Andre Drummond não joga mais pelo Cleveland Cavaliers e tende a ser envolvido em uma troca nos próximos dias. De acordo com Adrian Wojnarowski, da ESPN, o gerente-geral Koby Altman teve uma reunião com o jogador de 27 anos e seu empresário, Jeff Schwartz, nessa segunda-feira em que ficou definida sua saída do time. Ele continuará integrado ao elenco até que uma negociação seja fechada, mas fica inativo nas partidas da equipe. 

Procurado pela reportagem ESPN, Schwartz não confirmou os detalhes da história. Mas, basicamente, deu a entender que o seu cliente realmente será negociado pelo Cavs em breve. “Não importa em que direção resolvamos seguir, Andre tem 27 anos de idade e está no auge da carreira. Eu acredito fortemente que existe uma troca em que ele será adicionado a um elenco destinado a fazer uma boa campanha nos playoffs, onde pode ajudar bastante”, declarou. 

O encontro entre a direção da franquia e Drummond teria sido motivada por um suposto descontentamento do atleta com seu tempo de quadra recentemente: embora seguisse titular, o espaço na rotação parecia em queda desde a chegada do jovem Jarrett AllenWojnarowski apurou que Altman confirmou ao duas vezes all-star que o plano é ter o novo reforço assumindo a posição no garrafão e não seria justo mantê-lo com minutos limitados pelo resto da temporada. 

O pivô é dono de um contrato expirante na casa dos US$28 milhões e torna-se agente livre irrestrito ao fim da temporada. O entendimento de seus representantes é que ele precisa de minutagem para manter-se em evidência na busca por um novo vínculo no meio do ano. Nos últimos anos, apesar de números sólidos e a soberania como mais produtivo reboteiro da NBA, seu jogo tem sido bastante criticado por uma suposta ineficiência nos dois lados da quadra. 

Existem interessados no mercado por Drummond, embora nem todos estejam dispostos a negociar uma troca com o Cavaliers. Segundo Shams Charania, do portal The Athletic, seis times estão monitorando a situação do especialista em rebotes: Toronto Raptors (suposto favorito de momento), Dallas Mavericks, Charlotte Hornets, Boston Celtics, Los Angeles Clippers e Brooklyn Nets. As duas últimas, porém, só entrariam na disputa pelo reforço se ele for dispensado. 

Selecionado na nona posição do draft de 2012, Drummond chegou a ser um dos mais celebrados pivôs da liga em momentos pontuais da década passada. Ele liderou a liga em rebotes em quatro das últimas cinco temporadas, foi eleito para um dos quintetos ideais da liga em uma oportunidade e ganhou a Copa do Mundo FIBA em 2014, com a seleção norte-americana. Em 25 partidas pelo Cavaliers na atual campanha, ele teve médias de 17.5 pontos, 13.5 rebotes e 1.6 roubos de bola.