Westbrook minimiza ausência no último período de jogo

O Oklahoma City Thunder conseguiu empatar a série contra o Dallas Mavericks, válida pela final da Conferência Oeste da NBA, com uma formação um pouco diferente da que estamos acostumados a ver. A maior ausência foi a do armador Russell Westbrook, uma das estrelas da equipe. Os reservas que iniciaram o último período de jogo estiveram muito bem e construíram uma vantagem de dez pontos a poucos minutos do fim do confronto. Assim, o treinador Scott Brooks resolveu manter o quinteto que já estava em quadra até o final do jogo.

Perguntado sobre o fato de não ter atuado no último período, Westbrook, que saiu visivelmente irritado nos segundos finais do terceiro período, preferiu não polemizar e disse que “nós vencemos e eu estou bem. Estarei ali sentado e esperando meu nome ser chamado”. Perguntado sobre como foi não ter o nome chamado nem nos últimos minutos da partida, ele preferiu enfatizar que “nós estávamos vencendo, e eu sei que vocês querem fazer a mesma pergunta e eu vou dar a mesma resposta, vencer é vencer”.

O armador reserva Eric Maynor foi um dos destaques do Thunder no último período, terminando a partida com 13 pontos. Russell Westbrook também teve boa atuação, anotando 18 pontos no triunfo.