Bem-vindos a mais uma edição do boletim do mercado da NBA do Jumper Brasil, com melhor compilado de rumores sobre os times e atletas da liga!  

  

Lakers tenta avançar negociações por Kenrich Williams 

Kenrich Williams promete ser uma possível aquisição popular entre equipes competitivas antes da trade deadline. E, por isso, a direção do Los Angeles Lakers quer adiantar-se à concorrência. De acordo com a equipe do podcast OKC Topic Thunder, a franquia está em negociações com o Oklahoma City Thunder pela contratação do ala reserva. 

A proposta dos californianos envolveria, primeiramente, o ala-armador Kent Bazemore e duas escolhas de segunda rodada de draft. No entanto, é provável que o Thunder tenha maior vantagem aguardando até fevereiro para ver as propostas de outros interessados. Em 36 jogos na temporada, Williams registra médias de 7.0 pontos e 4.0 rebotes. 

  

 

  

Em reviravolta, Rockets pode decidir manter Eric Gordon 

O veterano Eric Gordon sempre foi considerado, antes de tudo, uma moeda de troca no Houston Rockets. Mas, talvez, a equipe texana não esteja interessada em “livrar-se” do pontuador a qualquer custo. Segundo Tim MacMahon, da ESPN, o time não está avesso à ideia até de manter o experiente sexto jogador após a trade deadline. 

O atual lanterna do Oeste, primeiramente, só pretende negociar o ala-armador por valor de retorno considerável. Contratos expirantes não serão o bastante para adquiri-lo e, certamente, escolhas de draft precisarão estar no pacote. Gordon anota 14.8 pontos (com 45.2% de acerto nos tiros de três pontos) e 3.4 assistências na temporada.  

    

Terrence Ross e Gary Harris estão disponíveis para troca 

Não é segredo para ninguém que, por fim, o Orlando Magic disponibilizaria os veteranos de seu elenco para trocas até fevereiro. E a franquia está pronta para intensificar seus esforços para encontrar um destino para dois atletas, em particular. De acordo com Eric Pincus, do site Bleacher Report, o time busca trocas para Gary Harris e Terrence Ross. 

É especulado que os dirigentes da Flórida exijam, em síntese, uma seleção de primeira rodada de draft por cada um dos atletas. É incerto, porém, se os dois alas-armadores conseguirão atrair esse nível de oferta no mercado. Esse é o valor em essência, afinal, que o Atlanta Hawks conseguiu pelo jovem Cameron Reddish. 

   

Wizards segue desinteressado em negociar Bradley Beal 

Bradley Beal deverá ser agente livre na próxima offseason e, assim, ter a oportunidade de deixar o Washington Wizards. No entanto, a franquia não parece lá muito intimidada com a possibilidade de perder o astro sem nenhuma compensação. Muito pelo contrário, na verdade. Segundo Brian Windhorst, da ESPN, o nome do craque não é sequer citado em nenhum círculo como possível alvo de negociação. 

A direção do time da capital federal já deu inúmeros sinais, aliás, de que não pretende trocar um dos principais pontuadores da liga. Por isso, múltiplos executivos acreditam que o Wizards está preparado para oferecer uma extensão de mais de US$200 milhões por cinco temporadas ao ala-armador em julho. Muitos, porém, duvidam que o jogador esteja interessado em permanecer em Washington. 

Beal, de 28 anos, registra médias de 24.0 pontos, 4.7 rebotes e 6.4 assistências em 34 jogos disputados pelo Wizards.   

    

 

   

Em transição 

– Bismack Biyombo está garantido no elenco do Phoenix Suns até o término da atual temporada. Depois de ser contratado como um dos atletas substitutos para infectados pela COVID, o pivô congolês terá seu contrato assegurado pelos próximos cinco meses. 

– Enquanto Kenrich Williams não vem, o Lakers trouxe de volta Sekou Doumbouya. De acordo com Dave McMenamin, da ESPN, o ala francês assinará contrato two-way com a franquia e ganha nova chance no elenco angelino. 

– O pivô Jahlil Okafor realmente não parece ter espaço na NBA, então está a caminho da China. O terceiro selecionado do draft de 2015 tem um acordo apalavrado até o fim dessa temporada com o Zhejiang Guangsha Lions. 

– Denzel Valentine não ficou muito tempo sem equipe, afinal. Depois de ter sido dispensado pelo New York Knicks, o ala-armador acaba de fechar um contrato de dez dias para substituir infectados pela COVID no Utah Jazz. 

– Por fim, Isaiah Hartenstein ficará no elenco do Los Angeles Clippers pelo resto dessa temporada. O time angelino confirmou as expectativas do mercado e, dessa forma, garantiu o contrato do pivô reserva até, no mínimo, o fim da campanha.  

  

 

  

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram 
YouTube 
Twitter 
Canal no Telegram 
Apostas – Promocode JUMPER