O ala-armador Donovan Mitchell acertou uma extensão contratual de US$163 milhões com o Utah Jazz. A informação foi divulgada, na tarde deste domingo (22) pelo repórter Adrian Wojnarowski, da ESPN.

Além disso, o acordo, válido por cinco temporadas, inclui uma cláusula que pode fazer com que o valor chegue a US$195,6 milhões, caso Mitchell seja escolhido para algum dos três times ideais da temporada.

Esse acerto não só impedirá que o jogador teste o mercado como agente livre restrito no ano que vem, mas assegura a sua permanência em Salt Lake City até junho de 2026.

O novo vínculo, que possui os máximos parâmetros a que o jovem astro era elegível, começará a vigorar na offseason de 2021. Nesta temporada, ele vai receber US$5,2 milhões em salários, referentes ao último ano de seu contrato de calouro.

Décima terceira escolha do Draft de 2017, Mitchell disputou 225 partidas com a camisa do Jazz, sendo 217 delas como titular. Combinando as três temporadas em Utah, ele angariou médias de 22.7 pontos, 4.1 rebotes e 4.0 assistências, e foi fundamental para que o time chegasse aos playoffs em todas elas.

Na última temporada, o ala-armador foi selecionado pela primeira vez para o All-Star Game. Já nos playoffs de 2019/20, Mitchell travou um duelo épico com Jamal Murray, do Denver Nuggets. O time do Colorado avançou, após sete jogos, mas o camisa 45 do Jazz deixou o seu nome cravado na história da Liga ao anotar 50 ou mais pontos em duas partidas da série.

Em março deste ano, no começo da pandemia do novo coronavírus, Mitchell se envolveu em uma polêmica, após testar positivo para o Covid-19. Seu colega de elenco, Rudy Gobert, havia sido o primeiro atleta acometido pela pandemia na NBA.

Muito provavelmente contaminado pelo companheiro, Mitchell não escondeu ter ficado extremamente frustrado com a conduta reprovável do francês, que “debochava” dos riscos de contágio no dia-a-dia e violava recomendações da liga. Em julho, os dois fizeram as pazes.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Facebook