“Zach LaVine deseja ser o franchise player do Bulls”, crava Satoransky

Zach LaVine é um dos principais atletas apontados como “injustiçados” na eleição do Jogo das Estrelas desse ano. O cestinha do Chicago Bulls consolida-se, a cada rodada, como referência técnica e aposta de liderança do elenco de Illinois visando os próximos anos. O armador Tomas Satoransky também vê o grande potencial do companheiro de time, mas sua análise vai além da excelência como jogador.

“Nós dependemos da pontuação de Zach todas as noites. E você pode ver como ele está confortável nessa condição, antes de qualquer coisa. Trata-se de alguém que deseja ser o franchise player do time – e, obviamente, já vem o fazendo. Acho que merecia ter sido eleito all-star pela forma como carrega-nos ofensivamente a cada jogo”, elogiou o atleta tcheco, em entrevista ao site The Athletic.

A alta aposta em LaVine, porém, não estão restritas aos companheiros de elenco. O vice-presidente de operações do Bulls, John Paxson, não esconde que parte crucial do futuro do time depende da evolução do ala-armador. “Estamos acompanhando o seu crescimento técnico e em termos de confiança. Colocamos muitas expectativas sobre seus ombros, pois é um jogador extremamente talentoso”, avaliou.

O atleta de 24 anos vive a melhor temporada da carreira em Chicago, com médias de 25.0 pontos (com quase 38% de aproveitamento nos arremessos de longa distância), 4.8 rebotes, 4.1 assistências e 1.4 roubos de bola em 54 partidas disputadas.

Ricardo Stabolito Jr.
Ricardo Stabolito Jr.
Jornalista de 27 anos. Natural de São Bernardo do Campo, mas vive em Salvador há mais de uma década.