Los Angeles Lakers até parecia estar entrando nos eixos recentemente, mas tomou mais um golpe inesperado nessa sexta-feira. Os angelinos foram surpreendentemente derrotados por 24 pontos de diferença, em casa, por um Minnesota Timberwolves que vinha de seis reveses seguidos. O astro Anthony Davis acendeu o sinal amarelo, pois não vê o Lakers apresentando um basquete campeão. Muito pelo contrário. 

 

“Nós precisamos decidir quem queremos ser enquanto time. Uma equipe campeã? Isso, certamente, não é o que somos no momento. Não seremos campeões com o basquete atual apresentado. Ou seja, temos que ser melhores. Precisamos nos importar com os jogos em casa e, por fim, vencer em geral. O que aconteceu hoje, sobretudo, foi bem embaraçoso”, desabafou o ala-pivô, em entrevista após a derrota por 107 a 83.  

O desempenho do Lakers foi trágico, em particular, no terceiro período. Após vencer o primeiro tempo por cinco pontos, os angelinos viram o jogo sair totalmente do controle perdendo o quarto por 40 a 12. E, como citado por Davis, essa não é uma novidade. De acordo com a ESPN Stats & Info, o Lakers possui o pior saldo entre todas as equipes da liga no terceiro quarto nessa temporada (-83). 

“Nós fomos, em síntese, uma droga no terceiro quarto. Não defendemos ou pontuamos, para resumir. E esse não é um problema desse jogo particular, pois jogamos mal todas as voltas de intervalo nessa temporada. Sempre voltamos do vestiário lentos, bastante burocráticos dos dois lados da quadra, mas não sei explicar a razão. Então, precisamos fazer um melhor trabalho”, resumiu o oito vezes all-star da liga. 

Perder da maneira errada 

A reação de Davis, aliás, não é única ou solitária. O pivô Dwight Howard, poucos dias antes, já havia comentado que o Lakers não estava no patamar de um campeão ainda. Nem é para estar, afinal, depois de somente dez jogos da temporada. O jogador de 28 anos sabe que a jornada até o título é muito longa, mas, no momento, só quer que a franquia perca para os adversários. E não para si próprio.    

“O que não podemos fazer, primeiramente, é apontar os dedos uns para os outros. Nós precisamos seguir juntos, pois, obviamente, todos os times perdem jogos. A sensação ruim é poque precisamos perder da maneira certa. Sermos derrotados pelo oponente. Hoje, porém, derrotamos a nós mesmos com nossos erros. Esses são os resultados, afinal, mais frustrantes”, explicou o craque, que anotou 22 pontos na derrota.  

O “sinal de alerta” está ligado, mas Frank Vogel tem visão um pouco diferente. Ele crê que o resultado pode ser a faísca que Anthony Davis e o Lakers precisam no caminho até ser campeão. “Já aprendi que não há melhor motivador do que um revés feio. Eu acho que os nossos atletas estão bravos e, por isso, farão o necessário para melhorar. Tudo depende, sobretudo, de esforço, foco e execução”, ponderou o treinador. 

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:  

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER