Técnico do Sixers desaprova troca e reclama de saída de reserva

O técnico Brett Brown está habituado com as constantes mudanças que acontecem no elenco do Philadelphia 76ers: atletas chegam e saem do time a cada semana, obrigando ajustes na rotação quase de partida em partida. No entanto, embora apoie o plano da franquia, ele nem sempre aprova as decisões tomadas internamente. O treinador não escondeu sua decepção nesta sexta-feira ao falar da saída do ala-pivô Brandon Davies, trocado para o Brooklyn Nets.

“Quando você começa a perder jogadores por quem se tem muito respeito, existe um fator humano que me incomoda porque estamos tentando criar entrosamento e desenvolver uma cultura aqui. É um choque para o elenco. A NBA é realmente um negócio, mas não significa que sintamos que isso seja certo”, reclamou Brown, que conquistou apenas duas vitórias em 22 jogos disputados na atual temporada.

Davies estava no Sixers desde a última temporada e era um dos poucos atletas que haviam disputado todas as partidas da equipe na campanha. Ele foi envolvido na negociação – que rendeu somente uma futura escolha de segunda rodada de draft e a possibilidade de trocar outra – não por questões técnicas, mas por ser dono de um contrato não garantido. Para o técnico, a direção cometeu um erro de julgamento ao permitir a saída do atleta.

“Brandon é um bom reserva e vimos seu jogo de perímetro melhorar nos últimos tempos. Ele é um daqueles jogadores de baixo custo e muito caráter que os times querem em seus elencos. Acho que o melhor de sua carreira está por vir porque ele evoluiu bastante conosco”, elogiou, deixando claro que contava com o ala-pivô até para os próximos anos.

Apesar da insatisfação, Brown sabe que a postura da franquia não deve mudar e seu trabalho vai seguir complicado. “Estabilidade não é algo que venha a mente quando se vive o estágio em que estamos. É um desafio manter o elenco junto quando um companheiro e amigo vai embora subitamente. É uma situação, várias vezes, muito volátil para se administrar”, contou, prevendo mais dificuldades nos próximos meses.

Aos 23 anos, Davies chegou ao Sixers depois de quatro anos de experiência na NCAA e não ter sido selecionado no draft do ano passado. Ele registrou médias de 6.3 pontos e 3.7 rebotes em 19.0 minutos de ação nas 20 partidas realizadas pelo time da Philadelphia neste início de temporada.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • AlexT-Wolves

    Ele é outro que daqui a pouco sera trocado mkkkkk pq o Sixers ta demais.

  • João Vitor

    Brett Brown vai ser demitido, ele falhou em perder todos os jogos e a diretoria não vai aceitar alguém que ousa vencer dois jogos.

    • Junior Andrade

      Huahuahuahuahiahua boaaaaa

  • Michel Moral

    Acho esse técnico tão confuso quanto a diretoria. Eles se merecem.

    Primeiro ele diz que esperava Nik Stauskas e Jabari (ou algum outro, não me recordo ao certo), sendo que a franquia selecionou Embiid que tende a ser genial e McDaniels que vem surpreendendo a cada dia.

    Agora diz que não deveria ter trocado um jogador que nem era tão aproveitado assim, embora ele tenha citado que o jogador é um ótimo profissional.

    O cara teve um monte de negociações muito mais expressivas do que essa para reclamar, mas resolveu criticar logo essa que, na verdade, ambas as equipes fizeram para abrir mais espaço em folha (e o Sixers que nem com isso deveria se preocupar faz as coisas sem pensar).

    O Sixers não precisa de tanto assim para ser competitivo, quer dizer, acho que não há nada que impeça-os de tentar vencer, buscar reforços e fazer trocas decentes. Dinheiro tem, espaço tem e moedas de troca também tem (ou tinha). Porém, faz negociações ridículas.

    O pior é que eu torço muito pelo 76ers e vê-lo assim é muito desanimador.

    • lucas

      cara el queria o staukas e o wiggins pq gostaria de contarcom eles e só uma coisa dele e o cara jogava 19 minutos

      • Michel Moral

        Ah, mas eu acho bastante inapropriado vc querer outros jogadores quando se tem atletas do mesmo nível no seu time. Enfim, poderia ficar quieto mesmo se quisesse. O que impede de um jogador pegar birra por uma declaração dessas?

        Com relação ao Davies, como eu disse, saíram outros jogadores muito mais importantes na rotação, como Young, Turner e Hawes e ele não falou nada, sendo que criticou a saída de um reserva que até o momento não mostrou a que veio.

        Acho que tá td mundo meio doido em Philly.