O astro Dwyane Wade, do Miami Heat, vem fazendo sua pior temporada pela equipe desde o seu primeiro ano na Liga. A explicação de Wade está além de o fato de ter se contundido nos primeiros jogos.

“Nos outros anos, eu sempre tive a bola nas mãos em algum lugar onde eu poderia ver todos os jogadores do topo do garrafão, onde eu poderia optar pelo meu arremesso”, disse Wade. “Mas agora estou em uma posição diferente”.

Em 2011-12, o jogador possui médias de 20.7 pontos e 5.4 assistências, convertendo 45% de seus arremessos. Esta última é a pior marca da carreira.

Gustavo Freitas
Gustavo Freitas
Mineiro de Uberaba, é co-fundador do Jumper Brasil e fã do Boston Red Sox.
  • O Heat ao meu ver foi montado com a clara intensão de ser uma cópia do Celtics.

    – 2 Talentos no perímetro, um no garrafão.
    – Um center que praticamente só tem que marcar e um armador jovem, só pra complementar a equipe.
    – No banco chutadores de 3 e um bom defensor.

    Parecia que seria não só uma cópia, mas uma verão melhorada e mais jovem.

    Mas a diferença chave na história, é que os jogadores de Boston souberam por todos esses anos se adaptarem ao esquema tático e fazer a função que a eles era determinada.

    Já em Miami, os jogadores não estão conseguindo isso, e estão querendo desde sempre, fazer as coisas de sua maneira.
    Resultado ?
    Não conseguiram o título no primeiro ano, como o Celtics, e estão batendo cabeça nessa temporada DE NOVO.

    Acho estranho ver jogadores tão talentosos, com tantas dificuldades de se adaptarem TATICAMENTE depois de tanto tempo.

    As vezes parece que falta vontade. Que são mimados querendo fazer o que bem querem.

    • não sou torcedor do miami, mas de qualquer jeito perdeu pro heat nos playoffs.