Técnico do Celtics revela ter tido longa conversa com Kyrie Irving após derrota

Kyrie Irving tornou-se símbolo e grande alvo da crise que o Boston Celtics vive nas últimas semanas. Segundo Kevin O’Connor, do site The Ringer, o astro estaria frustrando elenco e executivos da franquia com uma conduta distante e desunida em relação aos companheiros de time. O treinador Brad Stevens não confirmou a informação, mas revelou ter tido uma franca conversa, em separado, com o astro.

“Kyrie seria a primeira pessoa a dizer que esse ano não tem sido exatamente como imaginávamos, mas ainda não terminou. Nós tivemos uma longa conversa após a derrota contra o Houston Rockets e acredito que realmente o atingiu de forma positiva. Ele vem carregando um peso enorme nas costas, então lida com grande stress. Não tem sido fácil para ninguém aqui”, contou o jovem técnico.

É óbvio que Stevens sabe o que tem sido comentado nos bastidores da NBA, mas garante que a reunião não foi motivada pelos rumores. Foi só uma ação de rotina que, por coincidência, chegou ao criticado jogador. “Converso com todos os meus atletas, então não foi nada demais. Não foi nada formal ou coisa assim. Só foi um lembrete de que há muitos jogos ainda – e, com isso, chances de recuperação”, resumiu.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Albert Medeiros

    Cara, como odeio ver o Celtics jogarem, sempre foi assim, não tenho paciência e não concordo com nada que a franquia faz, em suma que se foda esse time …kkkkk

    • NNeto

      O maior de todos sempre vai atrair invejosos.

      • Albert Medeiros

        Kkkkkkk,só disse q não gosto da franquia, não disse q eles ganharam algo que não mereciam, a história deles esta aí,todo mundo sabe, só não curto mesmo,kkk

    • Igor

      e a dúvida que fica

      quem perguntou

      • Albert Medeiros

        Esse comentário me lembrou da época da escola,vlw,kkkk

    • Geilson Souza

      “não concordo com nada que a franquia faz” e nem precisa, você não torce pro time, muito menos é jornalista ou coisa do gênero. de nada acrescenta.

      • Albert Medeiros

        Então pq importou de vim aqui responder? Comento o que eu quiser, meu chapa.

    • No basketball to my life

      A grandeza dói

      • Albert Medeiros

        Só vai entender esse dor, quando tiver isso.

    • Thiago Pinto

      Um dos comentários mais babacas que ja vi no Jumper (olha que pra superar os torcedores do LAL…), desmerecendo até o Bill Russel (“tenho algum respeito”) que é um cara adorado por todos na liga.

      • Albert Medeiros

        Cara, não adianta, não gosto desse time, não vou forçar pra fazer média,kkkkk

    • Raj Bet

      Eu acho que o Albert deveria ter a liberdade de falar a groselha que quisesse por aqui, assim como qualquer um. Não entendo essa necessidade que muitos tem de colocar suas opiniões acima da de outras pessoas. É algo pessoal. Ponto de vista. Não existe certo ou errado. Se não quiser discutir de forma tranquila, que nem o faça, passa batido, ignora o cara. Até porque o comentário dele não está sendo dirigido especificamente pra ninguém aqui. Não precisa de uma resposta. Muito recalque e afetação.

      • Albert Medeiros

        Boa, é muito bom se expressar, sem atingir ninguém pessoalmente.

  • Celtics#18

    Choro é livre, respeita o maior da NBA

  • Guilherme Petros

    A verdade é que, até agora, essa troca não foi boa nem pro Irving, nem pro Thomas, nem pro Celtics e nem pro Cavs…

    • Lucas

      Cavs ganhou o Sexton que é até razoável…

  • Torugo

    isso pq ele queria ser FP

  • Andre Messetti Christofoletti

    Celtao da massa tá devendo esse ano. Embora tenha experiência para até ganhar a conferência, mas olhando pata Bucks, Raptors e 76’s, acho difícil levar o título, principalmente com uma posição 4 ou 5 e com o elenco rachado. Não sei exatamente que falta para engrenar, mas que falta companheirismo em quadra é nítido.

  • Marcos Gordinho

    Brad assumindo a necessidade de evoluir na lida com estrelas, Irving não transferindo sua responsabilidade para o grupo, Ainge se contendo para não implodir a equipe cada vez que um all star suspira que quer sair de sua equipe e os demais jogadores voltando ao trabalho coletivo que destacou a todos na temporada passada e o Celtics volta aos trilhos em tempo de fazer barulho nos offs.