“Já com saudades”, Steve Nash anuncia aposentadoria do basquete

Um dos melhores armadores da história da NBA decidiu que a hora de parar chegou. Steve Nash anunciou oficialmente sua aposentadoria do basquete neste sábado, em uma carta publicada no site The Player’s Tribune. O anúncio finaliza a carreira de 19 anos do ídolo do Phoenix Suns, vencedor de dois prêmios de MVP e protagonista de uma das trajetórias de sucesso mais improváveis já vistas na liga.

“Eu ouvi alguém dizer um dia que há um momento em que as pessoas falam que você não tem mais condições de jogar. Quando você é um jovem cheio de sonhos e contam isso, assusta. O que fiz, então? Tracei objetivos, mantive a obsessão pelo jogo, sonhei, me esforcei. Inspirei-me em meu herói, Isaiah Thomas. Pensava que se melhorasse a cada dia, por cinco ou dez anos, um dia poderia ser tão bom quanto ele”, lembrou Nash, de 41 anos.

O craque ainda está sob contrato com o Los Angeles Lakers até o fim da temporada, mas um problema crônico nos nervos das costas deixou-o fora de ação desde outubro do ano passado – quase decretando sua aposentadoria. A notícia também frustrou um trabalho físico especial que ele havia realizado ao longo da última offseason inteira. Foi o capítulo final de sua história “obsessiva” com o esporte.

“A obsessão tornou-se minha melhor amiga e a coisa pela qual sou mais agradecido em minha carreira. Em minha vida, de certa forma. É óbvio que valorizo mais meus filhos e família do que o jogo, mas ter essa amiga – essa onipresente busca por ser melhor – fez de mim quem sou. Aprendi muitas lições valiosas sobre eu mesmo e a vida em quadra. Lógico, ainda tenho muito para aprender”, contou, admitindo o papel do esporte em sua formação como pessoa.

O melhor momento da carreira de Nash aconteceu em sua segunda passagem pelo Arizona, quando liderou o Suns por anos como um dos favoritos ao título. Naquela época, vieram as múltiplas convocações para Jogos das Estrelas, seleções para quintetos ideais da liga e os dois prêmios de MVP. No entanto, nunca o tão sonhado anel. Provavelmente, sua maior lamentação em uma trajetória absolutamente brilhante.

“Não ter conquistador o título que os torcedores do Suns mereciam sempre vai doer. Sim, nós tivemos azar. Eu sempre vou olhar para trás e pensar que podia ter convertido um arremesso a mais, não cometido um erro ou feito um passe melhor, mas não me arrependo de nada. Aquela arena sempre estava lotada e pulsando. Foi o melhor momento da minha vida. Obrigado, Phoenix!”, agradeceu o veterano, que jogou um total de dez anos pela franquia.

Nash nunca foi um atleta de elite, sempre teve reconhecidos problemas defensivos e chegou à NBA em um momento em que os canadenses não eram presença comum nas quadras do melhor basquete do mundo. Mesmo com as limitações e dificuldades, porém, alcançou um patamar quase tão alto quanto qualquer armador na história da liga. Por isso, olhar o fim da jornada é, inevitavelmente, lembrar o início.

“É provável que eu nunca mais joguei basquete novamente. É amargo. Eu já sinto saudades imensas do jogo, mas também estou empolgado com o que vou aprender a partir de agora. Quando penso em minha carreira, vem á cabeça aquele garoto com sua bola de basquete, que apaixonou-se pelo esporte. É com ele que ainda me identifico e identifiquei-me ao longo de toda minha carreira”, encerrou o astro.

Décima quinta escolha do draft de 1996, Nash jogou 18 temporadas na NBA e – além de Suns e Lakers – atuou também pelo Dallas Mavericks. Além dos dois MVPs, o craque foi eleito para oito Jogos das Estrelas e possui sete seleções para um dos quintetos ideais da liga no decorrer da carreira. No livro de recordes do Suns, ele é o recordista de assistências (6.997), cestas e índice de conversão para três pontos (1.051, 43.5%) e aproveitamento de lances livres (90.7).

Com 10.335 assistências distribuídas na carreira, Nash ainda é o terceiro maior assistenciador da história da NBA. Ele só fica atrás dos grandes John Stockton (15.806) e Jason Kidd (12.091).

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • joaospurs

    Já estava na hora. Jogou muito, grande Nash!

  • Um dos melhores armadores que vi jogar sem dúvida, visão de jogo impecável e uma capacidade de infiltrar no garrafão pra fazer passes incríveis que poucos armadores têm, apesar de não ter sido um grande defensor, mas merece as devidas homenagens,e até ter a camisa aposentada pelo Suns, mesmo sem ter conquistado nenhum título foi a alma do time por vários anos…

  • BMCS

    Um dos melhores armadores que pude ver jogar!

  • Galvão – EL HEAT

    Eu lembro de ver um vídeo em que o Nash tava chegando no ginásio quando ele jogava pelo Dallas ainda que ele tava com uma roupa muito feia, o cabelo com umas luzes ridículas parecendo que um integrante do falecido N’Sync rs

    Mas eu peguei uma fase do Nash em Phoenix em que ele jogava demais, ditava o ritmo como um maestro, passava a bola que nem dava pra ver pra quem foi. Acho que ele não deveria ter ido pro Lakers na época, acho que era pra ter parado. O documentário que ele tava fazendo era agonizante, ver ele treinando sozinho, recebendo as notícias que poderia ser cortado, acho que não precisava passar por isso mesmo que o conteúdo ali seja muito emocionante. Mas o que ele fez jamais será esquecido e terá claramente seu nome no HOF.

    • More

      Esse documentário lançou? Qual é o nome?

      • Uncle Drew

        Foi feito pelo Grantland. Num sei se vc conhece, parece q o dono é o Bill Simmons. Vai lá na ESPN gringa ou no youtube e procura algo relacionado ao Steve Nash e o Grantland

        • Uncle Drew

          Foi feito pelo Grantland msmo. Tá no Youtube, esse é o primeiro episódio https://www.youtube.com/watch?v=baR57TLvxhc

          • More

            Opa, brigadão brother

          • More

            Assisti aqui, a bagaça é boa mesmo. Valeu por me falarem sobre esse documentário.

  • Cleberson

    Lenda. O melhor PG que vi jogar na NBA.

  • indalencio

    Sou fa dele, uma pena terminar a carreira sem um anel e no Lakers.

  • Daniel Serafim

    Mito! Um dos melhores armadores que vi jogar, aquele time com Nash, Leandrinho, Matrix, Stoudamire, Raja Bell entre outros foi um dos melhores times que vi jogar! Pra mim, o segundo melhor jogador da história do Suns (perdendo apenas para Kevin Johnson).

    • Claudio R.

      Charles Barkley mandou um oi….

      • Lucas

      • Daniel Serafim

        Questão de opinião, meu camarada, Barkley foi um mito tanto em Philly como em PHX, mas KJ para mim foi mais importante pois, além de jogar a carreira inteira no Suns, foi um dos melhores jogadores da franquia.

        Uns acham que o mais importante foi Barkley (embora sua passagem pelo Suns tenha sido curta), outros dizem que é o próprio Nash, mas, como disse acima, é uma questão de opinião.

  • Um dos melhores amadores que ja vi jogar, naquele time do Suns que tinha, Nash, Leandrinho, Boris Diaw, Amare Stoudemire, Shawn Marion, Grant Hill, PQP era um time respeitavel.. aquele tempo de Suns era muito bom de ver esse time jogar rs

    • danielzera

      O Grant Hill já estava lá nessa época? Pensei q ele estava no Orlando ou no Detroit…

      • Joao Rafael Barros

        Grant Hill

        Detroit: 94 até 2000
        Orlando 2000 até 2007
        Phoenix: 2007 até 2012
        LAC: 2012 até 2013

  • Ruan

    Será que vai ter camisa aposentada????

    • Michel Moral

      Ao meu ver merece. Dois MVP!

      E sem dúvida sera HOF.

    • Com certeza

    • tiago

      Com certeza vão aposentar a camisa dele.

  • Lourenço

    Melhor PG e jogador mais inteligente/criativo que vi jogar
    Sentiremos sua falta mito

  • rubem

    2 melhor PG que vi jogar…1 foi Kid.

  • Uncle Drew

    Gênio! Esse é First Ballot pro Hall da Fama com certeza!. Deveria ter levado aquele titulo de 2007! Q Injustiça! Além disso mts ex-companheiros deveriam agradecer e mt a ele, viu Stoudemire e Gortat!. Como ele transformava os jogadores em quadra com suas assistencias!

    • Uncle Drew

      Roubo é pouco pra o q aconteceu com o Suns naquele jogo 4 contra San Antonio!

      • Uncle Drew

        *antes do jogo 4

  • Michel Moral

    Pra mim, 04 armadores que eu pude acompanhar na ordem: Payton, Kidd, Nash e agora CP3.

    Payton era o melhor defensor, disparado. Fez uma das dobradinhas mais impactantes da história, com Kemp.

    Kidd foi o mais completo deles.

    Nash acho que era o mais dinâmico de todos. Um verdadeiro líder.

    CP3 tá nesse rol, mas ao meu ver ainda deve alguma coisa. Não fez nada que a gente possa dizer “olha, ele é aquele cara que…”

    Mas enfim, acho que foram os últimos quatro grandes que tivemos. Dali para trás não acompanhei tanto para dizer.

    • “olha, ele é aquele que…” reúne tudo o que você pede de um jogador pra sua posição ? Acho que seria uma frase válida falando do CP3.

      Kidd foi o mais completo por conta de sua habilidade nos rebotes, mas isso é realmente necessário pra um PG ? Acho que não. Claro que se você conseguir incluir isso fica melhor ainda, mas não vejo que isso faça diminuir a qualidade de um PG.

      • Michel Moral

        Tudo que agrega valor o Kidd tem. Rebotes eram meroa detalhes, mas que faziam dele ainda melhor. Não deixa de ser o mais completo. Ele não dava menos assistências por isso. Então, só vejo pontos positivos.

        Em relação o CP3, pode ser uma boa definição a que vc deu. Mas pra mim, ainda ele está abaixo dos demais. Nem tanto pela qualidade, mas acho q falta um pouco de tesão pra ele, querer algo a mais, decidir mais. Porém, isso não faz dele ruim ou algo assim. Só pelo fato de ele dividir espaço vom os outros três, por si só, já é um motivo de glória.

        • Eu falei dos rebotes porque é algo que o Kidd possui e que o CP3 não, falando das qualidades principais. Mas eu concordo com você, Kidd não é só o PG mais completo desses que você citou, mas também é um dos jogadores mais completos de sua geração.

          Sobre o CP3, tenho que concordar. ás vezes, ele parece bem morto em algumas partidas, mesmo conseguindo bons números. É uma característica pessoal, dificilmente será mudada.

  • Mito. Infelizmente, alguns lembraram dele pelo seu insucesso nos últimos anos da carreira e por não ter ganhado um anel. Mas eu prefiro lembrar dele como um mestre no Pick and Roll, e um dos melhores da história.

  • danielzera

    Se o Nash tivesse uma defesa ao menos mediana…

    De qualquer forma, já tem o seu lugar como um dos maiores gênios (ofensivos) do basquete.

  • Luiz Henrique Santos

    Nash, o seu impacto não pode ser medido por meras estatísticas ou prêmios coletivos ou indivíduais, você jogou demais, não tenho dúvidas e nem medo de afirmar que você foi o melhor armador que eu vi jogar, espero que o Suns aposente a sua camisa…

  • Maateeus12

    “Só aos 30 anos de idade, depois de uma carreira apenas boa, um armador canadense se torna duas vezes seguidas o melhor jogador da temporada da NBA! Isso durante o auge de Tim Duncan, Kevin Garnett e Kobe Bryant. Não é à toa que existem canadenses que defendem Nash como o melhor e mais importante esportista do país, superando até Wayne Gretzky, considerado para muitos o maior jogador de hóquei de todos os tempos (no país no hóquei!). O motivo, polêmico, é até simples e pode ser entendido com uma comparação um pouco forçada aqui no Brasil. Pelé pode ser o melhor jogador de futebol de todos os tempos e é brasileiro, mas não parece apenas uma questão de tempo até o Brasil formar o melhor do mundo? Muitos jogadores espetaculares de futebol vieram antes de Pelé, muitos jogaram ao seu lado e tantos outros vieram depois. Por algum motivo produzimos grandes jogadores e claro que um ia calhar de ser superior aos outros. Mas e, sei lá, o Guga? O Brasil teve um tenista (!) tri-campeão de Grand Slam e que terminou uma temporada como melhor tenista do planeta. Sem nada a favor dele, o cara foi lá e se infiltrou num ambiente dominado por outros e se destacou absurdamente. Nash fez isso no basquete e um pouco mais.

    A cabeça é dele e não podemos ir lá mexer, mas daqui, olhando de longe, o título é o de menos. Vencer campeonatos envolve mais do que um jogador, é elenco, é adversário, técnico, sorte, punições absurdas, lesões, poucas posses de bola em jogos que podem ir para qualquer lado. Mas mudar para sempre a cara do esporte pelo qual você se dedicou a vida toda é para poucos! Steve Nash, se realmente se aposentar agora, vai embora como principal personagem da última grande revolução tática da NBA, tendo mudado a cara e a popularidade do basquete no Canadá, com dois troféus de MVP, uma penca de aparições em All-Star Games e alguns recordes impressionantes: líder da história da liga em aproveitamento de lances-livres (90,4%) e membro do exclusivíssimo Clube do 50-40-90. Para quem não conhece, o clube é para quem já acabou uma temporada da NBA com ao menos 50% de aproveitamento nos arremessos de quadra, 40% de 3 pontos e 90% nos lances-livres. Além de Nash, apenas Kevin Durant, Dirk Nowitzki, Reggie Miller, Mark Price e Larry Bird. A maioria conseguiu as marcas apenas uma vez na carreira, mas Bird conseguiu duas e Nash, bem, Nash conseguiu 4 vezes entre 2005 e 2009. Época, aliás, onde liderou a NBA também em assistências todo santo ano.

    Sinceramente, precisa de mais? Azar do anel que não pode ir pro dedo do Nash.”

    Nash MITO!

    Recomendo a leitura do artigo “O AMPLO E CLARO LEGADO DE STEVE NASH” do Bola Presa.

    http://bolapresa.com.br/o-amplo-e-claro-legado-de-steve-nash/

    • BMCS

      Que belo texto, meu velho! Valeu muito!!

    • TimoteoRP

      Vim aqui so pra recomendar esse texto do BP… Sensacional, diga-se de passagem…

  • Um dos maiores erros que o Mark Cuban fez foi deixar o Nash sair para dar um contrato monstruoso ao Eric Dampier….

  • Terceiro maior PG da história, atrás apenas de Isiah Thomas e John Stockton. Não gosto do Magic, é overrated. Não defendia bem, e não sabia rodar a bola bem, só dava assistências em contra ataques.

    • Maateeus12

      Magic Overrated? Não fala uma barbaridade dessas cara. Haha

      • É o que acho. Só fazia esses shows dele em 3 vs 1. Agora manda ele rodar a bola, fazer uma jogada, chutar de 3, defender… Não sabe.

        • Claudio R.

          caralho, o cara jogou ate um jogo de final como Pivô animal e fez 42 pontos… não atoa foi o mvp finals mais jovem da historia

    • Kleber

      Não sei o que é pior, Isiah Thomas top 3 ou Magic overrated

      • SalomonHeat

        Isiah Thomas é top 5, no mínimo e PARA MIM é melhor que Stockton mas Magic era bom demais, não dá pra comparar.
        1. Magic
        2. Robertson
        3. Thomas
        4. Stockton
        5. Payton
        6. Kidd
        7. Nash

    • Uncle Drew
    • Claudio R.

      pqpppp, eu não li isso…kkkkkkkkkkkkkkkkk. Caralho, falar que o Magic Johnson é OVERRATED?????… Ei parceiro, sabe pq ele se chama “MAGIC”????…Fala serio, e ainda dizer que o Nash é o Terceiro melhor armador de todos os tempos… Ai o cara esquece de Oscar Robertson, Bobby Cousy, Magic Johnson, John Stockton, Jason Kidd, só pra citar alguns muito melhores que o Isaiah Thomas e Steve Nash… tem cada uma!

    • Igor

      Meu jovem, o Magic foi o jogador mais completo de todos os tempos. Só isso. Vai ver teu Naruto, vai.

  • Tiago Paz

    Foi bom (muito bom) enquanto durou…

  • Tiago Paz

    Foi bom (muito bom) enquanto durou!

  • Kleber

    Só oficializou né ? Nash foi o melhor PG que eu vi jogar. Titular na minha seleção dos melhores que eu pude ver jogar. Clássico, visão e passes que humilhava qualquer defesa. Mais uma lenda a se aposentar sem anel, o que não muda em absolutamente nada a sua carreira.

  • Álvaro S.R.

    Um dos melhores armadores que pude assistir, pena que o final de carreira foi um tanto quanto melancólico.

  • TRUETHIAGO

    Craque com C maicusculo, visão de quadra espetacular e eximio arremessador. Daqueles caras que fazem os companheiros melhorar com ele armando, sem nenhuma vaidade. PG clássico demais, um dos tops da posição. Assim como Stockton, aposenta-se sem ter conquistado seu anel de campeão, mas o que eles representam tornam isto um mero e estatístico detalhe.

  • Luiz Henrique Santos

    Há controvérsia nesta aposentadoria aí, segundo a imprensa americana O Cavs estaria atrás de Nash para ser backup do Kyrie Irving…
    http://www.thescore.com/nba/news/727957

    • Bucksss

      Meu de uma traduzida no texto e lê com calma a matéria pra vc entender.

  • ANONIMO 2.0

    2 melhor PG que vi jogar, o primeiro foi o Noah

  • gabrielnba

    Uma pena, mas chegou a hora, jogou demais

  • caio_l

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, sério mesmo que li aquilo sobre o Magic.

    https://www.youtube.com/watch?v=q8Qbo0WqvOI

    vê um pouquinho que ele fez.

    Nash foi um absurdo como armador, inteligencia, técnica e velocidade, tinha uma leitura do jogo como poucos, ainda mais no jogo de transição. Pena não ter ganhado um anel.

  • Rodrigo Aguiar

    Pensem em quantos grandes jogadores tiveram na liga e não chegaram nem perto de um MVP. E ele possui dois… o cara era demais, o melhor armador que eu vi jogar!

  • joaomcgrady

    Valeu nash, obrigado por tudo: os anos, o esforço e tudo mais que fez o estado todo de Arizona para pra assistir você. Você é eterno pra nós. Boa sorte na nova vida.

  • Jota

    Uma lenda viva! Armador puro, dos que fazem falta hoje em dia com esses combo guards! Espero que tenha a camisa aposentada e tenha sua devida homenagem em Phoenix.

    Agora, o mundo parece ter virado de cabeça pra baixo quando tu percebe que um jogador desse não foi campeão e Mario Chalmers tem 2 títulos! Parece até piada.

    Nada contra o Heat, claro! Um título não faz um jogador, já que tantos mitos se aposentaram sem anel, mas esse é o tipo de jogador que merecia no mínimo 1.

    Melhor armador que vi jogar (Depois do Rondo por questões clubísticas)!

  • MITO!!

  • marcos

    Só fica atrás Isaiah Thomas e do J.Stockton…mito Nash.

  • PedroHEAT

    É mito, sem mais. Parabéns pela carreira brilhante. De quastionamentos ficam só com o maldito prêmio de MVP. Não consigo aceitar. Mereceu? Claro. Não falo dos do Nash, falo dos outros. Porque uma coisa é fato: Nash aposentou com DOIS MVPs enquanto Kobe e Shaq, ainda mais lendários que ele, ficaram com um só. Sei que são posições diferentes e blá blá blá mas ainda assim. Tenho birra desse MVP…

    Enfim, desviei do assunto kkkk Parabéns ao NASHHH, um dos melhores PGs da história com certeza

    • PedroHEAT

      questionamentos*