Spencer Dinwiddie mal jogou na última temporada, mas sabe que fez o bastante para ser um dos agentes livres mais procurados da offseason que está para começar. E está, para azar do seu atual time, consciente até demais de sua ótima condição no mercado. Em entrevista à revista Sports Illustrated, Dinwiddie revelou que deseja uma extensão de contrato na faixa dos US$125 milhões por cinco anos para seguir no Brooklyn Nets. 

 

“Para todos os torcedores que pensam que escolhi ir embora, eu digo que tudo está nas mãos da equipe. O máximo que poderia receber é algo como US$196 milhões por cinco temporadas, mas sabemos que isso não está em discussão. Mas o Nets poderá oferecer esse quinto ano de contrato que ninguém mais pode. Se vierem com uma proposta na faixa dos US$125 milhões, há uma boa chance de renovar”, revelou o armador. 

Especialistas acreditam que Dinwiddie vai receber um contrato muito considerável nos próximos meses, mas nenhum chegou a cogitar valor tão alto quanto US$25 milhões anuais. “Se chegarem para mim com uma proposta mais baixa, algo como uns US$60 milhões por três temporadas, isso é comum. É uma quantia que qualquer outro time pode me fazer. Qual é a diferença para os outros?”, questionou o atleta de 28 anos. 

 

O armador tem um obstáculo no caminho para assinar um contrato tão volumoso: ele está em fase final de recuperação de uma lesão nos ligamentos do joelho que fizeram com que entrasse em quadra só três jogos da campanha passada. O número de times projetados com interesse em seus serviços – que inclui Dallas Mavericks, Los Angeles Lakers e Detroit Pistons –, porém, ajudaria a criar um “leilão” no mercado e aumentar seu valor.  

Múltiplos analistas apontavam, até pouco tempo, que a provável extensão de Dinwiddie custaria cerca de US$18 milhões anuais para o Nets – ou seja, teríamos uma proposta de US$90 milhões por cinco temporadas. O atleta disputou 274 de suas 320 partidas na NBA com o uniforme da equipe nova-iorquina, acumulando médias de 14.3 pontos, 3.0 rebotes e 5.3 assistências desde que chegou ao Brooklyn.   

 

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:   

Instagram 
YouTube 
Twitter 
Canal no Telegram 
Apostas – Promocode JUMPER