Logo após a vitória do Atlanta Hawks sobre o Brooklyn Nets, por 145 a 141, no dia 30 de dezembro, o técnico Steve Nash reclamou da postura do armador Trae Young, que tentava cavar faltas para cobrar lances livres. Agora, Young rebate as críticas de Nash, dizendo que aprendeu a fazer isso com ele.

“Eu vi que isso acabou repercutindo e todo mundo estava falando sobre isso”, disse Young. “Eu aposto que se eu jogasse para Steve [Nash], ele estaria feliz, pois no meio da competição ele estava tentando vencer e eu estava tentando vencer e eu vou fazer tudo o que for preciso. Eu aprendi a cavar faltas com Nash”.

Atrás apenas de Giannis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks, com o maior número de lances livres cobrados na temporada, Young usa o artifício por conta dos 86.2% de conversões da linha. O camisa 11, que foi ao Jogo das Estrelas pela primeira vez na temporada passada, acredita que Nash não deveria reclamar tanto da arbitragem, tentando fazer com que os juízes estejam ao seu lado em todas as marcações.

“Eu acho que ele fica querendo falar no ouvido dos árbitros como se isso fosse ajudar a vencer. Se ele diz que não é basquete, ele deveria estar falando sobre ele mesmo porque ele fez isso algumas vezes durante sua carreira como jogador e teve muito sucesso”, concluiu.

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook