Teodosic recusou proposta do Grizzlies, revela empresário

Um dos melhores armadores em atividade na Europa, Milos Teodosic teve a oportunidade de cruzar o Atlântico e jogar nos EUA na próxima temporada. De acordo com o agente do sérvio, Nikos Lotsos, o Memphis Grizzlies oficializou uma proposta para levar seu cliente para a NBA em setembro. No entanto, o atleta do CSKA Moscou recusou a chance e preferiu continuar no basquete europeu.

“O Grizzlies fez uma oferta há algumas semanas. O Barcelona também estava interessado ao término da temporada passada e o interesse se mantém. Mas Milos não está disposto a deixar Moscou. Ele não aceitou a proposta porque quer ganhar uma Euroliga com o CSKA”, garantiu o empresário, em entrevista à agência de notícias russa ITAR-TASS.

A explicação de Lotsos, porém, gera divergências. Teodosic possui contrato com o CSKA até 2014, mas estaria fora dos planos da equipe e especula-se que até já teria acertado sua transferência para o Fenerbahçe, da Turquia. “O CSKA é a prioridade. Milos quer seguir em Moscou por quantos anos puder. Questão diferente é se o time também quer que fique”, explicou o agente, deixando em aberto a possibilidade de saída.

O Grizzlies se movimentou rápido após a recusa do sérvio na busca por um jogador sérvio. Recentemente, a franquia fechou uma negociação com o Dallas Mavericks pelos direitos de Nick Calathes e o armador da seleção grega pode chegar a Memphis nas próxima semanas.

Teodosic participou de 58 partidas do CSKA na última temporada, anotando 11.8 pontos, 2.8 rebotes e 4.4 assistências em média. Além disso, acertou quase 46% de aproveitamento nos arremessos de quadra. Suas ótimas atuações fizeram com que fosse eleito para o segundo time ideal da Euroliga pelo segundo ano consecutivo.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • RafaelRox

    Os brasileiros tão tomando o lugar dos servos em popularidade na nba rsrsr.

  • Zack Batista

    Pois é… a informação é q ele fechou com a equipe turca mesmo. Bom armador q cadencia bem o jogo. Respeitadíssimo na Europa e com sua renovada seleção sérvia, teve vitórias grandiosas em campeonatos, inclusive contra a poderosa seleção espanhola.

    Mas em minha opinião, vou destacar 3 jogadores q atuam na Europa(são vários, mas estes são especiais) q são subestimados ou completamente injustiçados por franquias da NBA, por razões diversas(aceito em partes), são eles:

    – Kostas Papanikolaou: Ala de 2,06 com bom arremesso e de boa defesa. O cara é bicampeão da euroliga e vários outros títulos. Assinou recentemente com o Barcelona pra ganhar quase US$ 4 milhões anuais(1,8 milhões de Euros aproximadamente);

    http://www.youtube.com/watch?v=18GwS2UQIL8

    – Georgios Printezis: Ala-pivô de 2,06m com bom jogo de costas para cesta(jogo apurado q me impressiona) e possui belo arremesso de média e longa distância. Bicampeão da euroliga e outros títulos na Grécia;

    http://www.youtube.com/watch?v=modeJwvJUcw

    – Marcelinho Huertas: Arrisco a dizer q Huertas é o principal jogador da seleção brasileira( não é Nenê, varejão, Splitter, Leandrinho…). O cérebro da equipe. Percebe-se q qdo ele não está em quadra o rendimento brasileiro cai drasticamente(os especialistas europeus sabem disso tbém e até alguns AMERICANOS – Exemplo: nesse jogo no vídeo enquanto Huertas estava em quadra o Brasil sempre esteve na frente, a própria tv americana noticiou isso – com a entrada de Raulzinho q o Brasil se perdeu em quadra, mas mesmo assim foi de 11 pontos a derrota se não me engano, com a seleção de ponta dos USA). Claro q não é todo jogo q o atleta joga em alta nível, mas o brasileiro é bem rodado e bastante respeitado na Europa.

    http://www.youtube.com/watch?v=zBouJSKccw4

    • RafaelRox

      Acho que a razão de eles não estarem na nba.. é porque eles não querem mesmo. Acho que acontece com o Navarro tbm e alguns outros.

  • ramiro

    Teodosic e Huertas não repetiriam o sucesso na NBA.
    Na NBA se exige velocidade. O ritmo é mais intenso e os jogadores são mais atléticos.

    Quem não tem isso, não faz bem a transição, como foi o caso do rudy fernandez e do navarro, que são monstros no basquete fiba e não deram certo na nba. Dá para dizer a mesma coisa do Splitter, mvp da liga espanhola, não tem o mesmo impacto pq é lento para os padroes da nba. Até o Kirilenko tbm não é a mesma coisa na nba pq falta velocidade.

    Manu e Parker tem/tinham boa velocidade.
    Essa é a chave.

    A menos que o jogador tenha um arremesso mto diferenciado, como o dirk. Se não tiver, de mvp na europa vira role player na nba.

    • Zack Batista

      É bem relativo isso… Na NBA os caras exigem bem mais a condição física do atleta, de fato, mas poderiam sem dúvidas entrar no ritmo do q é exigido. Não vejo nenhum problema nisso. Ah quem diga q Huertas não teria condições de marcar armadores explosivos e velozes como: D.Rose, WestBrook, Deron… Discordo disso! Dois armadores de ponta fizeram sucesso na NBA sem serem explosivos, jogando com cadência e sabedoria como Huertas e Teodosic jogam, são eles: Steve Nash e John Stockton(lenda viva).

      • oshiro

        Mas os tempos mudaram, Zack.. a NBA tá se resumindo a atleticismo

  • CaioH

    Acredito q ele fez mais doq certo. Pra q ir pra NBA e ser utilizado como Teletovic? eh brincadeira oq o Nets fez com o Bosnio. Acho q foi um dos fatores pra contratacao de bogdanovic melou.. Na euroliga tem varios jogadores q dariam certo ao meu ver, caso tivessem mais treinadores para pensar basquete como Popovich, ao inves de ser essa “correria”(atleticismo ao exxtremo). P.S.: tenho curiosidade como se dara a adaptacao e desenvolvimento de scheroeder e adentoku(n sei como se escreve).