grande exagero e nao concordo. eu mesmo ja entrei e vi discussoes aqui sobre esse assunto. O M.Jackson tem seus meritos nesse time,e isso é inegavel tambem,mais é fato que foi na mao do Kerr que esse jogadores todos evoluiram e começaram a jogar esse grande basquete que estamos vendo hoje,pois na epoca do M.Jackson nao era assim. por isso eu vejo bem mais meritos do Kerr nisso tudo,do que do Jackson,mas é so a minha opiniao.

  • Rastaman

    Gênio, fez os jogadores focarem um jogo bosta que eles já sabiam q iam ganhar.

  • Doug

    Sem mimimi, mas não achei adequada a atitude e, de certa forma, o recado poderia sair pelo avesso, como a mostrar que qq um, com um mínimo entendimento do basquete, poderia treinar um time desses…ele teria outras formas de atingir o seu objetivo e de exercer a democracia participativa junto ao time…D. Booker disse: “Se ele não tivesse 04 estrelas no time, não acho que ele teria feito aquilo.”

  • Marcelo Desoxi

    Falta de respeito é o que o Suns faz com o termo “competitividade”.
    Os caras tomam 112 pontos por jogo e ainda reclamam de levar chinelada.

    • Doug

      kkk

    • Albert Medeiros

      Kkkkkkkk

  • Felipe Rodrigues

    Tomara q outras equipes façam isso contra o Suns, quem sabe assim essa diretoria sem vergonha começa a trabalhar.

  • Daniel Alves

    Não adianta, amigos… A maioria dos comentários aqui é pautada pelo ódio (haterismo) que alguns nutrem gratuitamente pelo GSW. Tudo que esse time fizer vai ser criticado. O estilo de jogo (small ball), os jogadores, a ida do Durant pra Califórnia, a quebra do recorde na regular, o jogador mais sujo da liga bla bla bla

    • Thiago pereira dos santos

      Verdade,e penso da mesma forma.

  • vsr.snake

    Contra Suns é fácil, quero ver fazer igual o Pops, que deixava seus jogadores chamarem jogadas no meio dos play offs e até nas Finals. Fora que o no Cavaliers é assim desde que o Lue virou head coach heheheheh

  • xmaah

    nada tão absurdo, o mimimi todo foi porque fez com um time fraco então é só repetir o feito com um time forte que fica tudo na boa.

  • André Spurs

    Achei bacana, e como o Kerr mesmo já disse os jogadores tão desgastados fisíco e mentalmente, ele só fez isso para motiva-los.

  • Gustavo Freitas

    Talvez, somente talvez, ninguém pegou o espírito da coisa.

    Kerr começou a carreira pelo Suns e, por lá, foi GM. Deixou o Suns puto por alguns problemas com Robert Sarver (quem nunca?). Teve uma pitada de rixa.

    Kerr, uma vez admitiu que conversou com Pop sobre o tank que o Spurs fez para pegar Duncan no draft. Ele era terminantemente contra esse tipo de atitude. Não que o Suns o faça por querer, mas pelo que coloca em quadra. O Suns escala ali o que dá. É um tank disfarçado, mas é tank.

    Só que, por ter ficado estranho, ele vai utilizar isso outras vezes para não parecer que tem problemas com a franquia.

    • Fabrica de Vassilo

      Eu lembrava que ele tinha sido GM do suns mas não sabia de todos esses detalhes.

    • Doug

      Sim. Mais uma explicação…achei bem acintoso mesmo qdo vi…e não sou hater do GSW…dava para sentir que não era só o que ele disse…mas, outros têm o direito de não verem nada demais nisso tb…

  • TRUETHIAGO

    https://uploads.disquscdn.com/images/9556ef011560d454bfc80b8dedfe5a4546a9e9bd57a8a02a18abf40963c0acb8.gif

    Até o Embiid já bancou o Head Coach, e não tinha nem estreado ainda nessa época (ver gif)*

    Enfim, a polêmica só ganha essa dimensão porque é o GSW envolvido mesmo, o time que mais sofre e atrai “hate” na atualidade. Sempre vão buscar algum motivo para legitimar a antipatia, existindo motivação ou não.

    • pedrokadf

      sem mais, concordo com tudo, e olha q vou torcer pelo cavs nessa temporada…

      • TRUETHIAGO

        Não tem problema, ninguém é obrigado a gostar do GS, ou preferir que outros times sejam campeões, faz parte, normal.

        Mas também não precisa ser desonesto intelectualmente, ficar forçando a barra para polemizar qualquer coisa que envolve eles, querendo transformar os caras em vilões, arrogantes e blá blá blá.

        • pedrokadf

          exatamente isso!!

  • Rafael Victor

    A forma como eles fez isso é que foi muito escrota, ele simplesmente largou a prancheta na mão dos caras e sentou no banco com o maior desdém e menosprezo, enquanto deveria pelo menos ficar ao do lado ou em pé conversando com os auxiliares!

    Mas esses bostas vão pagar por essa arrogância mais pra frente!

    O castelo de areia vai ruir!

    • M.

      Continua com isso, está dando certo, cada vez que você disse isso, mas da certo, é o mesmo comentário das finais, quando disse que iria perder e funcionou.
      Mais pra frente? É muito relativo, pode ser daqui 1 ano ou 5 anos, então uma hora ou outra o GSW não vai ganhar, porque o tempo passa para todos, e você vai vir aqui pagar de sabichão? Acertei né ?

    • Thiago pereira dos santos

      Não viaja cara,ele fez assim mesmo que é para dá mais confiança pros seus jogadores,e não pra menosprezar ninguém. Pois se fosse pra ele ter ficado lá do lado os orientando,não havia muito motivo pra ele fazer isso,seria a mesma coisa dele ainda está comando o time. Inclusive o próprio Phil Jackson e o G.Popovich já fizeram isso,por isso não vejo motivo pra esse alarde todo.

    • Daniel Alves

      Sempre o mesmo haterismo… Até quando?! Cresça, demente!!

  • MDias

    Puta de um otário esse técnico e seu elenco covarde. Com 4 all star no time até eu vou lá rabiscar qualquer coisa na prancheta…
    Jogador sugerir jogadas é uma coisa, pegar a prancheta e bancar o técnico é outra bem diferente…

  • M.

    É simples, quando o time é bom e ganha campeonatos e continua sendo ameaça, vai provocar tanto o ódio como fascinação de outros. Se fosse um time meia boca, não existiria tanto ódio. Seja pelo motivo de revolucionar a NBA, que a grande maioria dos times estão tentando mais cestas de 3, por causa do jogo deles, outros pela ida do Durant (até é aceitável dos torcedores do Thunder ver o maior jogador deles ir para a equipe que os eliminou na WCF), alguns torcedores do Cavs (ou digamos do Lebron?), já que esse time tirou 2 anéis do Lebron.
    Depois vai ter outro time bem dominante, são eras, e esse time dominante vai nutrir o ódio e a fascinação.

  • JOSE MARINHO

    Bom, eu acho que existem jogadores que desenvolvem capacidade tecnica e de liderança e elas podem ser aproveitadas de diferentes formas, até acho que eles sem jogar podem atuar como assistente e cantar jogadas pros jogadores como fez o DG, so não concordo de não haver supervisão, má não crítico o que ele fez, mas o desdém. Lembro que embiid ja fez, Lebron tbm, senao me engano Butler ja apagou a prancheta do TIBBS no bulls e ele mesmo refez a jogada pro Rose num jogo que assisti, deu certo, achei estranho de começo, mas isso é bom. Parabens pro DG, tem essa habilidade extra, mas Kerr, seja menos escroto da proxima e finja se importar pelo menos,

  • Erich Zager

    O Phil Jackson fez isso com os Lakers, por exemplo, e o Kobe comandava vários tempos técnicos, principalmente em de 2010…definitivamente esse não é foco da matéria, apesar de não usual, esse expediente acontece. é uma simples tática pra manter o elenco na mão.
    uma coisa eu quero ver, o GSW ou qualquer outro time tomando 20 pontos nas costas e o Steve Kerr ou qualquer outro treinador ficar quito no canto sem falar nada, deixando o time na mão dos jogadores hahahahahahahahahaha isso eu DUVIDO que alguém faz

  • Thiago pereira dos santos

    Não vi nenhuma forma de desrespeito,inclusive ele avisou pro outro time que iria fazer isso antes do jogo começar. Foi mais uma forma de tentar motivar os seus jogadores,e preparar eles pra quando precisar em certas ocasiões. Até o Phil Jackson e o G.Popovich já fizeram isso,então não vejo motivo pra tanto alarde.

  • O que pegou mal foi a forma que o Kerr fez, se ele deixa os jogadores comandarem as jogas mas ao menos fica junto a eles vendo que decisões eles tomam, talvez não tivesse tanta repercussão, porque pareceria mais como um execício visando a responsabilidade do atletas junto ao time. Ao invés disso ele simplesmente largou a prancheta e ficou sentado distante dos atletas, isso alimenta as especulações de desrespeito com o oponente.

    • Renan Rafael

      tem razão concordo plenamente

  • Erick

    Quanto mimimi…

    Todos os jogadores profissionais passam diversas horas na sala de vídeo, vendo erros e acertos, deles e dos adversários. Boa parte dos jogadores da NBA tem capacidade de pegar uma prancheta e dizer os erros do time ou desenhar uma jogada. Isso significa que todos podem ser técnicos? Óbvio que não, mas é bem claro que todos são capacitados para fazer esse basicão em um jogo contra um dos times mais fracos da atualidade.

    Desrespeito seria chamar um fã ou deixar o segurança fazer o trabalho.

    Segue o baile.

    • Guilherme Petros

      E mais, isso é uma forma de fazer seus jogadores evoluirem taticamente e passarem a ver o jogo por outra otica. Sem contar que, caso algum jogador queira seguir a carreira de treinador futuramente, esse é o melhor começo possível.

  • Gustavo Santos

    Curti a decisão do Kerr e concordo com todas as falas dele sobre isso. Queira ou não vc “levanta” a orelha qdo alguém diferente diz oq vc tem que fazer. Se vai virar moda ou se isso vai acontecer com algum adversário forte eu já não sei. Por outro lado o kerr não pode perder o controle do time caso isso ocorra frequentemente, talvez isso pudesse ser feito apenas am alguns pedidos de tempo e não um jogo inteiro.. De qualquer forma achei legal isso aí

  • Guilherme Petros

    “O trabalho dos treinadores não é controlá-los, mas só guiá-los na direção certa.”
    A revolução do Kerr vai além da tática, da defesa sufocante, da velocidade absurda e das bolas de 3. Tem a ver com o pensar o basquete e a forma de ver a equipe; abdica a ideia de que disciplina tem que ser algo militarizado, de que respeito tem a ver com obediência e etc. Transformou a própria ideia de time em algo mais parecido com uma cooperativa que com uma empresa e fez isso de forma vencedora. Incrível.