Time Mundo leva a melhor no terceiro jogo da NBA na África

O time Mundo levou a melhor no terceiro jogo promovido pela NBA no continente africano. Liderada pelo ala italiano Danilo Gallinari, escolhido MVP do duelo, a equipe venceu por 96 a 92 o time formado por jogadores nascidos na África ou que possuem laços familiares com algum país do continente.

A partida festiva foi disputada neste sábado na Sun Arena at Time Square, em Pretória, na África do Sul. Em homenagem ao centenário do líder sul-africano Nelson Mandela, toda a renda do evento foi revertida para a The Nelson Mandela Foundation.

Treinado pelo italiano Ettore Messina, assistente de Gregg Popovich no San Antonio Spurs, o time Mundo foi formado por nove atletas que atuam na NBA e pela ex-jogadora da WNBA e bicampeã olímpica, Swin Cash.

Já o time África, comandado por J.B. Bickerstaff, treinador do Memphis Grizzlies, contou com dez jogadores do melhor basquete do mundo e com a ex-atleta moçambicana Clarisse Machanguana, embaixadora do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e que já atuou na WNBA.

O comissário da NBA, Adam Silver, assistiu à partida in loco, junto com outras personalidades ligadas à NBA como as lendas Kareem Abdul-Jabbar e Dikembe Mutombo, e a diretora da Associação Nacional de Jogadores da Liga, Michele Roberts.

O jogo foi disputado após a realização da 16ª edição do Basketball Without Borders África (Basquete Sem Fronteiras), o camp global de desenvolvimento de basquete e ações sócio-comunitárias, que já alcançou mais de mil jovens de 31 países africanos desde 2003.

Kareem Abdul-Jabbar e Dikembe-Mutombo

Time Mundo
Danilo Gallinari (Itália): 23 pontos, oito rebotes e 9-10 nos arremessos de quadra
Harrison Barnes (EUA): 14 pontos e 11 rebotes
Hassan Whiteside (EUA): 11 pontos, seis rebotes e três trocos
Garrett Temple (EUA), JaVale McGee (EUA) e Marvin Williams (EUA): 11 pontos cada
Khris Middleton (EUA): dez pontos e quatro assistências

Time África
Joel Embiid (Camarões): 24 pontos, oito rebotes e quatro assistências
Timothé Luwawu-Cabarrot (França e filho de pai nascido na República Democrática do Congo): 16 pontos e quatro rebotes
Luol Deng (Sudão do Sul): 14 pontos e três roubos de bola