Wall abre mão de voto na premiação da Associação dos Jogadores

John Wall 7

As cédulas de votação para a premiação dos melhores da temporada pela Associação dos Jogadores da NBA (NBPA) foram entregues aos atletas do Washington Wizards na manhã deste sábado. No entanto, o principal astro da equipe decidiu não participar do processo. O armador John Wall abriu mão de seus votos e criticou a capacidade dos colegas de profissão serem justos na escolha dos premiados.

“Eu não votei e, provavelmente, não vou votar. Como jogadores, nós realmente sabemos quem estão sendo os melhores. Mas, às vezes, nossos orgulho e ego influem na decisão e acaba pesando mais o fato de que você só não quer ver determinado cara recebendo um prêmio”, apontou Wall, dando a entender que não acredita na imparcialidade dos atletas para a escolha dos mais merecedores.

A criação da premiação da NBPA foi uma resposta à total ausência dos atletas na votação dos prêmios oficiais da temporada da NBA. Nela, apenas um seleto grupo de 125 profissionais de mídia especializada dos EUA e Canadá é consultado. Craques como Kevin Durant e Stephen Curry estiveram entre os maiores defensores de uma alternativa ao sistema tradicional para privilegiar a escolha dos jogadores.

Os prêmios da Associação deverão ser anunciados só após a temporada, em uma cerimônia exclusiva com data ainda a ser definida em Las Vegas. As especificações sobre as regras e limitações de votos para atletas de mesmas equipes não foram divulgadas para a imprensa. A julgar pela própria postura de Wall, ninguém será obrigado a votar.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • riviera san

    tbm concordo vai ganhar o jogador que tiver mais puxa saco do lado dele

  • AlexT-Wolves

    Concordo Wall.

    Nessa votação ate o Derrick Rose vai ganhar votos pra MVP

  • pedrokadf

    concordo !!

  • Isso ae Wall, fora às panelinhas…gostei da atitude…

  • Vinicius_Nba

    Concordo. Isso me lembra a disputa entre Messi e Cristiano Ronaldo, que, a despeito de serem evidentemente os melhores, deixam de votar um no outro pela bola de ouro, simplesmente porque são rivais e concorrentes.

    Poderia acontecer o mesmo com Curry e Harden, por exemplo.

  • tiago

    Concordo com o Wall.

  • GoCavs

    Seria legal uma constituição de 4 pilares de votos: público, jornalistas, jogadores e treinadores. Quem ganhasse em mais categorias dessas ai seria MVP. Em caso de empate, somam todos os votos, excluindo os votos do público, pela quantidade desproporcional, e quem tivesse recebido mais votos, seria o MVP.

  • Se tiver público incluído o Yao Ming ganhará todos os MVP’s!!!!

  • diegocassad

    Como queria o Wall em NY!