O Miami Heat deu uma mostra de resiliência nessa sexta-feira para permanecer vivo nas finais da temporada. O campeão do Leste superou o Los Angeles Lakers no quinto jogo da série que define o título da temporada, em uma das melhores partidas dos playoffs e um clássico instantâneo das decisões recentes da NBA. A épica vitória por 111 a 108 foi impulsionada por mais uma atuação histórica do astro Jimmy Butler. 

“Eu tenho certeza que eles acreditavam que venceriam o jogo tanto quanto nós. Foi um teste de determinação e deixei tudo o que tinha em quadra, ao lado dos meus colegas de time. Todos deixamos tudo o que tínhamos em quadra – e é assim que vamos jogar de agora em diante. Para nós, simplesmente não há outra opção: é vencer ou vencer”, afirmou o ala-armador, que agora perde a série melhor-de-sete por 3 a 2. 

O craque do Heat anotou 35 pontos, 12 rebotes e 11 assistências no triunfo de Miami, enquanto ainda marcava o imparável LeBron James no outro lado da quadra e atingia algumas marcas impressionantes. Ele virou, por exemplo, o primeiro atleta da história da liga a registrar múltiplos triplos-duplos em sua primeira final da NBA. Para o técnico Erik Spoelstra, Butler tem sido a imagem e exemplo de um campeão. 

“A vontade de vencer de Jimmy é memorável. Todos os jovens jogadores que entram na NBA deveriam estudar os seus vídeos, a forma como joga. É a definição de um two-way player, com único compromisso com as vitórias e ser a melhor versão de si mesmo. Butler é a imagem de um campeão antes de tornar-se campeão”, enalteceu Spoelstra, em entrevista coletiva depois do resultado positivo no quinto jogo da série.  

Para Butler, as marcas não pararam por aí: ele descansou por apenas 38 segundos na partida e seus mais de 47 minutos em quadra foram um recorde pessoal em playoffs, considerando jogos que não tiveram prorrogação – o que explica imagens totalmente extenuado do astro no fim do confronto. Ele passou a ser só o segundo jogador com múltiplos triplos-duplos de 30 pontos em uma final de NBA, ao lado de LeBron.  

“Jimmy é o nosso principal atleta e aquele que procuramos nos instantes mais críticos. Tem sido o mais próximo da perfeição que se pode alcançar como humano. Da minha parte, eu sinto que tenho que jogar melhor para que ele não tenha que carregar tanta responsabilidade. A minha mentalidade é ser melhor pelo meu time e, especialmente, por Jimmy”, desabafou o pivô Bam Adebayo, que vem atuando visivelmente lesionado. 

Heat continua sem margem para erros e precisa vencer os próximos dois jogos para ser campeão da NBA. Mas, depois de um triunfo, Butler vê o otimismo interno apenas aumentar. “Tivemos um pouco de sorte com o arremesso de Danny Green, reconheço, mas essa é uma posição em que gostamos de estar. Eu acho que o próximo jogo será ainda mais duro, mas, no geral, gosto de nossas chances”, concluiu o astro.  

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:    

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook