De acordo com o jornalista Jake Fisher, do Bleacher Report, o armador Eric Bledsoe pode ser trocado pelo New Orleans Pelicans para o Memphis Grizzlies. Segundo informações, o Pelicans planeja enviar a décima escolha do Draft 2021 + o atleta em troca da 17º escolha do time do Tennessee. Vale lembrar que, na última semana, Marc Berman, do New York Post, revelou que o New York Knicks também tem interesse na transação.

O maior empecilho, no entanto, é o salário de Bledsoe. Na última temporada, o armador ganhou US$16,875 milhões no Pelicans. Além disso, o valor é uma discussão constante não só dentro da equipe, que adquiriu o jogador em uma troca com o Milwaukee Bucks envolvendo Jrue Holiday, mas também na mídia. Para exemplificar, em 71 jogos, sendo 70 como titular, ele teve médias de 12.2 pontos (42% nos arremessos) e 3.8 rebotes. Para especialistas, o desempenho não justifica o aumento gradativo no seu pagamento, que passará a ser de US$18,125 milhões em 2021/22. Em 2022/23, porém, o cenário vai mudar, já que apenas US$3.900 milhões (de US$19,375 milhões) são garantidos. Mas, para que a garantia seja aplicada, ele não poderá ser dispensado até 30 de junho de 2022.

O JOGO DO GRIZZLIES

Dessa forma, o Memphis Grizzlies vai precisar movimentar perfeitamente seus peões para adquirir Bledsoe sem prejudicar seu projeto. Dos 16 jogadores do elenco, três possuem salários acima dos US$10 milhões (Dillon Brooks, US$12,300 milhões, Justise Winslow, US$13 milhões, e Jonas Valanciunas, US$14 milhões) em 21/22. Destes, apenas Brooks tem um contrato garantido para o ano seguinte. Para contar com alguém como Bledsoe, a equipe teria que flexibilizar ainda mais o seu teto salarial, que foi de US$109,140 milhões em 20/21. Com a pandemia, muitos times viram o salary cap cair de US$115 milhões para algo entre US$90 e 95 milhões, de acordo com o Hoops Hype. O valor previsto do Grizzlies para 21/22 é de US$87.045 milhões, já contando o corte de salários de Gorgui Dieng e Dion Waiters, trocados no meio da última temporada. Além disso, o time pode ainda declinar a opção de Justice Winslow e reservar o máximo de espaço para Bledsoe.

A TROCA

Vale lembrar ainda que o salário do armador possui um valor alto, pois o jogador é considerado veterano. Assim, 25% do teto salarial de uma equipe deve pertencer a atletas com até seis anos de liga. Para os que têm sete-nove anos, a porcentagem muda para 30%. Por fim, 35% do espaço pertence aos que têm dez ou mais. Para a troca ocorrer, Pelicans e Grizzlies têm que equilibrar o que está sendo oferecido e recebido. Ou seja, a equipe do Tennessee teria que enviar (aproximadamente) o equivalente à soma dos salários dos atletas envolvidos na troca. No caso desta negociação, o Grizzlies terá que enviar, no máximo, 125% do valor do salário de Bledsoe + US$100 mil. Algumas ideias são, por exemplo, enviar Grayson Allen ou Tyus Jones, este último considerado reserva de luxo.

Siga o Jumper Brasil em suas redes sociais e discuta conosco o que de melhor acontece na NBA: 

Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Promocode JUMPER