O ala-armador Malik Beasley, do Minnesota Timberwolves, foi suspenso pela NBA por 12 jogos, após ameaças de agressão, posse de maconha e receptação em um incidente ocorrido em setembro. O jogador, que também vai perder cerca de US$1 milhão pelo ocorrido, deverá estar disponível para ser utilizado apenas no dia 27 de março, contra o Houston Rockets.

“Como franquia, nós apoiamos totalmente a decisão de hoje [ontem] da NBA”, afirmou o presidente de operações de basquete do Timberwolves, Gersson Rosas. “Nós trabalhamos juntos de Malik [Beasley] em seu desenvolvimento como jogador e como pessoa. Nós estamos olhando para frente para ver tal crescimento”.

Em setembro, uma quantidade de droga foi encontrada em sua residência, que estava com algumas pessoas. Beasley teria apontado uma arma para um carro que parou em frente a sua casa e, posteriormente, ofendeu policiais. Uma busca foi feita na propriedade. Foram encontradas drogas e armas (uma delas, roubada). O atleta aceitou declarar-se culpado no caso e ficará preso por quatro meses após o fim da atual temporada.

Trocado pelo Denver Nuggets para o Timberwolves em fevereiro do ano passado, Beasley tornou-se uma das principais referências ofensivas da equipe. Na atual temporada, ele possui médias de 20.5 pontos, 4.6 rebotes e tem um aproveitamento de 40.6% nos arremessos de três.