A novela James Harden finalmente terminou nessa quarta-feira, com a negociação de quatro times que enviou o craque para o Brooklyn Nets. Mas a verdade é que ainda há muita coisa a ser dita, aparentemente, sobre a postura do armador nos últimos meses. Com a saída de Harden já encaminhada, DeMarcus Cousins resolveu soltar o verbo e usou a entrevista coletiva dessa quarta para acusar o ex-colega de desrespeito tanto com os jogadores do elenco, quanto com a franquia Rockets. 

“Não me sinto traído por tudo o que aconteceu, pois, sinceramente, meu interesse era jogar com John Wall. E o desrespeito começou há muito tempo: foi a abordagem dos treinos de pré-temporada, as ausências inexplicadas, a forma como se reapresentou e postura fora de quadra. Então, nada aconteceu do dia para a noite. Dito isso, a gente sabe que essa é a parte feia dos negócios. É assim que as coisas funcionam mesmo”, afirmou o veterano, com um teor de indignação. 

A troca de Harden, o sentimento de desrespeito e o desabafo de Cousins são produto direto dos acontecimentos dessa terça: o Rockets perdeu para o Los Angeles Lakers em uma partida onde o cestinha se apresentou totalmente fora de forma, tomou decisões questionáveis na partida inteira e deu entrevista coletiva depois do confronto dizendo que sua situação na franquia já não podia ser mais consertada. O “roteiro” causou revolta em muitas pessoas e o pivô conta que, internamente, essa era uma conduta constante. 

“Tudo isso, como disse, vem de muito antes de ontem. Não foi algo súbito. E há 14 jogadores nesse vestiário que precisaram lidar com essa falta de respeito todos os dias sem terem feito nada para James. Termos recebido esse tipo de tratamento, aturado o comportamento antiético e ouvir os seus comentários sobre a qualidade desse grupo foi uma injustiça com todos aqui dentro”, acusou o experiente pivô, reserva de Christian Wood na rotação do treinador Stephen Silas. 

Harden nunca escondeu que queria deixar o Rockets porque entendia que o time não era mais um candidato ao título na NBA. Pois Cousins, em resposta, aposta que Houston vai ser muito melhor e mais harmonioso sem o problemático astro. “Foi desrespeitoso ouvir James dizer que não éramos bons o bastante, obviamente, mas todos têm direito a ter suas opiniões. Nós também temos opiniões claras, por exemplo, sobre a conduta dele nas últimas semanas”, concluiu o jogador. 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook