UMBC atropela Virginia e protagoniza maior zebra da história do March Madness

Região Sul

(1) Virginia 54 x 74 UMBC (16)

Virginia 
Kyle Guy: 15 pontos e quatro rebotes
Ty Jerome: 15 pontos e quatro roubos de bola

UMBC 
Jairus Lyles: 28 pontos, quatro rebotes, 9-11 nos arremessos de quadra e 7-9 nos lances livres
Joe Sherburne: 14 pontos e seis rebotes
Arkel Lamar: 12 pontos e dez rebotes

 

(8) Creighton 59 x 69 Kansas State (9)

Creighton
Mitch Ballock: 16 pontos, oito rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Toby Hegner: 12 pontos e sete rebotes

Kansas State
Barry Brown: 18 pontos, seis rebotes e dois tocos
Mike McGuirl: 17 pontos e quatro rebotes
Kamau Stokes: 11 pontos e quatro rebotes

 

(2) Cincinnati 68 x 53 Georgia State (15)

Cincinnati
Jarron Cumberland: 27 pontos, 11 rebotes e quatro bolas de três pontos convertidas
Kyle Washington: 12 pontos, quatro rebotes e dois tocos
Gary Clark: 11 pontos e 13 rebotes
Jacob Evans: dez pontos e oito rebotes

Georgia State
D’Marcus Simonds: 24 pontos e quatro rebotes

 

(7) Nevada 87 x 83 Texas (10)

Nevada
Kendall Stephens: 22 pontos e cinco bolas de três pontos convertidas
Caleb Martin: 18 pontos, dez rebotes, cinco assistências e quatro bolas de três pontos convertidas
Josh Hall: 15 pontos e seis rebotes
Cody Martin: 15 pontos, quatro rebotes, seis assistências e quatro tocos
Jordan Caroline: 14 pontos, oito rebotes e cinco assistências

Texas
Kerwin Roach II: 26 pontos, cinco rebotes e seis bolas de três pontos convertidas
Matt Coleman: 25 pontos, quatro assistências e quatro bolas de três pontos convertidas
Mohamed Bamba: 13 pontos, 14 rebotes e três tocos


Região Meio-Oeste

(3) Michigan State 82 x 78 Bucknell (14)

Michigan State
Miles Bridges: 29 pontos, nove rebotes, quatro assistências e 12-22 nos arremessos de quadra
Joshua Langford: 22 pontos, quatro rebotes e 7-10 nos arremessos de quadra
Cassius Winston: 11 pontos e dez assistências

Bucknell
Zach Thomas: 27 pontos e cinco rebotes
Stephen Brown: 20 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas

 

(6) TCU 52 x 57 Syracuse (11)

TCU
Kenrich Williams: 14 pontos e oito rebotes
Vladimir Brodziansky: 13 pontos, cinco rebotes e três tocos

Syracuse 
Marek Dolezaj: 17 pontos e quatro rebotes
Oshae Brissett: 15 pontos, nove rebotes, três tocos e 5-17 nos arremessos de quadra

 

(4) Auburn 62 x 58 Charleston (13)

Auburn
Mustapha Heron: 16 pontos e cinco rebotes
DeSean Murray: 11 pontos e sete rebotes

Charleston
Jarrell Brantley: 24 pontos e sete rebotes
Grant Riller: 16 pontos, seis rebotes e sete desperdícios de bola

 

(5) Clemson 79 x 68 New Mexico State (12)

Clemson 
Shelton Mitchell: 23 pontos, cinco assistências e 8-13 nos arremessos de quadra
Gabe DeVoe: 22 pontos e 10-15 nos arremessos de quadra
Marcquise Reed: 15 pontos, sete rebotes e três roubos de bola

New Mexico State
Zach Lofton: 29 pontos e quatro bolas de três pontos convertidas
Jemerrio Jones: 13 pontos, 14 rebotes e quatro assistências


Região Leste

(2) Purdue 74 x 48 Cal State Fullerton (15)

Purdue
Vince Edwards: 15 pontos e sete rebotes
Carsen Edwards: 15 pontos e quatro rebotes
P.J. Thompson: 11 pontos

Cal State Fullerton
Kyle Allman Jr.: 21 pontos e cinco rebotes

 

(7) Arkansas 62 x 79 Butler (10)

Arkansas
Jaylen Barford: 15 pontos
Daryl Macon: 12 pontos e quatro assistências

Butler
Kelan Martin: 27 pontos, nove rebotes e cinco bolas de três pontos convertidas
Kamar Baldwin: 24 pontos, nove rebotes e cinco assistências
Sean McDermott: 11 pontos e sete rebotes

 

(4) Wichita State 75 x 81 Marshall (13)

Wichita State
Conner Frankamp: 27 pontos e seis bolas de três pontos convertidas
Darral Willis: 13 pontos e oito rebotes
Shaquille Morris: 12 pontos e oito rebotes
Landry Shamet: 11 pontos, quatro rebotes e oito assistências

Marshall
Jon Elmore: 27 pontos, quatro rebotes, quatro assistências e quatro bolas de três pontos convertidas
Ajdin Penava: 16 pontos, oito rebotes e três tocos
C.J. Burks: 13 pontos e quatro roubos de bola

 

(5) West Virginia 85 x 68 Murray State (12)

West Virginia
Jevon Carter: 21 pontos, cinco rebotes, oito assistências e seis bolas de três pontos convertidas
Teddy Allen: 16 pontos e quatro rebotes
Sagaba Konate: 14 pontos, sete rebotes e três tocos
Esa Ahmad: 12 pontos e seis rebotes

Murray State
Terrell Miller Jr.: 27 pontos, 17 rebotes e cinco bolas de três pontos convertidas
Temetrius Morant: 14 pontos e três tocos


Região Oeste

(1) Xavier 102 x 83 Texas Southern (16)

Xavier
J.P. Macura: 30 pontos, seis rebotes, cinco roubos de bola, cinco bolas de três pontos convertidas e 11-16 nos arremessos de quadra
Trevon Bluiett: 26 pontos, 7-17 nos arremessos de quadra e 9-13 nos lances livres
Keerem Kanter: 24 pontos, cinco rebotes e 11-15 nos arremessos de quadra

Texas Southern
Demontrae Jefferson: 20 pontos, sete assistências, três roubos de bola e seis desperdícios de bola
Derrick Bruce: 18 pontos
Robert Lewis: 14 pontos e cinco rebotes

 

(8) Missouri 54 x 67 Florida State (9)

Missouri
Kassius Robertson: 19 pontos, quatro rebotes e seis bolas de três pontos convertidas
Michael Porter Jr.: 16 pontos, dez rebotes, três roubos de bola, 4-12 nos arremessos de quadra e 7-9 nos lances livres

Florida State
Mfiondu Kabengele: 14 pontos, 12 rebotes e dois tocos
P.J. Savoy: 12 pontos
Phil Cofer: 11 pontos e quatro rebotes

 

(2) North Carolina 84 x 66 Lipscomb (15)

North Carolina 
Kenny Williams: 18 pontos, quatro bolas de três pontos convertidas e 6-8 nos arremessos de quadra
Theo Pinson: 15 pontos, dez rebotes e sete assistências
Joel Berry: 14 pontos e três roubos de bola
Cameron Johnson: 12 pontos e sete rebotes
Luke Maye: dez pontos e nove rebotes

Lipscomb
Kenny Cooper: 14 pontos
Rob Marberry: 13 pontos e sete rebotes

 

(7) Texas A&M 73 x 69 Providence (10)

Texas A&M
Admon Gilder: 18 pontos
T.J. Starks: 15 pontos, oito assistências e seis desperdícios de bola
Tyler Davis: 14 pontos, 15 rebotes, dois tocos e 6-10 nos arremessos de quadra
Robert Williams: 13 pontos, 14 rebotes, dois tocos e 6-9 nos arremessos de quadra

Providence
Rodney Bullock: 22 pontos e cinco rebotes
Alpha Diallo: 21 pontos, sete rebotes e quatro assistências
Kyron Cartwright: 11 pontos e nove assistências

Gustavo Lima
Gustavo Lima
Jornalista graduado pela UFMG e pós-graduado em Produção em Mídias Digitais pela PUC-MG. Natural de Ipatinga e residente em BH. Editor do Jumper Brasil desde 2007. Acompanha a NBA desde 1993. Torcedor do Phoenix Suns, mas adepto da imparcialidade.
  • Beto #MFFL

    March Madness alcançou novos níveis de loucura com esse monte de zebra.

    Temporada do MPJr foi decepção total, ainda sim espero que se inscreva no draft.

    • Evandro

      Perdeu a temporada quase Toda, mas pelo Hype feito em cima dele antes de começar a temporada pode pegar até um top 10 no draft, mas hj ele so uma aposta, um verdadeiro tiro no escuro e não uma realidade para quem o draftar…Se realmente tem este potencial todo eu se fosse o seu agente o aconselharia a fazer uma nova temporada na NCAA para buscar o salário de top 3 no draft da temporada 19/20…a diferença salarial e a visibilidade para angariar patrocínio e muito gde sendo um top 3 do que a posição que ele deve alcançar neste draft podendo até mesmo ficar acima do top 10, sem contar que vai ficar sem a sombra de Doncic, Ayton, JJJ, Young, Knox, Sexton, Bridges entre outros prospectos de excelente nível que serão draftados este ano

      • Brinell Arcanjo

        Entendo sua opinião, mas discordo. Nesse draft possivelmente ele não será Top 10, mas com certeza é first round. Se ele joga mais uma temporada e não fizer uma temporada incrível ele cai pra second round. Se fosse o agente dele mandava aproveitar o hype e se inscrever logo.

        • Igor

          Verdade. Na minha opinião ele não sai do top 10 nunca. Fora que, o draft é só em junho, ele com certeza vai impressionar muitos scouts de franquias nos workouts. Não me surpreenderia se ele fosse top 5. Ayton, Bagley, Doncic e Jaren Jackson é aceitável draftar acima do Porter, mas Trae Young, Bamba, Sexton na minha opinião não compensam o teto de evolução que Porter tem pra oferecer.

      • Marcinho Mueller

        Mas a classe do ano que vem é promissora hein! Cheia de talentos também, sei não se compensa arriscar, acho que ele pega pick 7-10 nesse draft!

    • Alan Cleber Knickerbockers

      Do jeito que saiu chorando… Entendi aquilo como um adeus à universidade de Missouri. O ideal seria ele ficar mais um ano na NCAA pra chegar na NBA mais lapidado, mas aí envolve outros fatores $. Essa contusão atrapalhou muito o seu desenvolvimento do MPJr, se for pra NBA, vai chegar bem crú mesmo.

  • Ricardo Soares

    Miles > Mikal

  • ReggieMiller31

    Obviamente a vitória de UMBC foi o fato mais marcante de ontem, mas pensando mais a frente no torneio a principal(e triste) noticia foi a lesão do Isaac Haas q está fora do torneio, e com isso as chances de Purdue praticamente acabam.

  • Cedi LeBrOSMAN

    UMBC nunca ganhou uma partida de March Madness, nunca venceu Virgínia, nunca venceu sequer um adversário RANKEADO (são 23 ou 24 universidades rankedas por temporada), até ontem. Simplesmente incrível! Eu vi o SportsCenter ontem, e os caras estavam colocando essa zebra lado a lado de coisas como a luta de boxe em q Buster Douglas derrotou Mike Tyson, o milagre no gelo (Os EUA derrotando a União Soviética no Hockey no gelo), e etc. Só para se ter uma dimensão do q aconteceu ontem.
    É uma verdadeira história de filme. Para chegar no March Madness teve q contar com um quase buzzer beater do próprio Jaryus Lyles no torneio da conferência. É algo realmente histórico!
    https://twitter.com/SportsCenter/status/974990953617547264

    • Paulo Victor (42-29)

      Pelo menos pra mim é a segunda maior zebra que eu já vi nos esportes.

  • Cedi LeBrOSMAN

    Kentucky, com essas zebras contra Arizona e Virgínia, tem chances maiores de chegar a um Elite Eight, e a um Final Four. Quem diria!
    Venceram o torneio da SEC, e agora realmente podem entrar na briga para chegar no Final Four.

    • Beto #MFFL

      Shai vai levar UK ao Final Four.

  • Marcinho Mueller

    Garanto que daqui 4 anos vai ter série da Netflix sobre o feito hahahaha

  • Rogério NV

    Virou paseeeio

  • Alan Cleber Knickerbockers

    Com a saída de Virginia e Arizona, esse regional South vai cair no colo de Kentucky. É bem provável que os Wildcats com esse time mais ou menos, repleto de jogadores inexperientes chegue ao final four. Mas também acredito que chegar no final four seja o máximo que eles podem beliscar.

  • TRUETHIAGO

    Por essa e outras que eu não tenho a menor dúvida, quando chega o March Madness é prioridade total em detrimento a NBA, me desculpem. Esse é um resultado que será lembrado AD ETERNUM, não apenas como o maior upset da história do College, mas dos esporte em geral.

    • ReggieMiller31

      Por essa e outras que eu não tenho a menor dúvida, quando chega o March Madness é prioridade total em detrimento a NBA, me desculpem. [2]