Tyrone Corbin é dispensado pelo Jazz

O Utah Jazz está em busca de um treinador pela primeira vez em 26 anos. A franquia anunciou nesta segunda que o contrato de Tyrone Corbin, que encerrou-se ao fim desta temporada, não será renovado e o time vai contratar um novo técnico nos próximos meses. O ex-jogador de 51 anos estava no cargo desde 2011 e não resistiu aos inexpressivos resultados da equipe neste ano, quando conquistou apenas 25 vitórias.

“Tyrone é um homem com dignidade, classe, integridade e nós não podemos dizer nada de negativo sobre sua postura ou de seus assistentes. Estamos agradecidos pelo período que passou aqui sucedendo Jerry Sloan – algo tão difícil quanto seria suceder John Wooden”, disse o gerente-geral da franquia, Dennis Lindsey, em entrevista coletiva.

Corbin era um dos assistentes de Sloan em fevereiro de 2011, quando o veterano decidiu deixar o cargo que comandava há mais de 23 anos. O auxiliar foi o escolhido para preencher a lacuna interinamente e acabou efetivado pela direção de Salt Lake City quatro meses mais tarde. Ele liderou o Jazz a duas campanhas positivas e uma classificação aos playoffs em três temporadas.

O Jazz não passa por um efetivo processo de contratação de técnico há quase três décadas e, por isso, Lindsey adianta que não haverá pressa para o acerto com um substituto. “Nós não queremos limitar nossa busca em nenhum sentido neste momento. Vamos esperar um pouco e definir alguns critérios internos, mas não pensamos nisso ainda porque a decisão sobre Tyrone foi tomada há poucas horas”, explicou o dirigente.

Segundo Lindsey, a possibilidade de Corbin permanecer na franquia em outro posto está aberta e pode ser discutida em breve. Por ora, o técnico deixa o comando do time com um recorde total de 112 vitórias e 146 derrotas.

[polldaddy poll=7986894]

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • Rodrigo

    Achei que ele conseguiu fazer o que se esperava do Jazz nessa temporada. Dar espaço aos jovens para que evoluíssem e montassem uma base pro futuro, além de deixar o time em boa condição pro próximo Draft, sem ter feito uma campanha vergonhosa igual dos Bucks e Sixers.

    • Eu já achei que não, um time com Burke, Hayward, Kanter, Jefferson e Favors era para ir mais longe…

      • Rodrigo

        Eu vi alguns jogos do Jazz, teve muitas partidas na qual venderam caro a derrota e perderam por inexperiência dos jogadores. Não acho o Corbin um treinador foda, mas acredito que ele cumpriu com seu papel. Com uma boa escolha de Draft, e um banco fortalecido, pode ser que o time brigue novamente por playoffs.

  • Zorg

    Rollins ou Karl seriam dois nomes ótimos para o Jazz

  • Anônimo

    George Karl now

  • MottaCavalier

    Cai Woodson, Cai Corbin, e nada de de demitirem o Mike Brown… Tá esperando o quê David Griffin???

    Acho que ele merecia ficar em Utah essa temporada. A Maior parte dos jogos que eu vi do time, eles venderam caro a derrota, não era tão fácil assim vencer Utah, principalmente depois que o Trey Burke embalou.Pegou um time muito inexperiente, feito para feder e se não conseguiu ir muito longe na briga pelos playoffs, não fedeu tanto quanto franquias com elencos semelhantes, como 76ers, Lakers, Bucks, Magic e etc

  • marquin

    Um dos técnicos mais fracos da NBA. O Jazz não iria a lugar nenhum com ele no comando.