A derrota do Milwaukee Bucks para o Brooklyn Nets na noite de terça-feira, por 114 a 108, ainda está sendo digerida pelos jogadores do time de Wisconsin. Mas, para Giannis Antetokounmpo, o Bucks poderia ter saído vencedora se a equipe conseguisse marcar Kevin Durant. Em entrevista, logo após o jogo 5 da série semifinal da conferência Leste da NBA, o grego garantiu que quer marcar Durant na próxima partida.

“Ele é o melhor jogador do mundo neste momento. Nós precisamos vencer ele como um time, fazendo com que ele tenha dificuldade para arremessar”, disse Antetokounmpo. “Eu quero este desafio. Eu quero marcar Kevin Durant no jogo seis. Eu adoraria fazer isso e se o nosso técnico quiser isso, eu vou fazer. Eu estarei pronto para defender contra ele, com seus movimentos laterais. Se nós conseguirmos marcar bem, podemos ter sucesso”.

Sem Kyrie Irving, lesionado no tornozelo e fora do restante da série, e com James Harden ainda sentindo a contusão na posterior da coxa, Durant assumiu todo o protagonismo ao anotar 49 pontos em 23 arremessos tentados O astro do Nets ainda somou 17 rebotes e dez assistências e pontuou ou deu passes decisivos em 43 dos últimos 52 pontos da equipe no embate.

Marcado por PJ Tucker por toda a série, Durant não se intimidou com o jogo físico do oponente e conseguiu atuar por 48 minutos. Foi a primeira vez em que um jogador ficou em quadra o tempo todo, desde LeBron James, no jogo 7 contra o Boston Celtics em 2018. Segundo o técnico Steve Nash, se Durant não tivesse atuado por toda a partida, o Nets, provavelmente, perderia.

A sexta partida acontece na próxima quinta-feira, em Milwaukee, às 21h30 (horário de Brasília). Caso o Nets vença, estará classificado para a final de conferência.