De acordo com o jornalista Jake Fisher, do site Bleacher Report, o astro Bradley Beal pode pedir para ser trocado pelo Washington Wizards antes do draft da NBA, que acontece na próxima quinta-feira. O jogador, que interessa a diversas equipes, como o Golden State Warriors, estaria inclinado a deixar o Wizards após nove anos.

Fisher indica que, segundo uma fonte, Bradley Beal saberia que a melhor decisão para a sua carreira seria fazer o pedido para ser trocado antes do draft e aproveitar o momento de transição no Wizards. Especula-se que o time possa negociar o armador Russell Westbrook com o Los Angeles Lakers e, com um novo técnico, a direção esteja pensando em fazer reformulação em seu elenco.

Por muito tempo, Beal rejeitou qualquer tipo de transação para deixar o Wizards, mas o foco da equipe poderia estar mudando neste momento. Além do Warriors, Boston Celtics, Philadelphia 76ers e Miami Heat, também estariam interessados em seus serviços.

O Celtics seria muito por conta da amizade de Beal com Jayson Tatum. Os dois teriam conversado durante o período em que ele esteve com o time dos EUA, mas por ter contraído coronavírus, acabou sendo cortado das Olimpíadas. Qualquer oferta do Celtics precisaria incluir o jovem Jaylen Brown, o que pode dificultar uma movimentação.

O Warriors aparece como um dos favoritos por ter duas escolhas altas (7 e 14) no draft. Se o Wizards quer mesmo partir para o rebuild, e o recrutamento deste ano permite um pensamento assim, a opção por negociar com o time californiano ganha força. Andrew Wiggins entraria no negócio para bater salário.

No caso do Sixers, a opção é clara por Ben Simmons. O time abriu negociações recentemente pelo astro, que não deve ficar. O problema seria o Wizards aceitar sem trocar Westbrook antes. A diretoria não estaria interessada em ter Simmons e Westbrook no mesmo elenco, principalmente por conta de espaçamento em quadra.

Por fim, e com menos chances, aparece o Heat. A equipe da Flórida quer Beal há muitos anos e Jimmy Butler teria tentado convencer o jogador a aceitar a mudança para o time no passado, mas as conversas jamais teriam avançado.

Em 2020-21, Beal foi o segundo maior cestinha da temporada, com média de 31.3 pontos, atrás apenas de Stephen Curry. Ele ainda obteve 4.7 rebotes, 4.4 assistências e converteu 34.9% dos arremessos de três em cerca de 36 minutos por noite.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER