Nesta sexta-feira (27), o Brasil venceu mais uma pelas eliminatórias da Copa América. Com grande atuação do armador Caio Pacheco, de 21 anos, o Brasil, comandado pelo técnico Aleksandar Petrovic, bateu o Panamá e conquistou a terceira vitória nas classificatórias para o campeonato continental, que será realizado em 2022.

O primeiro quarto de jogo começou truncado, com muitos erros de ambas as equipes. O Panamá iniciou a primeira metade da parcial jogando melhor, muito graças ao desempenho do ala Trevor Gaskins. O camisa 5 anotou 11 dos primeiros 13 pontos de sua seleção no duelo, enquanto o Brasil sofria com os desperdícios de bola no ataque. Quando Petrovic rodou o quinteto em quadra, sobretudo com a entrada do armador estreante Caio Pacheco, o jogo mudou de figura. A seleção canarinho anotou uma corrida de 8 a 2 nos minutos finais, sendo seis deles vindos do ala-pivô Lucas Dias, de Franca. No fim dos 10 primeiros minutos, o Brasil conseguiu abrir vantagem no placar geral: Brasil 19 x 15 Panamá.

Para o segundo período, a formação do quinteto em quadra com Alexey e Caio Pacheco dividindo a armação do ataque brasileiro continuou dando resultado. A equipe melhorou a defesa, sobretudo no perímetro, e mesmo errando em alguns momentos na tomada de decisão no ataque, a defesa foi a resposta, forçando 11 erros do adversário só no primeiro tempo. Gui Santos, ala de apenas 18 anos que joga no Minas, foi o destaque na vitória parcial da seleção canarinho no intervalo: Brasil 40 x 35 Panamá.

Na volta dos vestiários, o Brasil errou demais. Com 4 desperdícios de bola quase que consecutivos, o time comandado por Petrovic tomou uma corrida de 10 a 8 na primeira metade do terceiro quarto. Com isso, a vantagem caiu só para 3 pontos no placar geral e as principais forças do ataque brasileiro não davam resposta. Coube novamente aos suplentes a missão de virar o jogo. Na segunda metade do período, assim como no quarto inicial do duelo, o Brasil acordou. Caio Pacheco e Yago, armador do Flamengo, lideraram a pontuação e o volume ofensivo. Assim sendo, a seleção canarinho atacou mais o aro, foi mais agressiva na tabela ofensiva e anotou uma corrida de 9 a 0 até os minutos finais do período. No fim, vitória por 17 a 10 na parcial e vantagem subia para os dois dígitos no placar geral: Brasil 57 x 45 Panamá.

Para o último período, o Brasil não mudou muito a característica do jogo apresentado no terceiro quarto. A equipe escolheu melhor os arremessos na primeira metade da parcial e viu a dupla Caio Pacheco/Gui Santos ser o diferencial para a vitória. Na primeira metade dos 10 minutos finais, os brasileiros abriram uma corrida de 12 a 7 e a vantagem no placar geral foi para 17 pontos. Na segunda metade, já com o jogo definido, o Brasil caiu de rendimento e viu a vantagem cair para um dígito faltando dois minutos para o fim. Ao soar do apito final, vitória brasileira contra o Panamá e classificação encaminhada para a Copa América de 2022: Brasil 77 x 71 Panamá.

Caio Pacheco, saindo do banco, foi o cestinha dos brasileiros com 17 pontos. Gui Santos, com um duplo-duplo de 12 pontos e 11 rebotes, Lucas Dias, com 12 pontos e Lucas Mariano, também com 12, foram os outros destaques do triunfo canarinho em Buenos Aires.

Amanhã (28), a seleção volta a entrar em quadra pelas Eliminatórias. Às 13h10, com transmissão do SporTV 3, o Brasil enfrenta o Paraguai para carimbar de vez o passaporte para a competição continental de 2022.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece no basquete:

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook