Donovan Mitchell eliminação Jazz

Donovan Mitchell, após eliminação do Jazz: “Foi um choque”

Foi uma série incrível. O Utah Jazz chegou a liderar por 3 a 1 diante do favorito Denver Nuggets, mas acabou batido nos três jogos seguintes e está fora dos playoffs. Segundo o astro Donovan Mitchell, a eliminação do Jazz foi um choque.

“Para ser honesto, eu fiquei em choque com o resultado”, afirmou o camisa 45. “Era o fim. Você trabalha tão duro para chegar ao ponto onde chegamos e nós ficamos tão perto. Nós estávamos perdendo, voltamos ao jogo e nós brigamos e ficamos tão perto… Isso vai ficar na minha mente por muito tempo”.

O jogo terminou 80 a 78 para o Nuggets. Mike Conley teve a chance, no estouro do cronômetro, de virar o placar e dar ao Jazz a classificação para a semifinal de conferência, mas falhou em sua tentativa. Ainda assim, Mitchell e seus companheiros estão motivados para irem além nos próximos anos.

“Mas isso não foi a última vez”, disse. “Isso sou eu arranhando a superfície, eu sei o que posso fazer, o quanto eu trabalhei duro, como esse time trabalhou duro. Não foi o fim. Isso está me motivando. Não é o fim. É só o início. Estou pronto para jogar novamente agora. Eu acho que todos estamos. É só o começo”.

Sob o comando do técnico Quin Snyder, o time foi aos mata-matas nas últimas quatro temporadas. Em 2019-20, a equipe de Salt Lake City não contou com o ala-pivô Bojan Bogdanovic na “bolha” e, ainda assim, lutou até o fim diante do Nuggets.

“Esse jogo foi uma das derrotas mais difíceis que eu já estive envolvido”, afirmou Snyder. “Nós estivemos em níveis muito diferentes com esse time desde que estivemos em Oklahoma City e a temporada foi interrompida [no dia 11 de março]. Passamos por tudo juntos nesses meses para ter o grupo junto novamente aqui em Orlando e só de ver a competitividade, altruísmo, um time que realmente veio junto e cresceu e eu gostaria de ter a chance de continuar ver jogando”.

Donovan Mitchell anotou 22 pontos e pegou nove rebotes na eliminação do Jazz. O ala-armador obteve 50 pontos ou mais em duas ocasiões nos playoffs, incluindo os 57 na estreia, a terceira maior marca de todos os tempos da NBA nessa fase.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA:

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook