As mudanças no Boston Celtics já começaram para a próxima temporada. De acordo com o jornalista Jordan Schultz, da ESPN, o Celtics estaria interessado no técnico Mike D’Antoni para assumir o cargo de Brad Stevens, que tornou-se presidente de operações da equipe, após a saída de Danny Ainge.

No momento, D’Antoni ocupa a função de assistente de Steve Nash, no Brooklyn Nets. A equipe deverá conceder a ele a oportunidade de conversar com o time de Massachusetts, além de outros interessados, como Orlando Magic e Portland Trail Blazers, que demitiram, Steve Clifford e Terry Stotts, respectivamente. Entretanto, o Blazers estaria próximo de fechar com Chauncey Billups.

Como técnico, D’Antoni possui quase dois mil jogos no currículo, contabilizando passagens por Denver Nuggets, Phoenix Suns, New York Knicks, Los Angeles Lakers e, mais recentemente, Houston Rockets. Duas vezes eleito o treinador do ano, ele acumula 672 vitórias.

O Celtics deverá fazer algumas alterações em seu elenco para a campanha de 2021-22 e pode começar pelo armador Kemba Walker, como o Jumper Brasil noticiou na segunda-feira. O obstáculo, no entanto, seria o salário do jogador (aproximadamente US$36 milhões na próxima temporada). Time pretende flexibilizar sua folha salarial para as renovações de Evan Fournier e do ala Semi Ojeleye.

Eliminado pelo Brooklyn Nets em cinco jogos na primeira rodada dos playoffs, o Celtics pretende reforçar seu grupo de jogadores para ser mais competitivo na próxima temporada. O astro Jaylen Brown é outro que pode ser negociado.