Mesmo com muitas incertezas em relação ao futuro do Boston Celtics, o proprietário da franquia, Wycliffe Grousbeck, rejeita o termo “reconstrução” do elenco. Para ele, a equipe está simplesmente avançando. Wyc alegou este avanço em entrevista à rede de televisão NESN. “Não parece uma reconstrução quando temos dois jovens All-Stars no ano passado e ainda os temos este ano. Marcus Smart e Rob Williams estão jogando bem”.

Para a temporada 2021-22, o Celtics terá algumas mudanças importantes. Dentre elas, o remanejamento de Brad Stevens de técnico a presidente de operações. Quem assumirá o time à beira da quadra será Ime Udoka – em sua primeira experiência. Udoka tornou-se também o primeiro nigeriano a comandar uma equipe da NBA, além de ser o 18º treinador da história da franquia.

Tendo Jayson Tatum e Jaylen Brown como principais estrelas, o elenco de Boston contará também com os reforços do pivô Al Horford, o ala-armador Josh Richardson, o ala Bruno Fernando e os armadores Kris Dunn e Dennis Schroder. Embora não tenha feito movimentos de grande sucesso como outras equipes, Grousbeck disse que o Celtics está indo na direção certa. “Não parece uma reconstrução clássica. Parece que vamos dar um passo adiante. Então, fizemos algumas mudanças, incluindo a entrada de um novo presidente de equipe, um novo treinador e cinco ou seis jogadores chegando. Parece definitivamente uma mudança”.

Apesar dos reforços, o Celtics perdeu Kemba Walker e Evan Fournier para o New York Knicks, mas acredita que com os nomes que chegaram, pode ter um time competitivo para a próxima temporada. A manutenção do experiente Marcus Smart pode ajudar a dar consistência defensiva ao elenco. Entretanto, ainda se questiona o poder de decisão em fazes eliminatórias, principalmente por ter dois jovens como principais armas ofensivas.

Em 2020-21, os Celtas fizeram uma campanha com 36 vitórias e 36 derrotas, terminando em sétimo lugar na Conferência Leste. Nos playoffs, parou na primeira rodada, ao ser eliminado pelo Brooklyn Nets em cinco jogos. Nas últimas cinco temporadas, o Celtics disputou três finais de Conferência (2016-17, 2017-18 e 2019-20) e em nenhuma delas chegou às finais.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER