O mundo da NBA acredita que Damian Lillard está frustrado no Portland Trail Blazers, mas, aparentemente, não é bem assim. Ou, pelo menos, isso é o que o astro quer que todos creiam. O armador voltou a afirmar que não tem interesse em deixar a equipe e, por isso, não se deve dar ouvido aos constantes rumores em torno do seu nome. Sua insatisfação, aliás, está mais em si mesmo do que na tomada de decisão da franquia.  

 

“As pessoas falam por aí que estou frustrado, mas não por qual razão. Estou frustrado porque estamos perdendo e comigo, pois não estou jogando o meu melhor basquete. Isso não significa que tenha problemas com a franquia ou esteja olhando para outras equipes, por exemplo. Afinal, eu nunca fui assim. Não é assim que enfrento situações difíceis”, desabafou o craque, em reveladora entrevista ao site The Undefeated. 

Liderança na baixa 

Não é um momento simples para Lillard exercer a sua liderança no Blazers, pois vive um dos piores inícios de temporada da carreira. A equipe acompanha perigosamente a fase do seu astro e, após vencer só 13 de 32 jogos até agora, estaria fora até do play-in. A chegada de Chauncey Billups para técnico, por fim, parece ter sido um “tiro na água”. Ele assegura, porém, ainda não ter desistido do único time em que jogou na NBA.   

“Temos um novo sistema ofensivo, estilo de atuação e, acima de tudo, forma de jogar basquete. Eu preciso incorporar essa ideia, pois sou o líder da equipe. Preciso mostrar que estou comprometido, ainda que não esteja bem ofensivamente. Mesmo se eu não estiver acertando os arremessos, a minha obrigação é liderar pelo exemplo para que todos ‘comprem’ a proposta”, assumiu o veterano, ciente de sua responsabilidade. 

Lillard não esconde que, com o time ou consigo mesmo, vive um momento frustrado na carreira e o Blazers está no “olho do furacão”. Mas ele avisa: não é quem abandonará o navio na dificuldade. Pelo contrário, na verdade. “Eu quero ser um agente de mudança aqui, no fim das contas. Quero ser um fator nesse processo. Não quero ser parte do problema, mas sim ser parte da solução”, finalizou o ídolo do Oregon. 

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:  

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER