O Toronto Raptors não deverá contar com o ala-pivô Pascal Siakam no início da temporada 2021-22, por conta de uma cirurgia no ombro. De acordo com a equipe canadense, Siakam ficará cerca de cinco meses fora de ação.

A NBA anunciou ontem que a próxima campanha terá início no dia 19 de outubro. Portanto, Siakam vai ficar de fora de aproximadamente três a quatro semanas de 2021-22. Segundo o Raptors, Siakam se machucou no dia 8 de maio, contra o Memphis Grizzlies, perdendo as últimas quatro partidas da atual temporada.

All Star em 2019-20, o camaronês decepcionou em boa parte desta temporada e foi duramente criticado pelo técnico Nick Nurse. Em um jogo contra o Cleveland Cavaliers, Siakam discutiu com boa parte do elenco nos vestiários, incluindo o treinador, usando palavras de baixo calão. Ele foi multado em US$50 mil pela diretoria. Antes, no entanto, ele já havia entrado em choque com a equipe.  Em 31 de dezembro, ele foi suspenso do jogo contra o New York Knicks por ter deixado o banco de reservas em direção aos vestiários antes mesmo do fim da partida anterior. Na ocasião, ele cometeu a sexta falta e, frustrado com o resultado, não ficou até o final para sair com seus companheiros de time.

Siakam tornou-se peça importante para o Raptors, especialmente depois da saída de Kawhi Leoanrd para o Los Angeles Clippers. Entretanto, por conta de atos de indisciplina, ele perdeu prestígio e quase foi negociado em fevereiro. Após uma conversa com a diretoria, ele comprometeu-se a seguir as normas de conduta da equipe e permaneceu.

Com contrato válido até 2023-24, prorrogado em outubro de 2019, Siakam atuou em 56 das 72 partidas em 2020-21. Ele obteve médias de 21.4 pontos, 7.2 rebotes, 4.5 assistências, 1.1 roubada, além de aproveitamento de 45.5% dos arremessos e, apenas, 29.7% em três pontos.