Após levar seu pais a um quarto lugar nas Olimpíadas de Tóquio, Luka Doncic afirmou que planeja estar sempre disponível para servir à Eslovênia. Quem relatou este desejo foi Marc Stein, da plataforma Substack. Em uma longa publicação, foram abordadas, principalmente, as relações do astro da NBA com seu país natal.

Quando retornou de Tóquio para a Eslovênia, Doncic recebeu uma delegação do Dallas Mavericks em Ljubljana – sua cidade natal-, liderada pelo proprietário da equipe Mark Cuban e o novo conselheiro especial da equipe, Dirk Nowitzki. A visita serviu para assinar formalmente a extensão de contrato de cinco anos com a franquia texana, no valor estipulado em mais de US$ 200 milhões.

Stein relatou que Luka se diz pronto para iniciar bem a temporada apesar do curto período de férias. O esloveno afirma também que vencer tudo é o único resultado aceitável. “Sempre que há uma nova temporada, fico entusiasmado. O objetivo é sempre o mesmo e é isso que vamos tentar fazer de novo este ano: ganhar um campeonato. Acho que deve ser o objetivo de todos”.

Pouco tempo de descanso deve ser algo corriqueiro na carreira da jovem estrela. Isto porque ele pretende continuar servindo seu país nas competições FIBA. As passagens pela equipe nacional significam muito para ele. A Eslovênia venceu de forma impressionante seus primeiros 17 jogos desde que Doncic foi integrado como profissional. Em 2017, conseguiu uma arrancada de 9 a 0 até o título do EuroBasket sob o comando do novo assistente técnico do Mavericks, Igor Kokoškov. “Pretendo estar sempre disponível para o meu país”.

Sobre o amargo quatro lugar nas Olimpíadas, Doncic se mostrou triste ao lembrar, mas com esperanças para o futuro. “Tentámos pelo nosso país, todos queriam uma medalha mas não conseguimos.  Mas acho que essa equipe vai ficar junta por muito tempo”.

Luka mencionou a próxima EuroBasket em setembro de 2022, como também a Copa do Mundo em 2023 entre seus principais objetivos futuros – principalmente pelas expectativas criadas pelo ótimo desempenho em Tóquio. “Eu tenho mais responsabilidades agora”, afirmou o astro.

Dallas tem uma equipe técnica totalmente nova liderada por Jason Kidd, além de um front office liderado por Nico Harrison. Entre as principais prioridades do novo regime está o uso de Doncic de uma forma mais inteligente, para que ele tenha mais combustível nos momentos decisivos. Como nos playoffs contra o Los Angeles Clippers, onde conseguiu, por jogo, 35.7 pontos, 10.3 assistências e 7.9 rebotes.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER