Warriors derrota Nuggets em Denver e iguala melhor campanha do Oeste

(7-3) Golden State Warriors 127 X 108 Denver Nuggets (5-5)

O Warriors está de volta ao topo do Oeste. Os atuais campeões da NBA foram até o Colorado neste sábado e superaram o Nuggets sem grandes dificuldades, ganhando a terceira partida consecutiva para igualar o Rockets com a melhor campanha da conferência.

Os visitantes tomaram o comando das ações assim que a bola subiu, marcando dez dos 12 primeiros pontos da noite para forçar os donos da casa a pedirem tempo. A pausa serviu para que os locais parassem a disparada adversária, mas, mesmo sem um Stephen Curry inspirado, os campeões – liderados por Klay Thompson e JaVale McGee – administraram diferença de dígitos duplos no primeiro quarto sem grandes ameaças.

No entanto, a entrada dos reservas em quadra marcou uma impressionante reação do Nuggets. Will Barton e Emmanuel Mudiay saíram do banco para liderarem uma parcial de 21 a 3 em favor dos comandados de Mike Malone começando o segundo período – o que levou à (improvável) virada no marcador. O Warriors parou o jogo e, colocando Curry e Kevin Durant em quadra novamente, voltou a pontuar para reequilibrar o confronto.

A partida chegou empatada ao minuto derradeiro do tempo inaugural, mas, com dois arremessos certeiros de Thompson, os visitantes foram para o intervalo vencendo por 60 a 55. Era um presságio do que viria a seguir: os campeões estavam prontos para retomar o comando do jogo, de uma vez por todas.

O Warriors retornou do intervalo para fazer um terceiro período quase impecável do lado ofensivo da quadra e disparar uma vez mais no placar. O time abriu o período marcando 16 dos 18 primeiros pontos anotados, colocando a vantagem no maior patamar da noite. O Nuggets tentou parar a partida, mas, em seguida, a dianteira avançaria para a casa dos 20 pontos. Convertendo 16 de 22 arremessos tentados, incluindo sete de 11 para três pontos, a equipe de Oakland saiu do quarto com 103 a 76 em seu favor.

Com a enorme diferença, os visitantes só precisaram contar com seus reservas para controlar o resultado nos 12 minutos decisivos e assegurar a sétima vitória da temporada. Eles tentarão estender a sequência de triunfos na próxima segunda-feira, em casa, contra o Miami Heat, enquanto o Nuggets busca a recuperação no dia seguinte, também em seus domínios, contra o Brooklyn Nets.

Destaques

Golden State

Kevin Durant: 25 pontos, sete rebotes e sete assistências
Stephen Curry: 22 pontos e 11 assistências
Draymond Green: 15 pontos, sete rebotes e oito assistências
Klay Thompson: 15 pontos
JaVale McGee: 11 pontos em nove minutos

Denver

Will Barton: 21 pontos, oito rebotes e cinco assistências
Emmanuel Mudiay: 15 pontos, cinco rebotes e sete assistências
Trey Lyles: 11 pontos em 15 minutos

 

(6-3) Memphis Grizzlies 113 X 104 Los Angeles Clippers (5-3)

Destaques

Memphis

Mike Conley: 22 pontos
Marc Gasol: 21 pontos e seis rebotes
Tyreke Evans: 20 pontos
Brandan Wright: 13 pontos, nove rebotes e quatro tocos
James Ennis: 13 pontos e cinco rebotes
Mario Chalmers: 12 pontos

LA Clippers

Blake Griffin: 30 pontos e 11 rebotes
Patrick Beverley: 23 pontos e sete rebotes
Lou Williams: 13 pontos
DeAndre Jordan: 12 pontos, dez rebotes e três tocos
Danilo Gallinari: dez pontos e seis assistências

 

(1-8) Sacramento Kings 99 X 108 Detroit Pistons (7-3)

Destaques

Sacramento

Zach Randolph: 19 pontos
De’Aaron Fox e Bojan Bogdnovic: 14 pontos cada
Buddy Hield: 13 pontos e oito rebotes
Garrett Temple: dez pontos e três roubos de bola

Detroit

Avery Bradley: 24 pontos e cinco erros de ataque
Tobias Harris: 20 pontos, cinco rebotes e cinco assistências
Andre Drummond: 16 pontos, 19 rebotes e três roubos de bola
Reggie Jackson: 15 pontos e sete assistências
Anthony Tolliver e Ish Smith: dez pontos cada

 

(1-10) Dallas Mavericks 99 X 112 Minnesota Timberwolves (6-3)

Destaques

Dallas

Dennis Smith Jr: 18 pontos e cinco rebotes
Harrison Barnes: 17 pontos
Devin Harris: 15 pontos
J.J. Barea: 14 pontos e seis assistências

Minnesota

Karl-Anthony Towns: 31 pontos e 12 rebotes
Andrew Wiggins: 23 pontos
Taj Gibson: 12 pontos e dez rebotes
Jeff Teague: 11 pontos, dez assistências e cinco erros de ataque

 

(5-5) New Orleans Pelicans 96 X 90 Chicago Bulls (2-6)

Destaques

New Orleans

Anthony Davis: 27 pontos, 16 rebotes e três tocos
DeMarcus Cousins: 25 pontos e 11 rebotes
Jameer Nelson: 13 pontos, cinco rebotes, cinco assistências e quatro roubos de bola
Darius Miller: 11 pontos
Jrue Holiday: dez pontos (5-15 FG), cinco rebotes e seis assistências

Chicago

Justin Holiday: 18 pontos e nove rebotes
Denzel Valentine: 16 pontos e seis rebotes
Robin Lopez: 14 pontos, nove rebotes e cinco erros de ataque
Lauri Markkanen: 14 pontos e sete rebotes
Jerian Grant: 13 pontos, oito rebotes e nove assistências

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.
  • JAMnba

    Grizzlies está certinho hein… Gasol e Conley seguros como sempre e essa temporada com dois caras vindo do banco e pontuando bem Parsons e Evans, acho que se todos tiverem saudáveis podem fazer uma graça e pegar mando de quadra.

  • Felipe D.

    Denver jogou até bem em certos momentos ontem, mas realmente vindo de b2b ficou difícil. Nosso quinteto titular sucumbiu muito fácil, já o nosso bench deu trabalho, mas mesmo assim, contra o GSW tudo tem que ser perfeito. Acho que finalmente o Michel Malone encaixou o Mudiay, ele vindo do banco tem sido um bom scorer, sem contar que tem se esforçado bastante defensivamente. Will Barton eh o nosso cestinha vindo do banco, mas acho que precisamos de mais um cara pra dar uma ajuda (Hernangomez) , pena estar machucado. Mas enfim, eh um início de season.

    • Doug

      Eu acho que Denver defendeu muito mal…entrou bem sem vontade na defesa e logo tomou dois dígitos de frente…esse time de Denver é bom, mas, ontem, deu espaço demais para um escrete como o GSW…aí não tem jeito…

    • Gustavo

      Mandar o Nelson embora pra absorver RJ não faz sentido pra mim até agora

  • Millo

    Vamos a caça de NYK

    Season All-Time Record:
    Indiana Pacers 81 Wins
    New York Knicks 90 Wins

    • William Felton

      Legal, em toda rodada em que o Pacers joga você trás o histórico geral contra o adversário da noite. Gosto desses aspectos de história.

      Então fui dar uma pesquisada, e olha só: contra os 29 atuais adversários na liga, na temporada regular, o Pacers tem vantagem histórica contra 14 deles (Nets, Hornets, Cavaliers, Pistons, Warriors, Clippers, Grizzlies, Heat, Wolves, Pelicans, Magic, Kings, Raptors e Wizards); tem desvantagem contra 13 (Hawks, Celtics, Bulls, Mavericks, Rockets, Lakers, Bucks, Knicks, Thunder, 76ers, Suns, Blazers e Spurs); e empata com outros 2 (Nuggets e Jazz).

      A maior vantagem é contra o Nets, com 29 vitórias a mais. A maior desvantagem é contra o Lakers, com 30 derrotas a mais.

      • Millo

        Legal tb! não tinha feito essa pesquisa ainda! vou até fazer um levantamento geral por franquia está semana!

        • William Felton

          Massa, é até divertido fazer haha.

      • Guilherme Ferreira

        Existe uma Franquia apenas que tem vantagem contra todas as outras: Spurs

        • William Felton

          Não sabia. Mas é um baita feito! Dentre tantos dessa franquia.

        • William Felton

          Ainda bem que existem estatísticas nas quais ainda se pode vencê-los rsrs.

          * Temporadas com 60 ou mais vitórias:
          . Boston Celtics: 13 temporadas (Lakers tem 11);
          . San Antonio Spurs: 7 temporadas.

          * Temporadas com 50 ou mais vitórias:
          . Boston Celtics: 32 temporadas (Lakers também tem 32);
          . San Antonio Spurs: 27 temporadas.

        • Israel Pegado

          Uau! Não sabia desse feito de SAS.

        • Felipe Monteiro

          Isso se você considerar só temporada regular, pois, considerando tudo, o Lakers leva vantagem sobre o Spurs

          Regular: SAS 86 vs 78 LAL
          Playoffs: SAS 22 vs 34 LAL
          TOTAL: SAS 108 vs 112 LAL

  • Doug

    Não deixo de me impressionar como jogam esses homens grandes: AD, DMC e KAT…muito sólidos e constantes…e o Detroit virou a chave, hein…até o Drummond está jogando com mais vontade…Jameer contribuiu bem nos Pelicans…que o Rondo volte logo, pq quero ver esses caras brigando pela pós-temporada…Memphão sempre cascudo…está aí um time que tem identidade…

  • William Felton

    Eu estava vendo o jogo do Warriors e pensei na hora: aquele 3º quarto matador voltou! Vamos ver se vira um padrão novamente.

    • Will

      Isso me chamou a atenção também, William.
      Posso estar equivocado, mas acredito que, aos poucos e jogo após jogo, o GSW está embalando e voltando àquele padrão de jogo que os notabilizou, de alto poder ofensivo, mas com uma defesa bem ajustada, mordendo, que muitas vezes fazia com que os jogos simplesmente fossem definidos já no 3º quarto.

      • William Felton

        Era questão de tempo mesmo. O Steve Kerr mesmo disse, que a temporada só começaria pra valer após o halloween rsrs.

    • Israel Pegado

      Já apareceu contra o San Antonio na última quinta também!

  • Will

    Assisti o jogo do Golden State x Denver nessa madrugada e a impressão que ficou para mim é que os Nuggets não souberam fazer a leitura e ajustes necessários para dificultar mais as coisas para o GSW. É bem verdade que os Warriors estão, a cada jogo, voltando àquela forma e entrosamento que os consagraram, desde 2015, como o time a ser batido, mas olhando para o aspecto defensivo ao longo do jogo, pelo lado do time que estava jogando em casa, fica a impressão de que algo a mais poderia ter sido feito, uma marcação mais justa, uma maior variação tática, sei lá… Chegou um momento no jogo que até o Zaza Pachulia e o JaVale McGee estavam fazendo graça, marcando seus pontinhos aqui e acolá com uma certa facilidade. Rsrs

  • Michel Moral

    Mudiay é bust, eles disseram…

  • TRUETHIAGO

    Quando eu vi o boxscore de madrugada achei que tinha tomado umas vodkas a mais, mas pelo jeito não. O Curry teve mesmo um plus-minus de absurdos +44 (QUARENTA E QUATRO!). Chutador filho da mãe, deve vir para mais uma season liderando nesse quesito…

    https://twitter.com/ESPNStatsInfo/status/927012360207953920

    • William Felton

      Um dado desse não pode passar batido. Demonstra o impacto de um jogador como ele.

      Lembrando que o Curry lidera a liga, até o momento, em win shares (2,2), que dá uma noção muito boa da contribuição de um jogador para o seu time.

      • TRUETHIAGO

        Sim, existem várias métricas. Outra que costumo dar bastante valor é o PER, não sei se já atualizaram com os jogos de ontem, mas até a última vez que olhei ele também estava ali no topo, junto com LeBron, Giannis, Davis e Cousins.

        • William Felton

          Também gosto do PER. Não, ainda não atualizaram, por isso nem citei-a.

          E aquela PIE, você que tá por dentro dos números, o que acha dela?

          • Airton Gomes

            Saberia me dizer quais os parâmetros do PER?

          • William Felton

            A fórmula é um bocado complexa, e leva em conta tanto as estatísticas positivas, quanto as negativas. Entram nela os arremessos tentatos, lances livres, arremessos de 3 pontos, assistências, rebotes, bloqueios, roubadas, índices ofensivos e defensivos [box plus/minus], e também arremessos errados, bolas desperdiçadas e faltas pessoais. Faz uma mistura louca e tem o que mais se aproxima da real eficiência/impacto de um jogador em uma partida e também numa cumulação de partidas

          • TRUETHIAGO
          • TRUETHIAGO

            O PIE, se eu não estiver enganado, é relativamente parecido com o próprio PER, a grande diferença que nele não consideram o “pace” (quantidade de posses) na equação, enquanto o PER faz esse ajuste.

            Por exemplo, pode acabar criando algumas distorções se a gente for analisar jogadores de times que jogam em ritmos diferentes. Sei lá, Jazz, Grizzlies e tal, jogam num PACE bem menor comparado com o Warriors, Rockets, etc.

            Mas no final tudo acaba se complementando, quanto mais ferramentas melhor. Para quem gosta, claro, de perder tempo com essa parte, rs.

          • William Felton

            Verdade, o melhor é montar o quebra-cabeças todo com o mais de elementos possíveis.

        • William Felton

          Até ontem, por PER:
          1- LeBron James: 32,8;
          2- Giannis Antetokounmpo: 32,5;
          3- Stephen Curry: 30,6;
          4- Anthony Davis: 30,5;
          5- DeMarcus Cousins: 27,8

    • paulo hamk

      Curry é o jogador do gsw que mais joga com os titulares, o klay é o Green o que joga menos isso do quinteto inicial, mas ontem o curry só foi jogar muito quando o time tinha 17 pontos de vantagem, quando estava pau pau tava tijolando.

      • TRUETHIAGO

        Eu nem assisti o jogo inteiro, mas de fato o Kerr utiliza ele geralmente nos 1Q e 3Q inteiros; assim como Curry muitas vezes é o menos utilizado entre os titulares no 4Q. Do quinteto inicial obviamente é o Pachulia, que raramente pisa na quadra nesse período. Mas óbvio que na pratica o 5º elemento desse time é o Iguodala, vindo do banco, não o Zaza.

        Vendo aqui o shot chart dele, foi para o intervalo com 3-8 nos FG (2-5 3-PT), um aproveitamento abaixo da média natural, porém em contrapartida com 9 assistências, que por outro lado também é um número bastante positivo e maior do que de costume.

        • paulo hamk

          Ele só não joga no q4 com os titulares quando o jogo está ganho, geralmente quem mais joga nesses q4 quando time tem uma larga folga é o klay, pode ver que quando o jogo está apertado no q4 ele sempre está em Quadra com os outros 3 titulares absolutos,(no primeiro post eu me referi mais ao quarteto principal o Zaza é café com leite), eu não confio muito em Plus minus pois ele é muito relativo, por exemplo o jogo que o lonzo saiu zerado dos lakers ele foi o maior Plus minus da partida, mas não foi nem de longe o melhor jogador da partida.

          • TRUETHIAGO

            Exato, por isso mesmo em nenhum momento eu disse que o Curry foi o melhor jogador da partida, apenas que ele teve um saldo insano. Que como está no post do Twitter ESPN Stats, foi o maior da carreira. Sendo que ele normalmente já tem ótimos índices disso, no entanto, nunca tinha chegado a tanto quanto ontem.

            Concordo que uma ou outra métrica isolada pode gerar distorção, como comentei com o William, mas isso não significa que o +/- não tenha a sua relevância.

          • William Felton

            Mas não desenvolveram uma nova estatística pra amenizar esse perigo a que vcs se referiram, o Real Plus Minus? Nunca vi ela aplicada.

      • Luis Fernando Teles Sousa

        É verdade. Quando o nuggets tava na frente depois de uns lances do faried ele tijolou 3 arremessos seguidos.

      • Rafael Marques

        Mas ele ajudou a equipe a abrir 17 de vantagem, o plus conta a vantagem da equipe no período de tempo, ele não precisa pontuar especificamente..

        • paulo hamk

          Óbvio amigo eu sei do que se trata Plus minus, acho que vc não entende meu ponto de vista.

        • Danilo Mota

          O time acordou após a volta dele e do Durant, claramente isso.

  • Enzo Soares

    Tudo de volta a seu devido lugar.

  • Luis Fernando Teles Sousa

    Detroit deitando e rolando nesse inicio. Tomara que continuem nessa.

  • Gabriel S Monteiro

    Tyreke Evans: 20 pontos

    Tem feito uma boa temporada até aqui!

    • Vitor Medson

      Espero que ele se mantenha saudável e com a cabeça no lugar. É um jogador muito útil.

  • Thiago pereira dos santos

    Mais uma boa vitoria dos warrios,parecem ja esta nas suas formas e jogando o belo basquete que todo mundo quer ver,e o green finalmente jogou seu belo basquete da temporada passada!

  • Guilherme Petros

    Mavs não ta mto bem, não…

  • Wellington Tong Godinho

    Tô muito surpreso, o Bulls pode até não está ganhando, mas está impondo dificuldades em quase todos os jogos, perdendo muitas vezes por diferenças menores de 10 pts. Isso é um alento para os torcedores.