Terry Stotts tem contrato estendido pelo Blazers

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=mZKEJl-e_mc]

A surpreendente campanha do Portland Trail Blazers nesta campanha já rendeu mais do que elogios ao técnico Terry Stotts. Poucos dias depois da eliminação nas semifinais do Oeste, a franquia anunciou a extensão prévia do contrato do treinador de 56 anos. De acordo com Nick Borges, da ESPN, a equipe prolongou o vínculo do profissional até junho de 2016, com opção de alongamento para a temporada seguinte baseada no alcance de objetivos não revelados.

“Terry tem feito um trabalho sensacional nos últimos anos e a extensão ilustra nossa confiança em sua capacidade como técnico, assim como a sequência do compromisso da organização em construir um modelo de consistência e estabilidade”, afirmou o gerente geral Neil Olshey, por meio de nota oficial liberada nesta quinta-feira.

Stotts comandou o Blazers em uma campanha de 54 vitórias nesta temporada e assegurou a classificação do time aos playoffs pela primeira vez desde 2011. Em seguida, a equipe ainda conseguiu uma inesperada vitória em seis partidas na série contra o Houston Rockets e sua primeira vaga nas semifinais de conferência em 14 anos. Após a derrota em cinco jogos para o San Antonio Spurs, o treinador fez uma análise amplamente positiva da campanha.

“Eu acho que todos os nossos astros tiveram seus melhores anos. Os jogadores mais jovens evoluíram. Nós lidamos com adversidades ao longo da temporada. Ninguém esperava que fossemos ser quintos no Oeste e passar da primeira rodada dos playoffs. Então, foi um ano especial”, avaliou o ex-assistente, ainda sem saber que teria o contrato estendido.

Stotts foi contratado pelo Blazers em agosto de 2012, após ser campeão da NBA como auxiliar do Dallas Mavericks no ano anterior. Em duas temporadas no cargo, ele acumula 87 vitórias e 77 derrotas (53% de aproveitamento).

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • 53 % de aproveitamento com um time que não é de ponta. é excelente.

  • Bom Técnico