O Miami Heat não deu chance para os concorrentes e já garantiu a permanência de dois atletas do elenco que chegou às finais da NBA na temporada passada. De acordo com Tim Reynolds, da Associated Press, o armador Goran Dragic e o pivô Meyers Leonard renovam seus contratos com o Heat nesta sexta-feira, logo no início da agência livre. Ambos assinaram vínculos de duas temporadas, com opção de extensão da franquia no segundo ano dos acertos e cláusula de veto para trocas. 

Dragic, titular e um dos destaques da equipe na “bolha”, assinou contrato que totaliza US$37.4 milhões em salários. Sua permanência sempre foi vista como uma prioridade para os dirigentes de Miami, tanto que o time chegou a colocar outdoors na cidade da Eslovênia em que o jogador de 34 anos passa férias para convencê-lo sobre um novo acordo. Em 22 jogos disputados em Orlando, ele anotou médias de 18.6 pontos, 4.1 rebotes e 4.7 assistências em 31.1 minutos de ação por partida. 

Agente livre pela primeira vez na carreira, Leonard começou a campanha do Heat como titular e perdeu bastante espaço ao longo da temporada. O pivô de 28 anos, porém, foi acionado durante a decisão do título para disputar minutos importantes na ausência do astro Bam Adebayo. Ele participou de 51 partidas da franquia na temporada regular, registrando médias de 6.1 pontos – com 41.4% de aproveitamento nos arremessos de longa distância – e 5.1 rebotes. 

A inclusão de opções de extensão nos dois vínculos reforça o comprometimento do time da Flórida com a manutenção da flexibilidade financeira mirando a badalada offseason de 2021 – e, especificamente, a possível contratação de Giannis Antetokounmpo. É esperado que a equipe use o mesmo expediente ou assine contratos de somente uma temporada com outros de seus agentes livres, como o ala Jae Crowder e o ala-pivô Udonis Haslem.  

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
Youtube
Twitter
Facebook