Bem-vindos a mais uma edição do boletim do mercado da NBA do Jumper Brasil, com melhor compilado de rumores sobre os times e atletas da liga!  

  

Kings ainda não procura possíveis interessados em Bagley 

Marvin Bagley III é a fonte de drama e problemas do Sacramento Kings no momento. O agente do ala-pivô fez críticas à franquia depois de ser informado que seu cliente não estaria na rotação da temporada. E, por enquanto, a “novela” continuará sem definição. De acordo com Brian Windhorst, da ESPN, os californianos ainda não estão à procura de um novo time para a segunda escolha do draft de 2018. 

O jornalista apurou que a equipe não planeja realizar negociações antes de testar o seu elenco no começo da temporada. A tendência é que apostem em formações mais leves, mas, se a estratégia não funcionar, o jovem voltaria a ser importante. Bagley disputou 119 jogos nas primeiras três temporadas da liga, registrando médias de 14.4 pontos e 7.5 rebotes em 25.4 minutos de ação.      

  

 

  

Campanha do Hornets pode levar à troca de Mason Plumlee  

Mason Plumlee foi contratado pelo Charlotte Hornets na offseason, mas pode ter uma passagem muito curta pela equipe. A depender dos resultados do time, em particular, ele pode ser trocado antes mesmo do fim da temporada. Segundo Michael Scotto, do site HoopsHype, espera-se que a franquia explore o mercado do jogador se tiver uma campanha abaixo do esperado. 

Os executivos da Carolina do Norte trouxeram o experiente pivô porque a rotação de garrafão foi uma notória fraqueza na última temporada. Sem objetivos competitivos, porém, a tendência é que abra-se caminho para o desenvolvimento de talentos mais jovens. Entre eles, por exemplo, estão os calouros Kai Jones e JT Thor 

    

Equipe australiana manifesta interesse em repatriar Exum 

Dante Exum não conseguiu assegurar vaga no elenco do Houston Rockets e, por isso, acabou dispensado às vésperas da temporada. E o futuro da carreira do ala-armador, afinal, pode estar de volta à sua terra natal. O South East Melbourne Phoenix, equipe da primeira divisão australiana, manifestou o interesse em repatriar o atleta. 

“Se Dante decidir que retornar para cá é o movimento certo para sua carreira, então nós estaremos preparados. Faríamos tudo o que fosse possível para auxiliar essa mudança”, afirmou o gerente-geral da equipe, Tommy Greer. Seria uma experiência inédita para Exum, que não jogou profissionalmente na Austrália antes de chegar à NBA. 

  

 

   

Xodó de Ujiri, Anunoby seria quase “intocável” no Raptors 

OG Anunoby é, certamente, um dos favoritos ao prêmio de atleta que mais evoluirá na temporada recém-iniciada. E, sobretudo, não tenham dúvidas de que executivos do Toronto Raptors têm consciência de que o ala é um jovem talento especial. De acordo com Marc Stein, da plataforma Substack, o jogador de 24 anos tornou-se um (quase) “intocável” no elenco da equipe canadense nos últimos meses. 

O repórter apurou que, entre inúmeros fãs, o maior adorador do basquete do atleta nos bastidores da franquia é o presidente de operações Masai Ujiri. Seu status estaria tão alto dentro da organização, aliás, que é duvidoso se o time aceitaria incluí-lo em uma troca por astros como Ben Simmons, por exemplo. Será bastante difícil, resumindo, tirá-lo de Toronto nesse momento. 

Um dos melhores defensores do Raptors, Anunoby iniciou a temporada com médias de 16.0 pontos, 6.3 rebotes e 1.3 roubos de bola em três partidas disputadas com o Raptors. 

    

 

   

Em transição 

– O veterano Al-Farouq Aminu, com mais de 700 partidas na NBA, iniciou a temporada sem time. O ala foi um dos últimos jogadores dispensados pelo San Antonio Spurs antes do início da campanha e, então, está livre no mercado. 

– Sexta escolha do draft de 2019, Jarrett Culver viverá uma experiência diferente para prospectos desse status. O Memphis Grizzlies não exerceu a opção do quarto ano de vínculo do recém-adquirido atleta e, assim, será agente livre 2022.    

– Você lembra de Ty Lawson? Pois, na próxima temporada, o armador estará levando os seus talentos para o basquete porto-riquenho. De acordo com J.D. Shaw, do site HoopsRumors, ele assinou contrato com os Mets de Guaynabo. 

– Wesley Iwundu é outro jogador até então estabilizado na liga que, agora, busca uma nova equipe. O ala de 26 anos foi dispensado pelo Hornets e, consequentemente, está liberado para negociar com outros times. 

  

 

  

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram 
YouTube 
Twitter 
Canal no Telegram 
Apostas – Promocode JUMPER