Coluna Baloncesto (17/10/2020)

Baskonia e Valencia vencendo por W.O. na Euroliga; Joventut Badalona invicto na EuroCup; Champions League com grupos definidos; Estudiantes vence jogo adiado da Liga ACB. Está no ar mais uma edição da Coluna Baloncesto, enfatizando os acontecimentos envolvendo os clubes espanhóis, que formam a liga de basquete mais forte do mundo sob as regras da FIBA e cuja seleção masculina é a atual campeã mundial.

EUROLIGA

Na principal competição do continente, a semana teve duas rodadas. No entanto, Baskonia e Valencia atuaram apenas uma vez, pois o seu adversário, o Zenit, da Rússia, perdeu para os dois por W.O. (20 x 0) porque vários de seus jogadores testaram positivo para Covid-19 e a agremiação de São Petersburgo ficou sem o mínimo de oito atletas aptos para jogar.

Na terceira rodada, o Valencia perdeu em casa, de virada, para o Barcelona: 66 x 71 (19 x 16, 16 x 17, 9 x 21 e 22 x 17). O duelo nacional se definiu no terceiro quarto, onde a supremacia dos visitantes, sem Nikola Mirotic, contaminado com Covid-19, se fez presente até o início do último, numa sequência de 16 a 0  a favor. Cinco jogadores anotaram dois dígitos: Rolands Smits (cestinha com 15 pontos, sendo 100% nas três bolas de três arremessadas), Nick Calathes (14), Brandon Davies (11), Álex Abrines (11) e Cory Higgins (10). Smits, eleito o melhor jogador da temporada 2016/17 da EuroCup, não errou um arremesso sequer no jogo. Nikola Kalinic e Bojan Dubljevic, ambos com 13 pontos, foram os maiores pontuadores dos mandantes. Um detalhe curioso foi o Barça ter ido para a cobrança de lance livre apenas a 4:25 do fim da partida.

O Real Madrid, no Wizink Center, fez 94 a 85 no Khimki, da Rússia, com parciais de 25 x 25, 24 x 16, 21 x 16 e 24 x 28. Destaque para o alto índice de acerto madridista nas bolas de três: 17 em 34. Sergio Llull, com 21 pontos (sete arremessos precisos em nove), foi o principal pontuador, mas o cestinha acabou sendo Devin Booker, dos visitantes, com 22. Em função do novo coronavírus, apenas oito jogadores estiveram à disposição do técnico Rimas Kurtinaitis, dentre eles o estreante Ivan Evstigneev, de 21 anos.

Na quarta rodada, de virada, e na prorrogação, o Barça bateu o Panathinaikos, da Grécia, por 97 a 89 (13 x 18, 23 x 17, 22 x 23, 17 x 17 e 22 x 14), no Palau Blaugrana, com destaque para os 24 pontos de Cory Higgins e 20 de Brandon Davies. Nikola Mirotic e Victor Claver foram desfalques e Alex Abrines saiu machucado. No tempo normal, a sete segundos do fim, Leonidas Kaselakis sofreu falta ao arremessar de três e converteu os três lances livres para decretar o empate, só que os culés não deram sopa para o azar em seguida. Nos visitantes, Konstantinos Mitoglou anotou um duplo-duplo, com 16 pontos e 12 rebotes, e Marcus Foster foi um dos cestinhas, com 24 pontos.

No Mediolanum Forum, em Milão, o Real Madrid, que vinha de 14 triunfos seguidos sobre o Milan, da Itália, foi derrotado de virada por 78 a 70. Após dominar o primeiro tempo (19 x 10 e 23 x 21), os merengues foram atropelados depois do intervalo (13 x 23 e 15 x 24), com 25 pontos do cestinha Sergio Rodríguez. No lado madridista, que errou muitos arremessos (16 em 27 de dois e 17 em 30 de três), destaque para os 11 rebotes do jovem Usman Garuba. O principal pontuador foi Trey Thompkins, com 15.

Campeão espanhol, o Baskonia ganhou do Khimki, da Rússia, por 77 a 60, na Buesa Arena, também de virada, com um ótimo segundo tempo (15 x 18, 20 x 18, 19 x 11 e 23 x 13). Rokas Giedraitis e Achille Polonara terminaram com 20 pontos cada e foram os cestinhas. Polonara ainda anotou um duplo-duplo, com dez rebotes. O maior pontuador dos visitantes foi Vyacheslav Zaytsev, com 17.

Assim, Baskonia, Valencia e Barcelona dividem a vice-liderança ao lado de outros três times, todos com três vitórias e uma derrota. O Real, com um triunfo e três derrotas é apenas o 15º colocado.

Na quinta rodada, o Valencia pega o Zalgiris Kaunas, e o Baskonia encara o ALBA Berlin, ambos fora de casa, no dia 22. No dia 23, o Barcelona receberá o Real Madrid.

 

EUROCUP

Pelo Grupo A, o Joventut Badalona conquistou sua terceira vitória seguida e permanece na liderança isolada ao bater o Bahcesehir Koleji Istambul, em plena Akatlar Arena, por 91 a 72 (28 x 16, 22 x 24, 25 x 17 e 16 x 15). Seis jogadores do time espanhol, comandado por Carles Durán, chegaram aos dois dígitos: Ante Tomic (cestinha, com 21 pontos), Nenad Dimitrijevic (13), Conor Morgan (11), Vladimir Brodziansky (10), Ferrán Bassas (10) e Simon Birgander, autor de um duplo-duplo (10 pontos e 11 rebotes). Erick Verde, com 14, foi o principal pontuador dos mandantes.

Pelo Grupo B, o Unicaja Málaga ganhou de virada, por 91 a 87, do Buducnost Voli Podgorica, de Montenegro, então único invicto da chave, no Martín Carpena. Décimo triunfo seguido do clube de Andaluzia em seus domínios no torneio continental. Na história são seis vitórias em seis jogos contra os montenegrinos. Após perder os dois primeiros quartos (15 x 22 e 24 x 25), chegando a estar 16 pontos atrás (24 x 40), os mandantes conseguiram reagir depois do intervalo (23 x 17 e 29 x 23), com bom aproveitamento nas bolas de três (15 certas em 31 arremessadas) e cinco jogadores com dois dígitos na pontuação: Francis Alonso (21, sendo seis bolas de três convertidas, maior marca de um jogador do Unicaja Málaga na história da EuroCup), Axel Bouteille (17), Adam Waczynski (15), Darío Brizuela (12) e Deon Thompson (10), além de Alberto Díaz distribuir 11 assistências. Além de Alonso, da equipe malaguenha, o outro cestinha do confronto foi Nikola Ivanovic, dos visitantes, que acertaram 11 de seus 17 lançamentos de três pontos, alta média de 64,7%. Justin Cobbs marcou um duplo-duplo de 14 pontos e 11 assistências.

Pelo Grupo C, em pleno Poliesportiu D’Andorra, sem presença de público, o Andorra perdeu, de virada, para o Virtus Bologna, da Itália: 66 x 82 (20 x 16, 10 x 29, 22 x 22 e 14 x 15). O segundo quarto, em teoria, definiu o jogo. Milos Teodosic, com 21 pontos, foi o cestinha. O principal pontuador dos andorranos foi David Jelinek, com 15s.

Pelo Grupo D, na Arena Stozice, com portões fechados, o Gran Canaria foi batido pelo então lanterna Cedevita Olimpija Ljubljana, da Eslovênia, por 84 a 68 (20 x 20, 22 x 9, 19 x 15 e 23 x 24). Cinco jogadores dos mandantes anotaram dois dígitos, entre eles o cestinha Jarrod Jones, autor de 18 pontos. Os outros foram Kendrick Perry (15), Roko Ukic (14), Jaka Blazic (13) e Rion Brown (12). E um sexto, Mikael Hopkins, apanhou 11 rebotes. Jacob Wiley, com 15 pontos, foi o principal pontuador dos visitantes.

Assim, o Joventut Badalona lidera o Grupo A, o Unicaja Málaga é o terceiro no B (2v e 1d), o Andorra ocupa o quarto lugar do C (1v e 2d) e o Gran Canaria é o vice-líder do Grupo D (2v e 1d), atrás apenas do Trento, da Itália, líder invicto.

Na próxima rodada, o Joventut Badalona recebe o Veneza, da Itália, dia 20. No dia 21, o Unicaja Málaga joga em casa contra o Brescia, também italiano, o Andorra visita o Lokomotiv Kuban Krasnodar, da Rússia, e o Gran Canaria, fora de seus domínios, pega o Bursaspor, da Turquia.

 

CHAMPIONS LEAGUE

Após o título inédito do San Pablo Burgos, no início do mês, a fase de grupos da temporada 2020/2021 da única competição continental reconhecida pela FIBA terá início no próximo dia 20. São 32 clubes divididos em oito grupos, sendo quatro espanhóis. Eles jogam entre si em turno e returno e os dois primeiros de cada avançam às oitavas de final.

O Tenerife está no Grupo A, junto com Bakken Bears-DIN, Dinamo Sassari-ITA e Galatasaray-TUR. O Zaragoza forma parte do Grupo D, com Falco Szombathely-HUN, Nizhny Novgorod-RUS e Start Lublin-POL. O Bilbao aparece no F, ao lado de Brose Bamberg-ALE, Fortitudo Bologna-ITA e Pinar Karsiyaka-TUR. O campeão San Pablo Burgos foi sorteado no Grupo H e terá as companhias de Darüssafaka Tekfen-TUR, Oostende-BEL e Brindisi-ITA.

 

ACB

Em jogo adiado da quinta rodada, o Estudiantes bateu o Gran Canaria, por 94 a 68, na quinta-feira (15), no WiZink Center. O time mandante venceu os quatro quartos (23 x 21, 17 x 13, 30 x 18 e 24 x 16), com cinco jogadores anotando dois dígitos, com destaque para o duplo-duplo de Víctor Artega, autor de 14 pontos e 13 rebotes. Os outros com ao menos dez pontos foram: John Roberson (15), Alessandro Gentile (15), Aleksa Avramovic (13) e Dovydas Giedraitis (10). O cestinha foi Matt Costello, dos visitantes, com 16. Real Madrid, Tenerife e Barcelona seguem invictos e o Fuenlabrada é o único que ainda não venceu. Laurynas Birutis, do Obradoiro, foi eleito o MVP do mês de setembro.

Alguns clubes realizaram contratações. O Zaragoza trouxe o ala esloveno Luka Rupnik, de 27 anos, para o lugar do tcheco Vít Krejci, lesionado no joelho esquerdo e que ficará sete meses fora. O novo jogador vem do ERA Nymburk, da República Tcheca, e volta à Liga espanhola depois de dois anos, pois já atuou no Lleida e no Fuenlabrada. Aliás, o Fuenla acertou com o pivô jamaicano Shevon Thompson, de 27 anos, que estava no Oostende, da Bélgica. Ele vem para o lugar do norte-americano Robert Upshaw, contratado em julho e já dispensado pela equipe madrilenha por deficiência técnica.

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece no basquete:

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook