Warriors vai oferecer contrato máximo a Kevin Durant

O Golden State Warriors está disposto a renovar o vínculo com o astro Kevin Durant, nem que, para isso, tenha que pagar milhões de dólares em multas por ultrapassar o teto salarial e se tornar o time mais caro da história da NBA. De acordo com Brian Windhorst, da ESPN, a equipe californiana vai oferecer ao ala o contrato máximo permitido: US$221 milhões por um vínculo de cinco temporadas.

O detalhe é que os outros times interessados em contar com os serviços de Durant poderão oferecer, no máximo, US$164 milhões por quatro anos. Além do próprio Warriors, Brooklyn Nets, Los Angeles Clippers e New York Knicks são vistos como os prováveis destinos do jogador a partir da próxima temporada.

Há dois dias, Durant abriu mão da cláusula de extensão automática que possuía em seu contrato com o Warriors e tornou-se agente livre irrestrito. A ideia do ala é assegurar um contrato lucrativo e duradouro. Durant e seu agente Rich Kleiman estão em Nova York, avaliando as opções na agência livre.

Durant chegou ao Warriors na agência livre de 2016, após disputar nove temporadas com as camisas de Seattle SuperSonics (2007/08) e Oklahoma City Thunder (2008/16). Pela equipe californiana, ele conseguiu dois títulos (2017 e 2018) e foi eleito MVP das finais em cada uma dessas conquistas.

Vale lembrar que o astro rompeu o tendão de Aquiles direito, no segundo período do jogo 5 das finais deste ano, contra o Toronto Raptors. Há duas semanas, Durant se submeteu a uma cirurgia para reparar a gravíssima lesão. A julgar por casos anteriores, ele deverá ficar afastado das quadras por um período de nove meses a um ano.

Veterano de 12 temporadas na NBA, Durant disputou 849 partidas, todas como titular, e angariou médias de 27.0 pontos, 7.1 rebotes e 4.1 assistências.

Além da renovação de Durant, o Warriors pretende assegurar a continuidade do ala-armador Klay Thompson, outra peça-chave na equipe e que também é agente livre irrestrito nesta offseason. Segundo Adrian Wojnarowski, da ESPN, a equipe californiana vai oferecer o contrato máximo permitido ao atleta: US$190 milhões por cinco temporadas. Um acordo entre as partes deverá ser sacramentado assim que o período de agência livre for aberto, neste domingo.

Caso obtenha sucesso nas negociações com os dois astros, o Warriors poderá arcar, na próxima temporada, com quase US$150 milhões em salários, se contarmos apenas com os cinco principais jogadores da equipe. Vale lembrar que o teto salarial da NBA, em 2019/20, deverá ser de US$109 milhões. As multas deverão começar a ser cobradas de quem gastar pelo menos US$132 milhões.

Com uma folha salarial total estimada em US$175 milhões, a franquia californiana teria de pagar US$201 milhões em multas, o que geraria um gasto total de US$376 milhões, algo sem precedentes na história da NBA. Segundo a ESPN, a inauguração da nova arena do Warriors (Chase Center), em San Francisco, deverá gerar mais de US$200 milhões em novas receitas.

Salários dos destaques do Warriors para a temporada 2019/20 (total de US$146.7 milhões)

– Stephen Curry: US$40.2 milhões
– Kevin Durant: US$38.1 milhões
– Klay Thompson: US$32.7 milhões
– Draymond Green: US$18.5 milhões
– Andre Iguodala: US$17.2 milhões