Ninguém sabe quando a próxima temporada vai começar, mas uma das coisas que já soam certas é que o Brooklyn Nets vai entrar em quadra para lutar pelo título. A equipe integrará o craque Kevin Durant a um elenco de várias opções, liderado por Kyrie Irving e Caris LeVert. Dentro da nova realidade do time, o armador Spencer Dinwiddie enxerga seu provável papel como ser o “Draymond Green do Nets”.

“Obviamente, nós não sabemos quem será titular ou reserva – com as exceções de Kevin [Durant] e Kyrie [Irving], claro. E, nesse cenário, vejo-me como o Draymond Green no modelo de Golden State: a ‘cola’ da equipe. O cara que pega dez rebotes, dá dez assistências ou pontua um pouco mais a depender do jogo. Eu seria um real abençoado suprindo esse papel em um elenco campeão”, projetou o jogador de 27 anos, em entrevista ao programa “The Jump”, da ESPN.

A permanência de Dinwiddie na franquia, no entanto, ainda não é certa: especulado em possíveis trocas por um terceiro astro, ele entende que o primeiro passo para ser um sucesso com o novo Nets é simplesmente conseguir iniciar a temporada em Brooklyn. Uma vontade que só cresceu, apesar das crescentes especulações, com a notícia da chegada do lendário Steve Nash para assumir o comando do time nova-iorquino.

“Eu fiquei sabendo como todo mundo, não estava envolvido nas negociações, mas fiquei em êxtase com a notícia. A perspicácia de Steve sobre basquete é incrível. Ganhou múltiplos MVPs, é um dos melhores armadores da história e alguém com quem posso aprender muito. Também teve uma carreira que ‘decolou’ tarde na NBA, como eu. Para mim, então, essa foi a escolha perfeita”, celebrou o armador.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:    

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook