Bem-vindos a mais uma edição do boletim do mercado da NBA do Jumper Brasil, com o melhor compilado de rumores sobre os times e atletas da liga!  

  

Cinco equipes monitoram disponibilidade de Lonzo Ball 

Cada vez mais parece evidente que Lonzo Ball está disponível para negociação no New Orleans Pelicans. E, embora não seja um atleta muito adorado do público, cinco times estariam de olho na possibilidade de contratar o jovem armador. De acordo com Brian Robinson, do site Heavy, os interessados são: New York Knicks, Dallas Mavericks, Los Angeles Clippers, Toronto Raptors e Orlando Magic. 

A passagem do jogador de 23 anos pela franquia da Louisiana está sob risco desde as partidas disputadas na “bolha”, quando reapresentou-se fora de forma e acumulou atuações pífias. Ele será agente livre restrito na próxima offseason e as negociações para uma extensão prévia entre as partes não teriam avançado por conta das altas exigências financeiras do titular do técnico Stan Van Gundy. 

Ball participou de dez jogos do (decepcionante) início de temporada do Pelicans, com médias de 11.9 pontos, 4.0 rebotes e 4.4 assistências em pouco mais de 32 minutos de ação. 

   

  

“Quero ficar no Lakers por muito tempo”, crava Schroder 

As tratativas para uma extensão prévia de Dennis Schroder com o Los Angeles Lakers estão estagnadas no momento. Mas, a cada chance que surge, o armador deixa claro que sua intenção é permanecer com os atuais campeões por mais do que apenas uma temporada. Ele voltou a reforçar o desejo de alongar vínculo com os angelinos em entrevista no início da semana. 

“O entrosamento desse grupo é fantástico. É por isso que eu quero ficar no Lakers por muito tempo, mas, como já disse antes, um acordo precisa ser justo para todos os envolvidos. Se for justo, não há problemas. Seria ótimo continuar aqui em longo prazo, com certeza”, afirmou o armador titular do Lakers, que recusou oferta de US$33.4 milhões por duas temporadas na offseason. 

  

Rockets deseja três escolhas de draft por P.J. Tucker 

P.J. Tucker está disponível para trocas no Houston Rockets e a tendência é que, nas próximas semanas, o veterano tenha um novo time. E os interessados no ala-pivô já sabem o que vai ser preciso para adquiri-lo. Segundo Kevin O’Connor, do portal The Ringer, os texanos estariam exigindo três escolhas de segunda rodada de draft para liberar o jogador. 

Interessados nos serviços de Tucker, aparentemente, não faltam no mercado. Boston Celtics, Denver Nuggets, Minnesota Timberwolves e Miami Heat são algumas das franquias especuladas como possíveis destinos para o titular de 35 anos. A complicação para conseguir tal retorno seria o fato do atleta ser agente livre irrestrito ao fim da temporada. 

    

Zach LaVine planeja buscar contrato volumoso em 2022 

O Chicago Bulls conseguiu uma barganha em 2018, quando assinou vínculo de US$78 milhões por quatro temporadas com Zach LaVine. E, agora, o cestinha da equipe está preparado para “capitalizar” em cima do grande momento técnico que vive. De acordo com Joe Cowley, do jornal Chicago Sun-Times, o jogador planeja assinar um contrato volumoso na offseason de 2020 – com salário inicial acima dos US$30 milhões. 

Em recentes entrevistas, o ala-armador chama a atenção para a questão de querer ser mais visto e reconhecido por seu basquete – em especial, sendo eleito all-starCowley apurou, no entanto, que ele não vê a agência livre como uma forma de “resolver” esse problema (com uma eventual saída de Chicago) e focará na questão financeira quando chegar o momento. 

LaVine disputou 14 partidas do Bulls na atual temporada e tem sido muito elogiado por suas atuações. Atuando quase 36 minutos por jogo, o atleta de 25 anos possui médias de 27.4 pontos, 4.8 rebotes e 5.3 assistências – todas, maiores marcas da carreira. 

   

  

Em transição 

– O pivô Kyle O’Quinn está levando os seus talentos para o basquete turco. Segundo Nikos Varlas, do site EuroHoops, o ex-atleta do Philadelphia 76ers firmou contrato até o fim da atual temporada com o tradicional Fenerbahçe.  

– O Raptors confirmou a saída do pivô Alex Len nessa segunda. O jogador de origem ucraniana chegou a ser titular da equipe canadense em dois jogos, mas encerra sua passagem com ínfimas médias de 2.3 pontos e 1.6 rebotes. 

– Titular do Sixers durante o recente surto de COVID, o armador Dakota Mathias não faz mais parte do elenco do time. A equipe anunciou a dispensa do calouro de 25 anos nessa terça-feira e pretende deixar a vaga aberta no plantel. 

– Outro atleta que foi liberado nos últimos dias é Anzejs Pasecniks, do Washington Wizards. O pivô letão teve seu contrato rescindido, receberá os US$350 mil que tinha garantidos em seu vínculo e deverá retornar ao basquete europeu. 

  

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA, incluindo os rumores de times e atletas no boletim do mercado: 

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook