Zion Williamson pede liberação dos treinos da seleção norte-americana

A onda de dispensas da seleção dos EUA que disputará a Copa do Mundo FIBA, em setembro, está tão forte que já atingiu até a equipe de apoio para treinos. De acordo com Shams Charania, do portal The AthleticZion Williamson solicitou a liberação do elenco de jovens atletas que vai auxiliar a preparação do selecionado e, assim, também abdica da possibilidade de ser convocado para a competição.

A primeira escolha do último draft afastou-se da seleção a pedido dos dirigentes do New Orleans Pelicans, que querem integrá-lo o mais rápido possível à franquia e ao novo elenco. Além do calouro, o time já conta com outros oito recém-contratados com vínculos garantidos para a próxima temporada – entre eles, o novato Jaxson Hayes, o jovem Lonzo Ball e o veterano J.J. Redick.

Com as diversas “baixas” na pré-convocação, Williamson era tido como uma aposta segura sobre atletas do elenco jovem de apoio que poderiam acabar na lista de 12 jogadores que iriam à China. O Pelicans, nesse sentido, pode ter sido motivado a pedir a dispensa do ala-pivô de 19 anos por questões físicas, já que ele ficou fora da maior parte da Liga de Verão por precaução relacionada a uma lesão.